Arquivo da tag: Adriano

Padre agradece emenda de R$ 1,5 milhão destinada por Tião, Adriano, Camila e Raniery ao Memorial de Frei Damião, em Guarabira

O padre Gaspar Rafael Nunes, que foi o primeiro reitor do santuário Memorial de Frei Damião e atualmente é coordenador da paróquia da cidade de Dona Inês, parabenizou o deputado estadual Tião Gomes (Avante) por integrar o grupo de parlamentares que destinou uma emenda de R$ 1,5 milhão para a recuperação do acesso ao Memorial de Frei Damião, em Guarabira, no Brejo do estado.

Em um vídeo divulgado durante a comemoração dos 58 anos do aniversário do padre, sendo 20 deles como sacerdote, o padre Gaspar agradeceu ao deputado e disse que a emenda é um privilégio para Guarabira.

“Obrigado pela emenda em benefício do santuário Memorial Frei Damião de R$ 1,5 milhão. Isso é um privilégio para a Diocese de Guarabira. Já comuniquei ao bispo e ao reitor e eles querem marcar uma audiência para pessoalmente lhe agradecer”, frisou o padre.

A emenda conjunta foi destinada pelos deputados Tião Gomes, Adriano Galdino, Raniery Paulino e Camila Toscano, e vai possibilitar a recuperação do acesso ao monumento religioso.

Tião Gomes lembrou que o acesso do santuário está intransitável  e precisa de uma recuperação urgente tendo em vista a visitação diária o local.  “Milhares de fiéis visitam o santuário anualmente e a estrada péssima dificulta as pessoas a chegarem até o parque religioso. Essa emenda que destinamos vai possibilitar a recuperação dessa via e melhorar o acesso ao local”, disse.

Memorial Frei Damião

O Santuário Memorial Frei Damião, situado na cidade de Guarabira (Paraíba), é um projeto arquitetônico composto de um museu e uma estátua, em homenagem ao frade capuchinho Frei Damião de Bozzano, um missionário do Nordeste brasileiro. Atualmente é considerada a terceira maior estátua do Brasil.

A inauguração, em dezembro de 2004, contou com a presença de mais de 50 mil fiéis. Foram realizadas parcerias entre a Diocese de Guarabira, a prefeitura de Guarabira e o governo do estado da Paraíba em sua edificação.

 

portaldolitoralpb

 

 

Verônica Araújo, ex de Adriano, posa nua e arrasa em fotos sem Photoshop

 (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)
(Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)

Verônica Araújo está mesmo com tudo em cima e mostrou isso para o EGO em um ensaio para lá de sensual na tarde desta quarta-feira, na praia do Recreio, no Rio. A assistente de palco relembrou sua personagem Eva em “Tudo pela audiência”, do Multishow, e posou no meio do mato protegida apenas pela “mãe natureza”. Detalhe: as imagens de Verônica não contaram com nenhum tratamento de Photoshop. Com o corpo impecável, ela será capa da revista “Sexy” de julho e promete fotos muito picantes.

“Eu tenho comemorado demais essa fase da minha vida em que os trabalhos estão aparecendo e que eu estou feliz com o meu corpo. Sempre quis posar nua e chegou a hora. Eu sou uma atleta fitness e nunca estou completamente satisfeita com as curvas, mas devo confessar, sim, que estou no meu melhor momento”, disse a modelo que tem 1.63m de altura e pesa 62kg.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Verônica torce para que sua personagem Eva retorne para a telinha e conta que o assédio aumentou após aparecer seminua na TV. “A Eva fez muito sucesso na segunda temporada do programa, em 2014. Recebia muitas cantadas na rua e adorei fazer a personagem. Espero que me chamem para voltar ao programa.”

Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)

“Eu voltaria a namorar o Adriano”
Solteira, Verônica revelou que seu namoro mais marcante foi em 2008, quando viveu um relacionamento de pouco mais de um ano com o ex-jogador Adriano Imperador. Mesmo depois de tanto tempo, ela não descarta a possibilidade de uma reconciliação.
“O Adriano sempre me procura. A gente se fala e rola um carinho de verdade. Até hoje ele me pede em casamento. Ele é uma pessoa do bem e que foi muito marcante na minha vida. Se a gente voltar a se ver, eu não descarto que o romance engate novamente. Eu voltaria a namorar o Adriano”, confessa a modelo, que registrou o reencontro com o ex-jogador há uma semana no Instagram.

Sobre os atuais affairs do ex, Verônica diz que são motivos para diversão e que não é nada sério. “A gente dá risada né? Eu e ele falamos disso sempre. Eu que namorei o Adriano faz tempo nunca me vendi como Imperatriz. E essas garotas dão uns beijinhos e já estão se vendendo às custas da fama dele”, alfineta.

Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)

Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)
Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)
Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)
Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)Verônica Araújo (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)
 Verônica Araújo (Foto: Reprodução/Instagram)Verônica Araújo
(Foto: Reprodução/Instagram)
 Verônica Araújo (Foto: Reprodução/Instagram)Verônica Araújo
(Foto: Reprodução/Instagram)
EGO

Adriano é denunciado por tráfico de drogas e associação ao tráfico

adrianoO atacante Adriano, que tenta retomar a carreira no futebol francês, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro nesta terça-feira. A acusação é grave: tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas. O primeiro crime prevê pena de até 15 anos de reclusão, e o segundo, dez. Além disso, também pode responder por falsificação de documento.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O caso será avaliado pela 29ª Vara Criminal do Rio, que vai decidir se acata ou não a denúncia oferecida pelos promotores. A denúncia foi feita pela 1ª Central de Inquéritos do Ministério Público do Rio de Janeiro.

Na denúcia, o promotor não vê a necessidade de prisão de Adriano, mas pede que seu passaporte seja recolhido, pela “possibilidade de fuga do jogador, por ser “pessoa com elevados recuros financeiros”.

Para a denúncia, a promotoria se baseou em investigação da polícia que mostrou que Adriano comprou uma moto potente para um traficante da Vila Cruzeiro, comunidade onde o jogador cresceu e continuou indo mesmo depois da fama.

De acordo com a denúncia, Adriano, junto com um amigo (Marcos José de Oliveira), “consentiu que outrem utilizassem de bem de que tinham propriedade e posse, para o tráfico ilícito de drogas”.

A moto comprada por Adriano, de 600 cilindradas, em 2007, foi colocada em nome da mãe do traficante Paulo Rogério de Souza Paz, o “Mica”, que seria amigo de Adriano.

De acordo com o promotor do caso, na época da compra da moto a comunidade da Vila Cruzeiro era dominada pela facção Comando Vermelho, na qual Mica fazia parte. E era ele a “pessoa que autorizava ou não a entrada e saída de pessoas e a realização de eventos na região”.

Para isso, “os traficantes necessitavam de veículos velozes, em especial motocicletas, pela agilidade no trafego, que fossem legalizados e não levantassem suspeitas quando transitassem fora das comunidades dominadas pela organização criminosa.” Uma outra moto, do mesmo modelo e no nome de Adriano, também teria realizado essa missão.

Pelo raciocínio da promotoria, o ex-atacante do Flamengo e da seleção e seu amigo  “livre e conscientemente, ao colaborarem para a atividade do tráfico de entorpecentes, se associaram aos traficantes em atividade na Vila Cruzeiro, com a finalidade de facilitar o tráfico ilícito de drogas e as atividades afins,”

Uol

Adriano chega antes do horário e faz os primeiros exames no Atlético-PR

adrianoAdriano começou a sua temporada em Curitiba dando bom exemplo. O atacante era esperado no Centro de Treinamento do Atlético-PR por volta das 9h, mas apareceu quarenta minutos antes. Ele chegou para os primeiros exames e iniciou o projeto de recuperação de sua condição física. Adriano está desde segunda-feira na capital paranaense, onde chegou no final da tarde.

O jogador passou toda a manhã no CT, almoçou no local e conheceu a estrutura do Furacão. O Imperador teve contato com os funcionários, que elogiaram sua forma física. Segundo eles, o jogador não parece muito longe do ideal para retornar aos gramados. No período da tarde, ele deve fazer exames cardiológicos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Atlético-PR não se pronuncia sobre a presença de Adriano no clube, mas a expectativa é a de que o jogador tenha um prazo de três meses para treinar e aprimorar o condicionamento físico. Só então as partes deverão discutir um possível contrato. Mesmo assim, o Imperador já pensa em alugar um apartamento em Curitiba.

Além dos exames de rotina e do primeiro contato com os funcionários do CT do Atlético-PR, Adriano tem como compromisso agendado para esta terça-feira uma entrevista com uma equipe de televisão italiana. Esta informação foi passada por sua assessoria de imprensa, mas o local da gravação é mantido em segredo.

No CT do Furacão, Adriano também terá a chance de trabalhar novamente com o preparador físico Moracy Sant´Anna, com quem esteve durante seu período na Seleção Brasileira. O Atlético-PR tem um histórico positivo na recuperação de jogadores. Em 2003, por exemplo, o ex-atacante Washington fez um tratamento de seis meses no clube para se recuperar de um princípio de infarto. O Coração Valente voltou no ano seguinte e foi artilheiro do Brasileiro com 34 gols.

Outro caso mais recente é a recuperação do goleiro Rodolfo, suspenso em agosto de 2012 por uso de cocaína. Após a pena, o Atlético-PR manteve o jogador no elenco e o acompanhou em seu processo de recuperação, concluído este ano. O arqueiro já está liberado para jogar.

 

 

Globoesporte.com

Mãe de Adriano dá voto de confiança ao filho: ‘Ele só quer voltar quando estiver bem’

Foto: Ivo Gonzalez / Agência O Globo
Foto: Ivo Gonzalez / Agência O Globo

Na luta para voltar ao futebol, Adriano viu as portas se fecharem até no Flamengo, clube que o revelou mas, no fim do ano passado, rescindiu seu contrato. Porém, mesmo sem vínculo com clube nenhum, o Imperador ainda tem o voto de confiança da família e, em especial, da mãe, dona Rosilda.

— Ele quer primeiro ficar bom. Ele operou e só quer voltar quando estiver bem — afirmou dona Rosilda.

O apoio dos parentes tem sido uma fonte de segurança para o atacante de 31 anos. Desde abril do ano passado, Adriano luta para se recuperar de uma cirurgia no tendão de Aquiles. O América fez um projeto para tentar convencer o Imperador a defender o clube na Série B do Rio, mas, segundo o presidente Vinícius Cordeiro, recebeu um não como resposta.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

— Ele me ligou na Páscoa. Adorou o projeto e agradeceu, mas disse que não quer mais jogar futebol. Tem todo um problema familiar envolvido porque não querem que ele fique parado — disse o dirigente.

Na noite de segunda-feira, Adriano entrou no Twitter para negar contato com o América e reafirmar o desejo de voltar a jogar futebol.

“Eu não tive contato nenhum com o América e no fim de semana retrasado eu não fui a SP acertar com o Palmeiras. Fui apenas viajar com a minha namorada. Agora vamos falar de coisa boa, estou treinando numa academia para que no meio do ano esteja pronto para jogar num clube que esteja interessado em mim”, escreveu o Imperador.

Companheiro de Adriano no Flamengo, o ex-lateral Athirson acredita que o Imperador precisa saber se conseguirá ser o que era antes das duas cirurgias no tendão de Aquiles.

— O Adriano deveria ver qual o problema físico que tem. Se ele vai ter condições de jogar 100%. Se não tiver, se ele vai querer jogar assim. Já são duas cirurgias. É muito forte no lugar que não tem muita recuperação. Ele tem que se cuidar. O Roque Junior, que jogou comigo no Bayer Leverkusen teve uma lesão parecida e fazia de tudo. Tomou injeções, fez tratamento nos Estados Unidos…é um lugar muito ruim — questionou Athirson, que lamentou os rumos da carreira do Imperador. — Fico triste porque poderia ter participado da última Copa do Mundo e poderia participar desta do ano que vem. Mas só ele sabe qual o momento dele.

Extra

Adriano anuncia que só voltará a jogar em 2013

(Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)

Em meio ao risco de ser dispensado pelo Flamengo , o atacante Adriano se pronunciou nesta segunda-feira a respeito do seu futuro. Por meio da sua assessoria de imprensa, o jogador afirmou que só voltará a entrar em campo em 2013.

“Depois de pensar muito, conversei com amigos e minha família e cheguei a conclusão de que é a melhor coisa a ser feita”, afirmou Adriano. “Tomei essa decisão não só por mim, mas também pensando no Flamengo. Estou quase recuperado, mas faltam pouquíssimas rodadas para o final do campeonato. O clube tem que se concentrar nessa reta final. E eu, na minha volta com 100% da forma física, não apenas para saciar as expectativas”, completou.

Apesar de descartar voltar a jogar 2012, Adriano prometeu se esforçar até o final do ano para atingir o melhor da forma física. Ciente do risco de ser dispensado pelo Flamengo, disse que cumprirá essa meta mesmo se não seguir no clube.

“Continuarei treinando com ainda mais garra. Ainda não sei se será no Rio de Janeiro, mas posso afirmar que estarei pronto em 2013 para entrar nos campos. Agradeço sempre e muito aos que torcem por mim. Acreditem, essa decisão foi tomada pensando em todos. Fiquem com Deus e muito obrigado”, encerrou.

O risco de ser dispensado pelo Flamengo deve-se ao episódio da quinta-feira, quando faltou a um treino e pediu dispensa até terça alegando “motivos pessoais” . Entretanto, foi visto em uma casa de shows durante a madrugada de sexta. No palco do evento, afirmou que “ama a nação rubro-negra, o Flamengo e a favela”, lembrando-se de que “estaria na internet no dia seguinte”, em vídeo que foi divulgado através das redes sociais.

De acordo com a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, o futuro de Adriano no clube está nas mãos de Zinho, diretor de futebol. A decisão, segundo a mandatária, será divulgada nesta terça.

IG

Estreia de Adriano contra o Palmeiras, já livre do rebaixamento, é consenso no Flamengo

Foto: Ivo Gonzalez / Agencia O Globo

Estipular prazos e prever alguma situação envolvendo o atacante Adriano é arriscado, e todos no Flamengo sabem disso. Mas a ideia no clube é que a estreia do Imperador aconteça no dia 18 de novembro, contra o Palmeiras, no Engenhão.

Até lá, o Rubro-negro tem três jogos, contra Atlético-MG, Figueirense e Náutico, e pode já ter se livrado do risco de rebaixamento, o que deixaria a cúpula do futebol mais tranquila para promover o reencontro do ídolo com os seus súditos.

Zinho, diretor de futebol, e o técnico Dorival Júnior, que não concordaram com a opinião de dirigentes em lançar o camisa 10 contra o Atlético-MG de Ronaldinho, não se opuseram, sobretudo se a ideia for que Adriano cumpra tabela com o time pelas três rodadas finais do Brasileiro.

— Ansiedade existe, todos têm. Para mim seria confortável demais colocá-lo e falar: “Vai lá e resolve”. Mas não é assim. Vai ser bonito até a estreia, mas depois vai ter cobrança. Não tenho dúvidas de que ele seria útil ao grupo, mas não podemos expor o atleta. Ele é diferenciado. Por isso, não posso colocá-lo numa fria, onde não possa responder a confiança que todos depositam nele — explicou Dorival Júnior, confirmando que Adriano não viaja para Belo Horizonte para o jogo com o Galo.

Hoje, o time treina na Gávea e o assunto entre sócios e dirigentes será certamente sobre o retorno de Adriano. Ontem o jogador treinou bem outra vez, e fez como desde o início da semana um reforço no preparo físico, correndo após a atividade.

— Ontem (quinta-feira) foi o primeiro trabalho efetivo do Adriano com o elenco. É pouco para se ter segurança. Isso pode demorar uma semana, dez ou 30 dias — afirmou o treinador.

Imperador: ‘Vocês me amam’

Adriano vai libertando o corpo e a mente durante seu processo de recuperação para voltar a jogar no Flamengo. Ontem, o Imperador não se segurou ao ouvir os cliques das máquinas fotográficas e, visivelmente incomodado com as últimas notícias sobre sua falta ao treino físico e às noitadas regadas a pizza e “podrão”, decidiu, com humor disfarçado, atacar:

— Vocês não me deixam em paz. Impressionante. Vocês me amam. Tem que ter muita cabeça mesmo — afirmou, escorado em uma barreira enquanto aguardava para executar o exercício.

Depois do treino de finalização, o atacante foi erguido pelo técnico Dorival Júnior, que estava ao lado do campo e levou um tapa no bumbum como incentivo. Antes de começar o trote, virou para os fotógrafos e disparou:

— Depois, manda essas fotos para mim. Minha avó vai adorar, vou fazer um quadro — disse, rindo em seguida.

Como sempre acontece após as indisciplinas, Adriano tem mostrado otimismo para voltar a jogar e treinado com dedicação.

Extra

Zinho: ‘Só vou ficar tranquilo quando vir o Adriano num jogo’

Zinho está feliz com Adriano, mas ainda tem um pé atrás. Os deslizes cometidos pelo atacante desde o retorno ao Flamengo não permitem ao diretor de futebol relaxar. O dirigente ficou satisfeito com o primeiro coletivo do camisa 10 com o grupo, nesta sexta-feira, mas diz que ainda é cedo para comemorar. Não faz nem uma semana que Zinho se reuniu com Adriano e o viu “confuso e perturbado”. Na última segunda-feira, eles conversaram no Ninho do Urubu sobre a falta do Imperador aos treinos de sábado e domingo. O jogador chegou a pedir um tempo para pensar se abandonaria a carreira, fez Zinho temer por seu futuro, mas resolveu continuar.

O diretor de futebol estabeleceu condições para que Adriano ficasse no clube: não faltar mais e aceitar ajuda psicológica. Além disso, o contratro de direitos de imagem foi suspenso por tempo indeterminado. Zinho tem evitado falar sobre os erros do atacante. Prefere olhar para frente e tenta imaginar o jogador recuperado.

– Só vou ficar totalmente tranquilo e confortável com essa situação quando eu vir o Adriano num jogo, na conduta normal de atleta. Vem, treina, concentra, joga. Ele bem, ele sem problemas. Está muito no início – disse.

Adriano já tem em mãos o telefone do psicólogo indicado pelo médico do clube José Luiz Runco. O jogador assumiu o compromisso de procurar o profissional, mas este é outro assunto que o Flamengo quer tentar conduzir de maneira discreta.

 – Se ele infelizmente cometer um erro, aí vocês (jornalistas) têm que bater. De agora em diante, peço um pouco mais de moral, de motivação, mas não deixou de ser uma exigência do clube.

Segundo o diretor de futebol, o fato de Adriano treinar com o grupo não representa um retorno próximo aos jogos. Ele ainda precisa perder peso, entrar em forma e ganhar ritmo de jogo.

– O Dorival é um cara muito profissional. Não vai levar o Adriano para um jogo só porque é o Adriano. Ele tem que ter uma condição para pelo menos ficar no banco.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista.

Tratamento com psicólogo

“Essa é uma questão mais particular. Transcende um pouco o campo. E um pedido que estou fazendo para a imprensa é para dar um tempo com isso. Para não ficar massificando quando ele vai ter psicólogo, onde é, vamos deixar esse acompanhamento por parte do clube com ele, para que isso não afete o trabalho psicológico que estamos fazendo com ele, de motivação. Acabou esse assunto. Todas as coisas que aconteceram e as normas que colocamos para ele acabaram naquela entrevista (segunda-feira). Se ele infelizmente cometer um erro, aí vocês têm que bater. De agora em diante, peço um pouco mais de moral, de motivação, mas não deixou de ser uma exigência do clube. O doutor Runco já indicou o profissional, e é uma responsabilidade dele fazer o contato para iniciar”.

Adriano acima do peso

“Toda sexta-feira é feita uma avaliação, não só no Adriano, mas em outros atletas, mas principalmente no Adriano, de equilíbrio muscular nas pernas, percentual de gordura. Não estamos nem preocupados com o número, o peso. É mais percentual. Às vezes você pode estar com peso alto, mas é mais músculo. Temos o (Claudio) Pavanelli, nosso fisiologista, o Marquinho (Lima), preparador físico, mas ele ainda tem que ganhar mais massa muscular e melhorar percentual de grodura, sem dúvida. Seria uma surprensa já ver o Adriano sequinho. Vai ter um tempo ainda. Acredito que essa atividade no campo, conciliando com os outros trabalhos, vai acelerar isso. Não me surpreendo se daqui a uma semana ele tiver diminuído bem mais (o peso)”.

Concentração e viagens com o grupo

Com certeza foi um dia especial para ele e para as pessoas que trabalham aqui, que acreditam e apostam nele. Depois de tantas coisas negativas, é uma coisa bem positiva ver o Adriano no campo treinando num coletivo”
Zinho

“Não tem uma determinação para isso. Naquele início foi um trabalho do nosso departamento médico, juntamente com nossa comissão técnica, de ter um acompanhamento. Tem fisioterpaia na concentração, hotel com possibilidade de trabalho de academia, musculação, piscina. A gente concentra no hotel que a praia está em frente e tem o trabalho na areia. E seria bom o convívio com os amigos, concentração, aquele ritmo de jogo. Incluímos na programação isso. Pode ser que aconteça, mas não é determinante. Agora queremos mais ele no campo. O hotel nem é tão necessário, porque aqui ele tem o trabalho no campo com os companheiros. Quando ele não está relacionado para o jogo, no dia do jogo tem trabalho para quem não foi relacionado. E é melhor ele trabalhar no campo, com a nossa academia, com a nossa estrutura, para acelerar esse processo”.

Astral do Adriano

“Ainda não conversei com o Adriano, mas no treinamento o vi brincando, conversando, com um astral bom. Eu acho que ele voltar para o campo, treinando, isso com certeza vai trazer alegria para o cara. Vai estar dolorido, mas botar a chuteira, treinar, disputar coletivo. Com certeza foi um dia especial para ele e para as pessoas que trabalham aqui, que acreditam e apostam nele. Depois de tantas coisas negativas, é uma coisa bem positiva ver o Adriano no campo treinando num coletivo”.

Pressa dos torcedores pela volta

“Uma coisa que tem acontecido esse ano, nesse meu período aqui (quase cinco meses), é a torcida muito do lado do Flamengo e do Adriano. Não vejo nenhum tipo de pressão de o Adriano ter que jogar. Nós também não estamos pressionando. Ele só vai para um jogo se tiver alguma condição. Pode não estar 100%, mas ele tem que estar muito bem. O Dorival é um cara muito profissional. Não vai levar o Adriano para um jogo só porque é o Adriano. Ele tem que ter uma condição para pelo menos ficar no banco, jogar 30, 20, sei lá quantos minutos. O trabalho dele de campo começou nesta sexta com o coletivo. Disso para o jogo ainda falta um período. Não tem pressão, estamos deixando ele com a cabeça tranquila para isso, para ele não se sentir pressionado para jogar de qualquer jeito”.

Zinho mais tranquilo?

Ele é muito guerreiro, forte, suporta a dor. O bicho é um touro. Com certeza ainda sente dor nas costas, pode ter dor no calcanhar, mas suporta. Ele vai para o pau”
Zinho

“Só vou ficar totalmente tranquilo e confortável com essa situação quando eu vir o Adriano num jogo, na conduta normal de atleta. Vem, treina, concentra, joga. Ele bem, ele sem problemas. Está muito no início. O problema foi na segunda, ele começou a treinar na sexta. Não vou ser irresponsável de dizer que está tudo maravilhoso. Está tudo se encaminhando bem. Ponto. Estou muito feliz, satisfeito de vê-lo no campo, no coletivo. Acho que ele também está, acho que vocês da imprensa também ficam. Todo mundo quer ver coisas boas”.

Dores no pé esquerdo operado

“A dor que ele tinha não era o tendão, era no osso (aponta para o calcanhar). Ainda fora de forma, muito tempo sem campo, esse impacto, campo, chuteira, uma perna que ficou muito tempo sem ser utilizada. Ele teve um edema ósseo. Mas não tem nada a ver com o tendão. Ele fez o tratamento. Ele é muito guerreiro, forte, suporta a dor. O bicho é um touro. Com certeza ainda sente dor nas costas (Adriano sentiu o problema na terça-feira), pode ter dor no calcanhar, mas ele suporta. Ele vai para o pau”.

Supensão do contrato de direito de imagem

“O Flamengo, devido ao ato de indisciplina, achou por bem suspender esse contrato de imagem dele. Ele voltando ao trabalho normal, indo para o jogo, esse contrato pode retornar. Mas não tem prazo. Desde terça-feira, o Adriano está cumprindo tudo corretamente”.

Globoesporte.com

Adriano congestiona linha telefônica do Fla: torcida quer saber da estreia

Adriano dá autógrafos em treino do Fla na Gávea (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)

O retorno de Adriano ao Flamengo congestionou as linhas telefônicas da Gávea. Desde o acerto, o número de ligações para o setor de ouvidoria do clube aumentou consideralvemente, com diversos pedidos referentes ao Imperador, e até mesmo perguntas sobre quando será a reestreia do atacante, que ainda não tem data marcada para acontecer.

– Aumentou bem o número de ligações, e a aceitação ao Adriano tem sido espetacular, um retorno excelente, o índice de rejeição é próximo de zero. Muitos torcedores perguntam quando ele vai estrear. Outros já procuram saber como fazer para entrar em campo, buscam autógrafos em camisa – revelou César Nogueira, responsável pelo setor de ouvidoria do Flamengo

Na última sexta-feira, véspera do treino na Gávea, foram mais de 200 telefonemas para saber se a atividade seria aberta por conta de Adriano. A torcida teve acesso ao treinamento e foi premiada com autógrafos do atacante.

E as ligações respingam até na ala da presidência do Rubro-Negro. Os telefones não param com pedidos de autógrafos do Imperador em camisas.

Sem data de estreia definida

O retorno de Adriano aos gramados ainda não tem data marcada para acontecer, mas na noite de segunda-feira o jogador já foi regularizado pela CBF ao ter seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID). Assim, com o contrato – que se encerra no dia 22 de dezembro deste ano – registrado, o Imperador já está apto, ao menos burocraticamente, a reestrear com a camisa do Flamengo.

A ouvidoria do clube foi lançada em setembro do ano passado. Segundo as normas, é preciso “evitar a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão e conteúdos ofensivos e propagandas”.

Uma semana depois do lançamento em 2011, a ouvidoria recebeu sua primeira enxurrada de telefonemas. Na ocasião, foram ligações reclamando de Deivid, que vivia momento instável no time. A divulgação do teor das mensagens chegou a causar mal-estar no clube.

Os telefonemas agora são mais amenos. Mas nem sempre é possível atender aos anseios do torcedor que quer saber: afinal, quando Adriano estreia?

Globoesporte.com

Oficial: Adriano está de volta ao Fla. ‘Contem comigo’, diz o atacante

 

Adriano oficializou nesta terça-feira o início de sua terceira passagem pelo Flamengo. Depois de seu empresário se reunir com dirigentes do clube pela manhã, no Ninho do Urubu, o Imperador analisou os detalhes do contrato que lhe foi oferecido e respondeu positivamente. O compromisso é válido até dezembro e a remuneração será por produtividade, confirmou o Flamengo em seu site oficial.

Frame, site do Flamengo, Adriano (Foto: Reprodução / Site oficial do Flamengo)Site oficial do Flamengo noticia: ‘O Imperador voltou’ (Foto: Reprodução / Site oficial do Flamengo)

Com 30 anos de idade, Adriano assina após se recuperar de uma segunda cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo. O atacante vai treinar já a partir desta quarta-feira no Ninho do Urubu. O Flamengo já até separou material de treinamento personalizado para o atacante. A exemplo do que aconteceu na última vez que defendeu o Rubro-Negro, em 2009 e 2010, Adriano vai vestir a camisa 10.

Uniforme Adriano flamengo (Foto: Reprodução Twitter)Material para Adriano já está separado no
Ninho do Urubu (Foto: Reprodução Twitter)

– Quero deixar aqui minha gratidão a todos que torceram por mim na superação de mais um obstáculo na minha vida. Agora é honrar a camisa da “casa” que sempre foi minha com muitos gols. Impossível descrever a alegria e emoção que estou sentindo nesse momento. Obrigado Deus, obrigado ao meu empresário Luca, que ficou ao meu lado esse tempo todo, obrigado meus amigos, minha família, aos profissionais que me ajudaram e, agradeço imensamente também, aos torcedores do Flamengo, que fizeram toda a diferença! As mensagens no Twitter me deram muita força nessa recuperação. Contem comigo – disse Adriano, por meio de sua assessoria de imprensa.

O Imperador não disputa uma partida desde o dia 4 de março, quando participou de 68 minutos da derrota do Corinthians por 1 a 0 para o Santos, pelo Campeonato Paulista.

Globoesporte.com