Arquivo da tag: acertar

Boa Esporte perde patrocinador depois de acertar com goleiro Bruno

A equipe do Boa Esporte , de Minas Gerais, que assinou por duas temporadas com o goleiro Bruno, perdeu um de seus patrocinadores neste final de semana. A empresa de suplementos alimentares e nutricionais que apoiava o time usou as redes sociais para informar que havia encerrado o contrato.

Goleiro Bruno posa com a camisa do Boa Esporte
Divulgação

Goleiro Bruno posa com a camisa do Boa Esporte

Desde o anúncio do negócio do time mineiro com o goleiro Bruno , a empresa recebia diversos comentários negativos em suas páginas oficiais nas redes sociais. “Boicote geral a essa empresa enquanto não se posicionarem contrários ao patrocínio a time que contrata assassino”, disse um internauta no Instagram.

No sábado (11), a empresa postou uma nota de esclarecimento para falar sobre a situação. No texto, afirma que é apenas fornecedora de suplmentos para a equipe e que não participa de nenhuma tomada de decisão por parte da presidência ou da diretoria do time. A nota ainda diz que eles não compactuam com a contratação de Bruno, mas que isso é, mais uma vez, uma decisão do Boa e do Poder Judiciário.

A empresa diz que iria esperar até o próximo dia útil, segunda-feira (13), por um posicionamento do Boa. Entretanto, poucas horas depois, em mais uma nota nas redes sociais, eles afirmam que tiveram uma reunião extraordinária com a equipe e que a partir desta data não era mais “patrocinadora/apoiadora do Boa Esporte Clube”.

O caso Bruno

O jogador, em março de 2013, confessou que matou a ex-mulher, Eliza Samudio. Ele foi condenado por homicídio triplamente qualificado – por motivo torpe, usar meio cruel e também usar meio que dificultou a defesa da mulher -, sequestro, cárcere privado e ocultação de cadáver a uma pena de 22 anos e três meses de prisão. O crime foi cometido em 2010.

A pena deveria ser cumprida grande parte em regine fechado – 17 anos e seis meses – entretanto no dia 24 de fevereiro deste ano, o ministro do STF Marco Aurélio Mello concedeu habeas corpus  ao atleta.

O goleiro Bruno chegou a negociar a volta ao futebol com alguns clubes e assinou com o Boa Esporte na semana passada. Desde o acerto, o time tem sido alvo de uma enxurrada de comentários negativos  nas redes sociais. Em muitos, internautas questionam como a equipe pode contratar um assassino.

iG

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Apostador da PB ganha R$ 14,4 milhões ao acertar a Quina de São João

quina-sao-joaoUm apostador da Paraíba acertou as cinco dezenas sorteadas na Quina de São João e irá receber R$ 14,4 milhões. O sortudo é da cidade de Picuí (Borborema do estado, a 250 km de João Pessoa) e não teve identidade revelada. O sorteio foi realizado nessa quarta-feira (24), em Campina Grande.

Os números sorteados foram: 01, 15, 22, 23 e 47. Mais oito pessoas acertaram as dezenas e vão desembolsar a mesma quantia. Os outros novos milionários são de Belo Horizonte (MG), Brasília, Curitiba (PR), Santos (SP), São Paulo (Capital – com duas apostas), Tapiratiba (SP) e Uberaba (MG).

A quadra teve 2.143 acertadores e cada um levou R$ 6,1 mil. Outras 128.072 pessoas acertaram três números. A premiação, neste caso, foi de R$ 146 para cada apostador.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Próximo concurso 

O próximo concurso da Quina deve ter prêmio máximo de R$ 600 mil e será sorteado nesta quinta-feira (25). Para concorrer, o apostador marca 5, 6 ou 7 números dos 80 disponíveis. O preço da aposta com 5 números é de R$ 1,50, a com 6 números R$ 7,50, e R$ 20,00 para concorrer com 7 números.

 

portalcorreio

Ney, Renato, Tite… Flu corre para acertar com técnico nesta semana

(Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Vitória)
(Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Vitória)

Com a contratação de Felipe Ximenes para comandar o departamento de futebol das Laranjeiras, o Fluminense volta suas atenções para o substituto do técnico Dorival Júnior. Após o julgamento que puniu Portuguesa e Flamengo com aperda de quatro pontos no Campeonato Brasileiro, e acabou beneficiando o Tricolor com a permanência na Série A (ainda cabe recurso), os dirigentes puderam focar apenas na reformulação da equipe para a temporada 2014. E o objetivo principal do momento é anunciar o novo treinador ainda nessa semana. Os principais nomes na disputa são Ney Franco, atualmente no Vitória, e Renato Gaúcho, ex-Grêmio. Tite corre por fora.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Renato, como de costume, é o desejo de Celso Barros, presidente da patrocinadora do clube. O mandatário da Unimed tenta impor a contratação do comandante do Fluminense na campanha do vice-campeonato da Libertadores de 2008, mas a diretoria é contra. Ximenes e o presidente Peter Siemsen preferem Ney Franco, que tem contrato com o Vitória até dezembro de 2014. Tite, que recentemente deixou o Corinthians, também é uma opção.

O enredo é parecido com o que foi visto nas Laranjeiras após a demissão de Abel em julho passado. Daquela vez, no entanto, a diretoria aceitou a contratação de Vanderlei Luxemburgo por imposição de Celso e se arrependeu. Coincidentemente, Ney Franco também era uma das opções naquela ocasião. Agora, a diretoria cogita acertar com Ney mesmo sem a participação do patrocinador no pagamento do salário. A contratação de Ximenes, que assinou por dois anos, foi feita nesse molde.

– Não podemos e não queremos correr riscos em 2014. O Fluminense vai ser fiscalizado a cada metro depois do erro da Portuguesa e da possível volta à Série A. Precisamos de uma equipe que se entenda e seja competente – resumiu uma pessoa ligada à diretoria tricolor.

Só após a contratação do novo treinador é que a reformulação do elenco será realizada. No entanto, é praticamente certo que os jogadores que ficam sem contrato no fim de dezembro serão liberados: caso do zagueiro Anderson, do volante Edinho, do meia Felipe e do atacante Marcelinho. Rhayner, por exemplo, deixou o clube antes mesmo do fim do Brasileirão.

 

Globoesporte.com

Rede Globo mira em Fernando Collor e pode acertar tucano

 

Boa parte do Brasil parou na noite do domingo (15), para ver a supostamente bombástica entrevista de Rosane Brandão Malta (ex-Rosane Collor) ao Fantástico, a “revista eletrônica” da Rede Globo.

Todos esperavam revelações “fortes” – prometidas nas chamadas do programa – da ex-primeira dama da República. Para usar uma metáfora gasta, a Globo prometeu a lua, mas entregou a seus telespectadores uma paisagem lunar: só crateras vazias e nenhuma substância consistente.

Os rituais de magia negra, a relação com PC Farias, as memórias sobre o processo de impeachment… tudo que Rosane falou e o Fantástico exibiu hoje já era de conhecimento até do reino mineral – expressão de Nelson Rodrigues, não de Mino Carta, como pensam alguns.

Nada, absolutamente nada se salva da entrevista, em termos de novidade. Em termos jornalísticos, a “reportagem” foi um fracasso total. É de se perguntar, aliás, qual o critério jornalístico que levou a Globo a produzir tal entrevista. Não há qualquer fato novo – poderia ser o livro de Rosane, mas não se sabe nada dele, tanto que foi citado apenas superficialmente (*) – que justifique toda a mobilização da maior emissora do Brasil para tal empreitada com tanto destaque.

O que justifica a reportagem, na verdade, não é nada mais do que a necessidade de atacar o agora inimigo Fernando Collor de Mello.

A eleição de Collor foi uma fraude. Não pelos votos em si, mas pelo candidato, que não passava de um produto midiático preparado e apoiado com todo o poder dos grandes meios de comunicação para ser o anti-Lula de 1989.

Agora, passados vinte anos, Collor deixou de ser aliado e passou a ser inimigo, por compor a base de apoio do governo petista. Para a Globo e para a Veja, a primeira que ungiu Collor como um verdadeiro Messias em 89, é o que basta para ele ser colocado na alça de mira.

Lamentável é ver que profissionais – vou poupá-los de citação nominal – tão respeitados na TV brasileira se prestem a cumprir um papel vexatório como o dessa “matéria”. Aliás, para fingir que o assunto se tratava mesmo de jornalismo, os apresentadores do Fantástico fizeram questão de informar que tentaram ouvir Collor durante toda a semana, mas o senador, que de besta não tem nada, se recusou a falar.

Ótimo seria se Collor publicasse um livro contando como atuavam os donos, diretores e lobbistas da Rede Globo durante o seu governo.

Para ver a entrevista completa, clique no link

Marconi Perillo

O governador tucano de Goiás, que não tem nada a ver com a briga Globo x Collor, deve ter sentido muito incômodo com as referências tão detalhadas do processo que levou à deposição do então presidente.

O Fantástico mirou Collor, mas poderá acabar acertando Perillo, pois colocou em evidência denúncias que derrubaram o presidente e hoje acossam o tucano.

Perillo provavelmente se viu na “reportagem” quando esta falou da CPI que investigou Collor e descobriu cheques-fantasmas, esquemas de caixa 2, um tesoureiro de campanha influenciando no governo (no caso do tucano, este atende por Lúcio Fiúza Gouthier, que foi convocado à CPMI do Cachoeira, mas ficou calado).

A CPMI do Cachoeira está sendo tratada pelos grandes meios de comunicação como se fosse uma novela. Heróis, vilões, figuras exóticas, tramas urdidas nas sombras e outros ingredientes são utilizados para cobrir o cotidiano do órgão.

Para o azar de Perillo, a matéria do Fantástico faz a CPMI do Cachoeira parecer uma “Vale a pena ver de novo”, com o tucano no centro do trama.

Por Rogério Tomaz Jr./Blog Conexão Brasília-Maranhão
Publicado no blog do Altamiro Borges
Focando a Notícia

Em Solânea, partidos tentam se acertar para o pleito deste ano

 

Os partidos DEM e PC do B da cidade de Solânea (PB) convocaram uma reunião com outras agremiações partidárias para discutir os rumos para a eleição deste ano. O encontro ocorreu na noite da terça-feira (15), no Clube das Mães, e contou com a participação do PT, PSL e PRTB. Os partidos do PV, PTN, PHS e PRP foram convidados, mas nenhum representante compareceu.

Os partidários firmaram um pacto pela unidade que possibilite decidir conjuntamente o caminho a ser seguido, seja em prol de uma coligação ou do lançamento de uma chapa majoritária.

No caso de aliança na majoritária, O PT disponibilizou o nome de Josenildo (presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais) e filho do ex-vereador Antônio Kadete. Vale ressaltar que, no DEM, Walter Jr. aparece como uma das opções para ocupar a vaga de vice do prefeito Dr. Chiquinho.

Segundo o que se comentou na reunião, a ideia é mostrar unidade e força frente a nomes já consolidados como o de Beto do Brasil e do atual prefeito, embora Dr. Chiquinho leve vantagem quando o assunto é chapa majoritária. Também não foi descartado o diálogo com o ex-prefeito Nal Viana. A outra saída seria um nome do ceio desse bloco partidário.

Além de Walter Jr., o DEM esteve representado por Elton Martins e pelo ex-prefeito Chico Chaves; PCdoB – Kelson Kiss (presidente), Sergerson e Fábio Santos; PRTB – ex-vereador Teodolfo; PSL – Reginaldo; PT – Josenildo; Ókio (secretário da SEINFRA), Valdir da Tecnocria, entre outros.

Outra reunião ficou acertada para o dia 22 deste mês. Alguns dirigentes comentaram que a expectativa é que todos os nove partidos compareçam para fechar de vez a conjuntura política entre eles.

 

Redação/Focando a Notícia