Arquivo da tag: Acauã

Caminhão de abastecimento explode no canteiro do Canal Acauã em Mari/PB

Uma explosão de um caminhão de abastecimento aconteceu por volta das 18h00  desta quarta-feira (12) no canteiro de obras do canal Acauã em Mari, Zona da Mata da PB.

Segundo informações colhidas por alguns operários no local, um caminhão fazia troca de combustível para outro quando se verificou que parte da mangueira estava pegando fogo. De imediato uma sirene foi ligada para alertar aos operários que se encontravam no local, mas de forma imediata iniciou-se uma série de explosões.

Muita fumaça tomou conta do local e se espalhou pela cidade, causando curiosidade nas pessoas que se deslocaram até onde ocorria o fato.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros e do Samu foi acionada e encontra-se no local.

Não há informações de feridos. Mais detalhes a qualquer momento.

 

Do ExpressoPB

 

 

Acidente entre van e carro deixa 10 feridos e idoso é socorrido pelo Acauã

Um acidente entre uma van e um carro deixou pelo menos dez feridos e um idoso precisou ser levado pelo helicóptero Acauã até o Hospital de Emergência e Trauma na tarde deste domingo (15).

A colisão aconteceu em Tabatinga II, próximo a Praia Bela, em Conde, Litoral Sul. De acordo com as primeiras informações, a van perdeu o controle e bateu em um Uno que vinha na outra faixa. O idoso, de 63 anos, ficou preso nas ferragens e sofreu fratura exposta.

Na van estavam crianças que seguiam com destino à Caaporã. Algumas receberam os primeiros socorros no local, outras precisaram ser encaminhadas para o Hospital de Trauma.

Além do idoso, pelo menos mais uma vítima foi levada em estado grave para o Trauma pelo Samu.

Três unidades de suporte avançado do Samu, duas equipes do Corpo de Bombeiros e duas Motolâncias foram acionadas para socorrer as vítimas.

 

paraiba.com.br

 

 

Seca fez aparecer cemitério submersos em barragem de Acauã e restos mortais serão transferidos

barragem acauãnA estiagem tem provocado redução de água nos principais açudes da Paraíba. Um dos reservatórios atingidos pela longa estiagem, é a barragem Argemiro de Figueiredo mais conhecida como Acauã construída na cidade de Itatuba.

A seca fez aparecer todo um cemitério que estava debaixo de água no local onde Acauã foi construída. Isso aconteceu porque na década de 80 quando foram iniciadas as obras da barragem que levariam água para Campina Grande e mais 19 municípios, os dois cemitérios que existiam nos distritos de Pedro Velho em Aroeiras e Cajá em Itatuba, não foram retirados e ficaram submersos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Com a redução do volume de água, os túmulos começaram a aparecer. A luta dos moradores agora é remover os restos mortais dos entes-queridos para novas sepulturas nos municípios de Itatuba (PB) e Aroeiras (PB), localizados a 117 e 146 km da capital.

A transferência foi determinada pelo Ministério Público Federal após reunião com prefeitos dos referidos municípios e representantes do Movimento Atingidos por Barragens, Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e Agência Executiva de Águas da Paraíba (Aesa).

A retirada das ossadas deverá acontecer ainda este mês com base no reconhecimento dos túmulos pelas famílias dos sepultados e autorização delas para a remoção. As prefeituras de Itatuba e Aroeiras se dispuseram a disponibilizar cemitérios para receberem os restos mortais.

Conforme o procurador regional dos direitos do cidadão José Godoy Bezerra de Souza, a retirada dos restos mortais se dará pelos municípios e com o apoio dos próprios familiares das comunidades.

A barragem de Acauã é a maior da Paraíba com capacidade para acumular 253 milhões de metros cúbicos de água, e está com 16% de sua capacidade. Ou seja, ela acumula menos de 42 milhões de metros cúbicos de água.

O início da construção da barragem remonta aos anos de 1980 na gestão do então governador José Maranhão (PMDB). Sua fase final somente ocorreu por volta de 1999, sendo efetivamente concluída em agosto de 2002. Devido a fortes chuvas, após dois anos de construída, a barragem atingiu o seu nível máximo, causando danos para os moradores que ainda se encontravam dentro da área a ser alagada. Estudos realizados indicavam que demoraria, pelo menos, cinco anos para a cheia ocorrer.

O empreendimento causou o deslocamento de cinco mil pessoas – cerca de 900 famílias que viviam às margens do rio Paraíba. A barragem sangrou em  2006 e 2011.

Severino Lopes

PBAgora

Canal Acauã-Araçagi: Governador e ministro assinam ordem para início das obras

 

O governador Ricardo Coutinho e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, assinaram nesta segunda (15) a ordem de serviço para início de uma das maiores obras hídricas financiadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o canal Acauã-Araçagi (Vertentes Litorâneas).
A solenidade se realiza no canteiro de obras instalado às margens da PB-066, entre as cidades de Itabaiana e Mogeiro. O ministro Fernando Bezerra desembarcou no aeroporto Castro Pinto por volta das 9h30 e seguiu em helicoptero para o local da solenidade.
O projeto Vertentes Litorâneas está orçado em cerca de R$ 1 bilhão e é a maior obra hídrica dos últimos 30 anos no Estado da Paraíba.
O ministro destacou  que o projeto é uma obra complementar ao projeto de Integração das Bacias do Rio São Francisco, a chamada Transposição. “O Canal Acauã-Araçagi vai beneficiar 36 cidades paraibanas, sendo 13 municípios diretamente e 23 de forma indireta garantindo segurança hídrica para o Estado da Paraíba”, destacou.
“É muito importante estarmos nesta manhã de segunda-feira ao lado do governador Ricardo Coutinho para assinalar o início desse empreendimento”, completou o ministro.
O ministro Fernando Bezerra afirmou que a própria  presidenta Dilma Rousseff deu apoio e vem priorizando as ações no sentido de viabilizar o empreendimento.
A solenidade também conta com as presenças do vice-governador Rômulo Gouveia, os deputados estaduais João Gonçalves, Eva Gouveia e José Aldemir, deputados federais Damião Feliciano e Efraim Filho, os secretários de Estado João Azevedo (Recursos Hídricos), Ricardo Barbosa (PAC), Efraim Morais (Infraestrutura) e Gustavo Nogueira (Planejamento e Gestão).

Secom-PB para o Focando a Notícia

Governo autoriza obras do Canal Acauã-Araçagi

Governo autoriza obras do Canal Acauã-Araçagi O governador do Ricardo Coutinho assinará na manhã desta segunda-feira (15) a ordem de serviço para início das obras do Canal Acauã-Araçagi (adutor das vertentes litorâneas).

Trata-se da maior obra hídrica dos últimos 30 anos no Estado da Paraíba. A solenidade contará com a presença do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho.

Hora: 10h Data: 15/10 Local: canteiro de obras do Canal Acauã/Araçagi – Trecho I – PB-066 (Rodovia Itabaiana/Mogeiro).

Secom/PB