Arquivo da tag: Abrigo

Mulheres vítimas de violência terão acesso a abrigo provisório

Mulheres em situação de violência doméstica terão acesso ao serviço de abrigamento provisório na Paraíba até o mês de setembro. As vagas abertas em local sigiloso, a partir desta terça-feira (30), são resultantes de uma parceria do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana, do Instituto Avon e uma entidade da sociedade civil.

O projeto de serviço temporário foi criado para atender os casos de violência contra as mulheres, principalmente durante a pandemia do Covid-19, e vem se somar ao serviço da Casa Abrigo Aryane Thays.

Acesso ao abrigo

As vagas no abrigo provisório são para as mulheres que não estão sofrendo ameaças de morte, mas que querem romper o ciclo de violência. As mulheres podem acessar o serviço por 24 horas, numa urgência, ou até por semanas.

Para isso, elas precisam ser encaminhadas pelo Programa Integrado Patrulha Maria da Penha (PIPMP), a Casa-Abrigo Aryane Thais (CAAT), as Delegacias Especializadas de Atendimento às Mulheres (DEAMs) e demais serviços de atendimento que compõem a Rede de Atenção às Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Sexual (Reamcav), como Centros de Referências de Mulheres, Creas, Cras.

O serviço atenderá exclusivamente mulheres maiores de 18 anos de idade, em situação de violência doméstica e familiar, acompanhadas ou não de seus filhos; obrigatoriamente usuárias encaminhadas e referenciadas pelos serviços de atendimento e/ou enfrentamento da violência doméstica e familiar da Paraíba. Todas serão acompanhadas por uma equipe multiprofissional.

Os serviços que precisam encaminhar as mulheres podem entrar em contato com a Secretaria da Mulher e da Diversidade pelo telefone da coordenação (083 98690-6672) e e-mail (abrigamentoprovisoriopb@gmail.com) para envio dos encaminhamentos e relatórios psicossociais.

Outros serviços

A Semdh mantém o funcionamento do Centro de Referência da Mulher Fátima Lopes, em Campina Grande, o Centro Intermunicipal de Referência da Mulher, Maria Eliane Pereira dos Anjos, em Sumé, a Casa-Abrigo Aryane Thais e o Programa Integrado Patrulha Maria da Penha. Estes dois últimos mantidos em funcionamento presencial (obedecendo seus fluxos) e os demais com atendimento remoto (disponibilizados números de telefones para o atendimento e orientações).

  • Disque 197 (Disque Denúncia Polícia Civil)
  • 190 (Disque Denúncia Polícia Militar – Emergência)
  • Renovação de Medidas Protetivas Online (99146-7175)
  • Patrulha Maria da Penha (3221-1673)
  • Centros de Referência da Mulher Campina Grande (98826-8844) e Sumé (99400-7022)
  • Abrigamento provisório – (98690-6672)

 

portalcorreio

 

 

Abrigo de idosos em JP confirma sétima morte por coronavírus

A Associação Promocional do Ancião Dr. João Meira de Menezes (Aspan) emitiu uma nota na manhã desta quarta-feira (10) para informar que, nessa terça (9), houve o falecimento de uma idosa de 77 anos que estava internada no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, vítima da Covid-19. Ela se encontrava na unidade, localizada na cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa, desde o dia 2 de junho. Esta foi a sétima morte por coronavírus confirmada entre os habitantes do abrigo.

Ainda segundo a nota da Aspan, atualmente se encontram internadas duas idosas abrigadas pela instituição, sendo uma no Hospital Memorial São Francisco e uma no Hospital Santa Isabel, ambos em João Pessoa. De acordo com informações prestadas pelas referidas unidades de saúde, as internas apresentam quadro clínico estável e evoluindo bem.

“Continuamos trabalhando permanentemente em colaboração com os órgãos municipais e estaduais e o Ministério Público na luta frente à pandemia do novo coronavírus, por meio de uma relação de cooperação e auxílio recíproco. Pedimos aos corações generosos que nos ajudem com doações de alimentos, materiais de limpeza e higiene pessoal, EPIs e auxílio financeiro. Contamos com a colaboração de cada pessoa e empresa caridosa na adesão a nossa campanha: #TodosJuntosPelaASPAN! Juntos somos mais fortes!”, diz o texto divulgado pela Aspan.

Dados bancários para doações:

  • Caixa Econômica Federal
    Agência: 1010
    Operação 013
    Conta poupança: 15765-0
  • Banco do Brasil
    Agência: 0011-6
    Conta corrente: 41086-1

 

portalcorreio

 

 

Funcionários e mais de 30 idosos testam positivo para Covid-19 em abrigo na cidade de Remígio

Cinco funcionários e 31 idosos de instituição de longa permanência localizada na cidade de Remígio, no Brejo da Paraíba,testaram positivo para o novo coronavírus (Covid-19). A informação foi confirmada pela prefeitura do município.

Tanto os pacientes quanto os funcionários foram testados nesta sexta-feira (5), após dois idosos da mesma instituição terem sido diagnosticados com a doença na última quarta-feira (3). Já são 38 pessoas diagnosticadas na mesma instituição, que abriga atualmente 57 idosos.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, nenhuma das pessoas contaminadas apresentou sintomas graves da doença, mesmo nos casos dos portadores de comorbidades como hipertensão e diabetes.

Os pacientes e funcionários do abrigo estão sendo acompanhados por uma unidade básica de saúde da família.

Além de separar os pacientes diagnosticados dos demais, os responsáveis pelo abrigo já haviam suspendido a visitação muito antes dos diagnósticos. A Prefeitura de Remígio garante que a instituição passará por uma desinfecção.

 

PB Agora

 

 

Idoso de 110 anos morador de abrigo morre com suspeita de Covid-19

Um idoso de 110 anos morreu nesta quarta-feira (27), em João Pessoa. Ele era morador da instituição de longa permanência para idosos Vila Vicentina e foi internado no Hospital Santa Isabel com suspeita de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

De acordo com a direção da Vila Vicentina e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o idoso estava internado na UPA Bancários desde o dia 20 de maio e foi transferido para o Hospital Santa Isabel, após apresentar problemas respiratórios. Outro idoso, de 74 anos, permanece internado com suspeita da doença no Hospital Clementino Fraga.

Segundo a direção da instituição, o idoso já possuía doenças respiratórias crônicas. Ele realizou o exame para Covid-19, mas o resultado ainda não foi divulgado.

Atualmente, 14 pessoas já testaram positivo para a Covid-19 no abrigo de idosos Vila Vicentina. De acordo com o diretor do local, José Ce´sar, são oito idosos confirmados para a doença e que estão em isolamento desde o dia 20 de amio e seis funcionários. Quatro estão afastados e dois já retornaram ao trabalho.

G1

 

Prefeitura e 2ª Gerência de Saúde realizam testagem para coronavírus em idosos e funcionários do Abrigo Bom Pastor em Belém

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, e em parceria com a 2ª Gerência Regional de Saúde do Estado da Paraíba, realizou na quarta-feira (20) testagem para o novo Coronavírus em todos os idosos e funcionários do Abrigo Bom Pastor. Os 76 testes rápidos para Covid-19 realizados na instituição deram negativo.

“Para oxigenar nossas esperanças de vencer esta batalha, realizamos junto com a 2ª Gerência de Saúde, os testes em todos os idosos e funcionários do Abrigo Bom Pastor: todos os testes Covid-19 negativos. Belém contra o coronavírus!”, destacou a prefeita Renata.

Na semana passada, a gestão municipal também distribuiu Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e materiais de higienização para o Abrigo Bom Pastor e para o Presídio, reforçando as ações de prevenção ao coronavírus.

“Queremos parabenizar a gestão da prefeita Renata pela ação e preocupação em nos ajudar no cuidado aos nossos idosos, e na prevenção e combate à Covid-19. Em nome dos nossos idosos, nosso muito obrigado”, agradeceu a direção do Abrigo Bom Pastor na página da instituição no Facebook.

Assessoria

 

Cinco idosos testam positivo para a Covid-19 em abrigo de CG e vírus avança na PB

O novo coronavírus se espalhou de vez em Campina Grande e chegou a praticamente todos os bairros e lugares do município. Um deles, foi um abrigo. Cinco idosos internos no Instituto São Vicente de Paulo, abrigo de longa permanência na cidade, testaram positivo para a Covid-19, nesta sexta-feira (23), segundo informações confirmadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O procedimento de testagem rápida foi realizado no local após uma idosa de 77 anos falecer com suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

A paciente morreu na noite da quinta-feira (21), no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Segundo a direção da unidade de saúde, a idosa deu entrada no local com um quadro de insuficiência respiratória. Ela fez o teste para detecção do coronavírus, mas o resultado do exame ainda não foi divulgado.

Barreiras sanitárias – Como forma de barrar o vírus, o Estado montou barreiras sanitárias em pontos estratégicos de João Pessoa. Em apenas um dia, 26 pessoas testaram positivo para Covid-19 após se submeterem a testes rápidos para detecção do novo coronavírus, realizados em barreiras sanitárias instaladas no Bairro das Indústrias e Jardim Veneza. Ao todo, no segundo dia da “Operação Proteção”, 148 exames foram feitos, 18 estabelecimentos comerciais fiscalizados e ruas higienizadas.

Somando os dois dias da ação, foram realizados 240 testes, sendo 56 com resultado positivo e 184 com resultado negativo. As pessoas que têm resultado positivo são encaminhadas para as suas unidades de saúde da família de referência para que tenham acompanhamento da evolução dos quadros de saúde.

No total, a Paraíba tem 6.882 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta sexta-feira (22). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 248 no estado desde o início da pandemia. Cento e setenta e quatro cidades da Paraíba já têm casos registrados.

Conforme a SES, alguns municípios não apresentaram mudanças na quantidade de casos confirmados porque não fizeram a notificação deles no sistema de acompanhamento que monitora os dados do coronavírus em toda a Paraíba.

PB Agora

 

 

Abrigo de idosos em JP confirma sexta morte por coronavírus

Chegou a seis o número de mortes de idosos abrigados na Associação Promocional do Ancião Dr. João Meira de Menezes (Aspan), em João Pessoa, em decorrência do novo coronavírus. A vítima mais recente foi uma mulher de 94 anos, que estava internada desde o dia 13 de abril no Hospital São Luís. Ela faleceu na tarde dessa terça-feira (28), mas a informação só foi divulgada em nota do abrigo emitida na manhã desta quarta (29).

“Neste momento, prestamos nossos mais profundos sentimentos aos familiares e nos unimos em orações”, diz nota da Aspan, que ressalta que a instituição permanece adotando de forma rigorosa todas as medidas necessárias e protocolos recomendados no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Solidariedade

A associação pede a contribuição da população para aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs), alimentos, materiais de limpeza e de higiene pessoal. O auxílio financeiro pode ser depositado nas seguintes contas bancárias:

  • Caixa Econômica Federal
    Agência: 1010
    Operação 013
    Conta poupança: 15765-0
  • Banco do Brasil
    Agência: 0011-6
    Conta corrente: 41086-1

 

portalcorreio

 

 

Após 3º óbito, órgãos decidem novas ações para conter contágio da covid-19 em abrigo de idosos de JP

Órgãos de Saúde vigilância epidemiológica de João Pessoa se reuniram com a diretoria da Associação Promocional do Ancião Dr. João Meira de Menezes (Aspan) para determinar novas ações de auxílio para evitar que o novo coronavírus se espalhe para outros idosos residentes na instituição.

Ao todo a instituição filantrópica tem seis casos confirmados de Covid-19 e três mortes.

 Além do presidente da Aspan, padre Sandro Santos, participaram da reunião em videoconferência os secretários de saúde e de desenvolvimento social de João Pessoa.

Ficou acordado que os órgãos competentes vão fazer a estruturação da enfermaria da instituição com aparelhagem necessária para fornecer assistência ao idoso que apresente sintomas do novo coronavírus.

Também será feito o remanejamento de profissionais para substituir os que foram afastados por estarem no grupo de risco, o fornecimento dos equipamentos de proteção individual para a instituição e a realização de um treinamento com os funcionários para que fiquem preparados para lidar com uma possível quarentena.

Nesta sexta-feira (17), uma equipe da vigilância ambiental da Secretaria de Saúde de João Pessoa esteve no local para fazer a desinfecção do ambiente.

PB Agora

 

Homens roubam R$ 18 mil de abrigo de idosos, em Guarabira

Nessa sexta-feira (11), três homens assaltaram a Associação Abrigo São Vicente de Paulo, em Guarabira, e levaram cerca de R$ 18 mil que serviria para pagamento dos funcionários.

Os homens chegaram no local em motocicletas e além do dinheiro roubaram quatro celulares das vitimas.

A suspeita é de que os assaltantes tinham informações privilegiadas sobre o dia do pagamento dos servidores.

A polícia segue investigando.

PB Agora

 

 

Em Campina Grande, mulher dá abrigo a estranho e é vítima de roubo após 15 dias de convivência

Casos de policiaSeria cômico se não fosse triste. Há cerca de dias, a dona de casa Lucilene Alves de Sousa, 35 anos, moradora do bairro de Santa Rosa em Campina Grande, viu um adolescente de 15 anos, perambulando pelas ruas e se compadeceu da situação. O adolescente revelou a dona de casa que havia sido expulso por seus pais que moram nas Malvinas, e estava com fome e sem um abrigo para dormir.

Lucilene resolveu então, dá abrigo ao jovem, levando-o para a sua casa onde deu de comer e beber. Por 15 dias, a dona de casa mãe de duas filhas de menor, conviveu com o estranho em casa. Durante esse tempo, ele dormiu em um quarto construído nos fundos da casa.

Na quarta (6) de madrugada Lucilene acordou com barulho e se assustou. Ela foi até o quarto e verificou que as filhas estavam dormindo. Só que o “hospede” estava muito bem acordado. O rapaz havia conseguido abrir a porta da cozinha e desaparecido. Saiu sem agradecer pela colhida. A dona de casa verificou que a porta da cozinha  estava aberta e  e descobriu que havia sido alvo de um roubo. O hóspede havia ido embora levando vários pertences da casa. ”Eu só quis fazer uma boa ação”, disse.

Sentindo-se lesada, a mulher procurou a Central de Polícia e registrou o roubo. Um Boletim de Ocorência (B0)  foi feito mais até o momento a polícia não tem pista do acusado.

Fonte: PB Agora