Arquivo da tag: abre

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente Michel Temer, traz mudanças importantes nas campanhas realizadas nos meios de comunicação. Uma delas é a liberação parcial de propaganda paga na internet. O tema levanta reflexões de especialistas na área de tecnologia e comunicação.

Conforme a reforma, é “vedada a veiculação de qualquer propaganda paga na internet, excetuado o impulsionamento de conteúdos”. Essa alternativa é permitida apenas quando o autor for identificado e se o serviço for contratado por partidos, coligações, candidatos e representantes. O uso deste recurso, contudo, não pode ser feito em dia de votação.

Ainda de acordo com o texto, é proibido usar ferramentas que não aquelas disponibilizadas pelo provedor “para alterar o teor ou a repercussão de propaganda eleitoral, tanto próprios quanto de terceiros”.

O provedor deve manter canal de comunicação com os usuários e pode ser responsabilizado por danos causados pela publicação impulsionada se houver decisão judicial pela retirada e ela não for cumprida.

Essa novidade amplia os instrumentos de divulgação para as campanhas em relação aos existentes hoje. Pela legislação atual, um candidato pode manter um site, desde que com endereço eletrônico informado à Justiça Eleitoral e hospedado em provedor estabelecido no Brasil. Também é permitido o envio de mensagens eletrônicas, como e-mails ou mensagens no Whatsapp, além de publicações nas redes sociais.

Redes Sociais e eleições

Segundo a pesquisa TIC Domicílios, do Comitê Gestor da Internet, 58% dos brasileiros estão conectados à internet. De acordo com a Pesquisa Brasileira de Mídia 2016, realizada pelo Ibope a pedido do governo federal, metade dos pesquisados afirmou se informar pela internet. O meio é o segundo mais popular para a busca de notícias, ficando atrás apenas da TV, mencionada por 89% dos entrevistados. A principal rede social usada pelos brasileiros, o Whatsapp, informou em maio deste ano ter cerca de 120 milhões de usuários no Brasil.

Para o professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e coordenador do Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura (Labic), Fábio Malini, as redes sociais vêm sendo elemento relevante nas eleições em diversos países (como Espanha, Reino Unido e Estados Unidos) e não será diferente no Brasil em 2018. Com a possibilidade de impulsionamento de conteúdo aberta pela reforma eleitoral, os candidatos poderão manter estratégias de propaganda mais sofisticadas.

“O papel mais central das redes sociais será a direção exata da propaganda política que não se tinha antes. Mesmo com ambiente digital, se partia do pressuposto de que o usuário tinha que ir até a página, fazer a busca. Pela primeira vez vai se poder trabalhar uma propaganda para um território, faixa etária, profissão. Essa experiência de ir no foco publicitário é algo que a gente vai ter de forma forte nas próximas eleições”, destaca Malini.

Riscos

Na avaliação do professor da Universidade Federal do ABC, Sérgio Amadeu, a medida é problemática porque beneficia candidaturas com mais recursos. Para além do impulsionamento implicar gastos, estes vão se tornar cada vez maiores, aumentando o obstáculo financeiro dos candidatos com menos estrutura. Isso porque o impulsionamento se dá pela forma de “leilão”. Ou seja, o preço para conseguir ampliar o alcance de um “post” aumenta conforme a demanda. Em uma eleição, com diversos candidatos tendo apenas o Facebook como canal pago na internet, a tendência é que esse custo seja cada vez maior.

“A postagem de um candidato com menos dinheiro vai atingir menos de 1% dos seus seguidores, enquanto candidatos com muito dinheiro e que já aplicam no Facebook vão poder fazer uma campanha de maior alcance, o que dará uma visão distorcida”, argumenta o professor, que também é membro do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI-Br).

“Muitos eleitores terão a falsa impressão de que aquele candidato é relevante, popular e bem visto quando comparado a outros invisíveis, quando na verdade ele só aparece em sua “timeline” porque pagou para que isso acontecesse e grande parte das suas interações positivas podem ser falsas, produzidas por “chatbots”, isto é, perfis artificiais que simulam conversas e interação”, acrescenta Sivaldo Pereira da Silva, professor da Universidade de Brasília e coordenador do Centro de Estudos em Comunicação, Tecnologia e Política (CTPol).

Para Renata Mielli, jornalista e coordenadora do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação, a abertura de propaganda privilegia os anúncios em somente uma plataforma, o Facebook, e impede que candidatos optem por outros sites ou canais na internet. “Criar distinção entre esses espaços não é compatível com uma postura mais equilibrada e democrática dentro das regras do jogo eleitoral”, defende.

Mielli acrescenta que há o problema da falta de transparência na disseminação dos conteúdos publicados. “O Facebook seleciona o que as pessoas visualizam na ‘timeline’ por meio de algoritmos e isso não é transparente. Isso pode gerar uma invisibilidade de candidatos com menos recursos enquanto outro serão privilegiados”, alerta.

Facebook

Agência Brasil entrou em contato com o escritório do Facebook no Brasil. Mas a empresa informou que não dispunha de uma posição oficial sobre a reforma eleitoral.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Veja o que abre e o que fecha no feriado desta sexta-feira na Paraíba

feriadoO feriado estadual desta sexta-feira (5), que comemora a fundação do estado da Paraíba e da cidade de João Pessoa, altera o funcionamento de repartições públicas municipais, estaduais, transportes públicos, bancos, shoppings e opções de lazer.

Poder público
Segundo a prefeitura de João Pessoa, as repartições municipais estarão fechadas. Já na prefeitura de Campina Grande, foi decretado ponto facultativo.

O Tribunal de Justiça da Paraíba e a Justiça Federal no estado não terão expediente em todas as unidades.

Bancos
O Sindicato dos Bancários da Paraíba informou que não haverá atendimento nas agências bancárias, e a população pode utilizar os canais alternativos de atendimento bancário, como os caixas eletrônicos.

Shoppings
Em alguns shoppings de João Pessoa o funcionamento será normal. O Mag Shopping e o Mangabeira Shopping estarão abertos das 10h às 22h. O Manaíra Shopping funcionará das 10h às 22h30. No Tambiá Shopping, no centro da capital, o funcionamento começa a partir das 12h e vai até as 20h.

Comércio
Conforme o Sindicato dos Empregados do Comércio, em João Pessoa, e o Sindicato dos Comerciários em Campina Grande, a abertura dos estabelecimentos fica a critério do comerciante. Decidindo abrir, os funcionários deverão receber um valor extra, além de folga em outra data.

Trens
De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), os trens não vão funcionar durante o feriado desta sexta-feira (5). No sábado (6), o funcionamento retorna ao normal, das 4h20 às 14h.

Lazer
O Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica) funciona normalmente durante o feriado. Abrindo às 8h e fechando às 16h, com a entrada custando R$ 2. Crianças de até sete anos e idosos não pagam. A Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes funciona em esquema de horário de fim de semana e feriados, com abertura às 10h e fechamento às 19h e entrada gratuita.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Programa ‘Mais Médicos’ abre 276 novas vagas, com chances na Paraíba

medicoO programa Mais Médicos, promovido pelo governo federal, abriu mais 276 vagas em todo o país, nesta quarta-feira (15). Na Paraíba, estão sendo oferecidas três vagas para médicos que queiram trabalhar nos municípios de Cachoeira dos Índios, no Sertão paraibano, a 507 km de João Pessoa; Itaporanga, também no Sertão, a 427 km da Capital; e Picuí, Sertão, a 240 km de João Pessoa. As vagas são para profissionais com diplomas revalidados. Veja a lista das cidades com vagas em todo o Brasil.

As oportunidades tinham sido abertas desde o último chamamento, ocorrido em janeiro deste ano, mas não foram preenchidas ou surgiram após desistências ou desligamentos de profissionais.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Os médicos interessados em participar do programa podem se inscrever até o dia 19 deste mês, por meio da página do Mais Médicos. No momento do cadastro, os candidatos devem escolher entre a pontuação adicional de 10% nas provas de residência, atuando na unidade básica por, no mínimo, 12 meses, ou permanecer no município por até três anos e obter benefícios como auxílios moradia e alimentação pagos pelas prefeituras.

Nos dias 20 e 21 deste mês, os profissionais inscritos devem indicar até quatro cidades de diferentes perfis onde desejam atuar conforme a sua prioridade. A concorrências vai ser feita apenas entre candidatos inscritos em um mesmo município.

A classificação na concorrências das vagas foram estabelecidas as seguintes regras: ter título de Especialista em Medicina de Família e Comunidade; experiência comprovada na Estratégia Saúde da Família; ter participado do Programa de Educação pelo Trabalho – PET (Vigilância, Saúde, Saúde da Família e Saúde Indígena); do VER-SUS; do ProUni ou do FIES.

Como critérios de desempate vão ser considerados a maior proximidade entre o município desejado e o de nascimento e ter maior idade.

Não podem ingressar neste edital candidatos que participaram das chamadas anteriores do Mais Médicos e que tenham sido desligados por descumprimento de normas ou das regras do Programa. Caso as vagas não sejam preenchidas, o edital será aberto aos brasileiros que se formaram no exterior e, em seguida, aos profissionais estrangeiros.

A previsão do governo, é de que os aprovados neste edital sejam chamados para iniciar as atividades no mês de agosto deste ano.

 

 

portalcorreio

MPF-PB abre inquéritos para apurar desvio de verbas em 58 municípios

ministerio_publico_federalO Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba já instaurou inquéritos civis para apurar indícios de irregularidades em 58 municípios do estado, de janeiro até a sexta-feira (13). A investigação analisa o desvio de dinheiro público de verbas para educação, saúde, habitação, saneamento básico, equipamento turístico e infraestrutura, por meio de convênios e programas sociais mantidos pela União.

Foram 12 procedimentos em janeiro, 38 em fevereiro e 8 na primeira quinzena de março. A maioria envolve gestores e ex-prefeitos municipais de Santa Rita, Sossego, Livramento, Princesa Isabel,Mamanguape, Itaporanga, Pocinhos, Puxinanã, Serra Redonda, Taperoá, Umbuzeiro,Boqueirão, Aroeiras, Cubati, Alcantil, Uiraúna, Juarez Távora, Mari, Lucena, Pitimbu e Caaporã.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O procurador Sérgio Rodrigo de Castro Pinto abriu dois inquéritos civis na semana passada em Santa Rita, na Grande João Pessoa. O primeiro vai apurar supostas irregularidades na concorrência pública que tinha como objeto o melhoramento em infraestrutura da creche no bairro Marcus Moura com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A licitação ocorreu em 2011, na gestão do ex-prefeito Marcus Odilon.

Já o atual prefeito Reginaldo Pereira está sendo investigado no segundo inquérito, por suposta irregularidade na dispensa de licitação, que tem por finalidade contratar Instituição para a Realização e Formação Inicial e Continuada do Programa de Educação de Jovens e Adultos, Brasil Alfabetizado. Segundo a assessoria jurídica dos envolvidos, eles ainda não foram intimados pelo MPF.

No sertão
No Sertão, o prefeito atual de Princesa Isabel, Domingos Sávio, e dois auxiliares são alvos de investigação do procurador da República Renan Paes Félix, por supostas irregularidades no manejo de recursos federais do FNDE.

Ainda no Sertão, o ex-prefeito de Itaporanga Djaci Brasileiro também está na mira do MPF por causa de “irregularidades nos autos do Pregão Presencial nº. 13/2009”, para aquisição de alimentos para a merenda escolar. Relatório da Controladoria Geral da União apontou que os valores finais das empresas vencedoras somaram R$ 421.133,60.

Pincipais irregularidades apuradas
– Desvio de recursos federais do FNDE e Fundeb;
– Desvio de verbas para construção de unidades habitacionais;
– Má aplicação de recursos da União em programas de saúde;
– Irregularidades na execução de obras sanitárias domiciliares;
– Destinação diversa dada a equipamentos doados pela União;
– Denúncias de enriquecimento ilícito de construtora com verba pública;
– Fraudes em processos licitatórios de convênios federais.

 

Do G1 PB

MPF abre inscrições para seleção de estagiários em diversas áreas na Paraíba

estagioO Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba vai abrir de 9 a 15 março de 2015 as inscrições do processo seletivo para o programa de estágio da Procuradoria da República na Paraíba (PR/PB) e das Procuradorias da República nos Municípios (PRMs) de Campina Grande, Patos, Sousa e Monteiro. Na capital paraibana as vagas são para as áreas de Administração, Ciências Contábeis, Biblioteconomia, Informática – Desenvolvimento de Sistemas, Engenharia Civil, Jornalismo e Publicidade. Já no interior do estado as vagas contemplam apenas a área de Administração. As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, por meio da página do MPF na Paraíba.
Para participar, o estudante deve estar regularmente matriculado nos cursos das áreas contempladas das instituições de ensino conveniadas com o órgão, as quais estão discriminadas nos respectivos editais. No ato da inscrição, o interessado deve ter concluído, pelo menos, 40% da carga horária ou dos créditos do curso superior, independente do semestre em que esteja formalmente matriculado, devendo-se comprovar tal exigência por meio de declaração assinada e emitida pela instituição de ensino (não servirá como comprovação para habilitação à inscrição apenas o histórico escolar). O documento deverá constar o percentual da carga horária ou dos créditos já cumpridos pelo aluno.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Detalhes – O estágio tem carga horária de 20h semanais e bolsa de R$ 800,00, mais auxílio-transporte no valor de R$ 7,00 por dia trabalhado, seguro contra acidentes pessoais e recesso remunerado de 30 dias anuais, a ser gozado, preferencialmente, nas férias escolares, sempre que o período de duração do estágio for igual ou superior a um ano, ou de forma proporcional, caso o estágio ocorra por período inferior. Os editais reservam às pessoas com deficiência e aos participantes do Sistema de Cotas para Minorias Étnico-raciais, o percentual de 10% das vagas que vierem a surgir ou forem criadas no prazo de validade do concurso.
Será publicado edital na página do MPF na Paraíba com a divulgação de data, horário e local de provas, que terão duração total de três horas com questões objetivas e subjetivas.
Inscrições em duas etapas – A inscrição será realizada em duas etapas. Na primeira, o estudante deve preencher o formulário disponibilizado no site do MPF na Paraíba, com todos os dados pessoais necessários. Ao final, deve imprimir a ficha de pré-inscrição gerada pelo sistema, que é a garantia que o candidato fez a inscrição inicial.
Na segunda etapa, deve-se confirmar a inscrição, pessoalmente, no período de 16 a 20 de março de 2015, levando a ficha de inscrição, os documentos exigidos e, opcionalmente, um pacote de fralda geriátrica, que será doado a uma instituição filantrópica. As unidades que receberão as inscrições presenciais são as seguintes:
Anexo da Procuradoria da República na Paraíba (João Pessoa):
Avenida Júlia Freire, s/n, Expedicionários, Sala 509 do Metropolitan Shopping Empresarial, João Pessoa – PB
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira, e das 9h às 12h, na sexta-feira.
Procuradoria da República no Município de Campina Grande:
Endereço: Av. Noujaim Habib (Av. Canal do Prado), s/n, Catolé, (próximo do Complexo Judiciário).
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira, e das 09h às 12h, na sexta-feira.
Procuradoria da República no Município de Patos:
Endereço: Procuradoria da República no Município de Patos/PB – Avenida Doutor Pedro Firmino, nº 55, Centro, Patos – PB.
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 13h às 20h.
Procuradoria da República no Município de Sousa:
Endereço: Rua Francisco Vieira da Costa, sn, Bairro Raquel Gadelha (ao lado da Justiça Federal), Sousa – PB.
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira, e das 09h às 12h, na sexta-feira.
Procuradoria da República no Município de Monteiro:
Endereço: Rua José Araújo Japiassu, 286, Centro, Monteiro – PB.
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira, e das 09h às 12h, na sexta-feira.
Outras informações podem ser obtidas pelo número (83) 3243-0808 ou pelo e-mail prpb-nugep@mpf.mp.br. O anexos constantes nos respectivos editais de abertura trazem os programas de disciplinas para as provas, termo de adesão ao sistema de cotas para minorias étnico-raciais e formulários de solicitação de recurso para as provas objetivas e subjetivas.

Assessoria

 

Novo promotor abre acusação contra Cristina Kirchner, diz jornal

cristina-kirchnerO promotor argentino Gerardo Pollicita, novo responsável pela investigação do atentado contra a associação mutual judaica AMIA em 1994, que deixou 85 mortos e 300 feridos, deu entrada em uma acusação contra a presidente Cristina Kirchner nesta sexta-feira (13), segundo o jornal “Clarín”.

Ela é acusada de possível encobrimento de iranianos envolvidos no atentado. Também foram indiciados o ministro das relações exteriores, Héctor Timerman, o militante Luis D’Elia e o deputado Andrés Larroque.

Em sua resolução, Pollicita afirma, segundo o Clarín, que deve ser iniciada uma investigação para verificar se houve de fato o encobrimento dos iranianos e se isso pode ser atribuído penalmente aos acusados.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Pollicita assumiu o caso – que será julgado pelo juiz Daniel Rafecas – após a morte do promotor Alberto Nisman, que investigava o atentado. Nisman foi encontrado morto em seu apartamento na véspera de seu testemunho no Congresso sobre as denúncias feitas contra o governo Kirchner.

Ele havia denunciado Timerman e Cristina, entre outros funcionários de alto escalão do governo, de tentar atrapalhar as investigações sobre o atentado.

Segundo o promotor, em troca de acordos comerciais, o governo teria buscado um acordo com o Irã para que os suspeitos pelo atentado escapassem da Justiça.

De acordo com o “Clarín”, a decisão do novo promotor responsável pelo caso oficializa o fato de ele está convencido de que a exposição de Nisman foi feita com base em informações e provas sólidas – por isso acredita que a presidente e os outros suspeitos devem ser investigados.

Na noite de quinta-feira (12), o governo adiantou que apresentará nesta sexta uma queixa por escrito contra a denúncia de Nisman. “Não existe prova alguma, nem sequer de caráter ‘circunstancial’, que demonstra a existência de condutas atribuíveis à presidente da Nação oua funcionários do governo nacional que podem se enquadrar em ‘atos criminosos’”, diz o texto, adiantado pelo “Clarín”.

Pollicita não pensa o mesmo – por isso decidiu investigar a presidente. De acordo com o jornal, ele vai solicitar ao juiz Rafecas que sejam tomadas ações para recolher documentos em órgãos públicos que poderiam estar ligados ao suposto pacto entre Argentina e Irã firmado no caso AMIA

G1

MEC não abre mão de média do Enem para contratos de financimento estudantil

mecO Ministério da Educação (MEC) não vai abrir mão de exigir média de 450 pontos nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para acessar o Fundo de Financiamento (Fies). Segundo o secretário executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, o Sistema Fies estará aberto para novos contratos “muito antes de abril, estamos trabalhando com questão de dias”, disse sem informar a data precisa.

O secretário participa hoje (10) de seminário com a Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES). As mudanças no Fies, feitas por meiEstudantil o de portaria no final do ano passado, provocaram queda das ações de grande instituições educacionais e causaram polêmica no setor, pela possível redução de contratos.

“Do princípio da qualidade não se abre mão”, diz o secretário em relação à pontuação. De acordo com ele, dos mais de 6,1 milhões de candidatos que fizeram o Enem em 2014, quase 5 milhões alcançaram a pontuação.

O secretário diz que a questão dos repasses às instituições, reduzidos pela portaria de 12 para oito vezes por ano, está sendo discutida e que a pasta busca um acordo junto com as entidades. Para os estudantes, o sistema está aberto para aditamento de contratos em andamento, mas ainda está sendo reformulado para novos financiamentos. “O ministro da Educação [Cid Gomes] tem dialogado com o Ministério da Fazenda e com a Casa Civil para que tenhamos um prazo com a urgência que o próprio calendário e o início das aulas nos impõem”, reforça Costa.

O novo sistema trará mudanças. A intenção é que seja semelhante ao Programa Universidade para Todos (ProUni) e ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em que as instituições oferecem as vagas e os estudantes escolhem. “Acho que é um sistema vitorioso e está sendo dialogado levá-lo para o Fies. Ele não é limitador, pelo contrário, otimiza a utilização das vagas e contribui para que a pessoa possa escolher com qualidade o curso que quer”, adianta Costa.

Apesar do sistema estar aberto para renovações, segundo as instituições isso não está sendo possível para as mensalidades que tiveram reajuste acima de 4,5%. De acordo com a ABMES, quando a instituição atualiza a mensalidade aparece uma mensagem de erro. Consequentemente, os estudantes dessas instituições também não conseguem fazer a renovação. A entidade diz que a média de reajustes para este ano, que é feita acima da inflação, foi 10%. Costa diz desconhecer o problema e que espera uma análise técnica da questão.

Para o presidente da ABMES, Gabriel Mario Rodrigues as mudanças foram preciptadas. “Normalmente as instituições planejam o ano seguinte em novembro e em dezembro. Elas têm expetctativa de despesa de contratação de professores, então quando o planejamento econômico já está feito, vem uma mundaça que ninguém esperava”.

De acordo com ele, a porcentagem que o financiamento representa para as instituições vária de 30% a 70%. “As portarias penalizam as instituições que já tinham feito o planejamento financeiro, são menos recursos, menos alunos e menos professores, que poderão ser demitidos”.

A ABMES segue dialogando com o MEC, eles pedem que a implementação das mudanças seja feita aos poucos, ao longo de três anos. Desde 2010, o Fies acumula 1,9 milhão de contratos e abrange mais de 1,6 mil instituições.

Agência Brasil

Previdência Social abre concurso com remuneração de até R$ 6 mil

previdenciaO Ministério da Previdência Social abriu um concurso simplificado para contratação temporária de 40 profissionais com salários que variam entre R$ 1,7 mil e R$ 6.130. As vagas são de nível médio e superior e para a área do Programa de Apoio à Modernização da Gestão do Sistema da Previdência Social (Proprev – Segunda Fase).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Nível superior

Entre os cargos estão os de profissional de nível superior III / financeira; profissional de nível superior III / contratações; profissional de nível superior III / tecnologia da informação; profissional de nível superior IV / cálculo atuaria; profissional de nível superior IV / análise de legislação previdenciária; profissional de nível superior IV / análise de demonstrativos contábeis; profissional de nível superior IV / análise de investimentos; profissional de nível superior IV / análise de comprovante de repasse e parcelamento; profissional de nível superior IV / análise e tratamento de dados.

Nível médio

Outras oportunidades são de profissional de nível médio I / administrativo; profissional de nível médio II / administrativo (tecnologia da informação).

Edital e inscrição 

O edital está disponível em endereço eletrônico e as inscrições devem ser feitas através do site da organizadora até o dia 30 de janeiro de 2015. As taxas variam entre R$ 55,85 e R$ 62,83.

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas em Brasília nos dias 14 e 15 de março. A contratação dos aprovados é de 1 ano e há chances de prolongar o contrato por até 4 anos.

 

portalcorreio

Joana Machado abre o jogo sobre sexo e diz: ‘frescura na cama não dá’

joanamachadoSe há declarações polêmicas e situações “bafônicas”, pode ter certeza que tem Joana Machado no meio. A personal trainer de 33 anos, que ficou conhecida após namorar o jogador de futebol Adriano, posou para o Paparazzo, em ensaio vai ao ar nesta sexta-feira, 12, e soltou o verbo: “É claro que para um relacionamento dar certo precisa ter lealdade e cumplicidade. Mas ninguém vive sem sexo. Se não tiver sexo, esquece. O resto se torna até secundário. Sou tarada por sexo, gosto muito”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Joana, que há quase quatro anos namora o policial Junior Figueiredo, diz que não tem um tipo preferido de homem. Para a a loira, o importante é que ele não tenha pudor na hora “H”.

“Não tenho essa coisa de estereótipo. Acho que homem tem que ser homem, não gosto de cara metrossexual. Aquele que na cama fica de frescura então, não dá. Homem que não faz sexo oral não serve para nada. A gente não faz neles? Eles não querem? A gente também quer. Homem com nojinho não presta para nada, joga fora”, detona a personal.

A loira conta que não dispensa uma boa preliminar: “Pode ser tão boa e até melhor do que o sexo. É muito importante e é ótimo você ir entrando no clima, ir ficando com aquele tesão. Mas às vezes você está de saco cheio e quer que vá rápido, né? Ainda mais com anos de casamento (risos). Falo isso brincando, gosto muito de sexo e nunca escondi. Tudo é bom e é importante, mas para ser uma rapidinha, tem que ser bem feita”.

vei2.jpg

180 Graus

Feriado fecha órgãos públicos e bancos na Paraíba, mas comércio abre

FeriadoO feriado religioso do dia de Nossa Senhora da Conceição, comemorado nesta segunda-feira (8), altera o funcionamento das repartições públicas da Paraíba, mas o comércio deve ter poucas mudanças na rotina.

Órgãos públicos

O Governo do Estado, por exemplo, publicou uma portaria no Diário Oficial da quinta-feira (3), considerando ponto facultativo nas repartições estaduais da administração direta e indireta do poder executivo na segunda-feira, dia do feriado religioso. Os serviços essenciais como: ambulâncias, fiscalizações da Secretaria da Receita, Administração Penitenciária, Segurança e Defesa Social, além das Polícias Civil e Militar vão funcionar normalmente. Na prefeitura municipal de João Pessoa não terá expediente.Mas, alguns serviços considerados essenciais oferecidos pelo governo municipal, como o da Autarquia Municipal de Limpeza (Emlur) e do Serviço Móvel de Urgência (Samu) vão funcionar normalmente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Comércio

Na capital não terá alteração no horário de funcionamento dos shopping centers e nem dos trens . No caso do comércio, trabalhar no feriado fica a cargo da negociação entre os comerciantes e funcionários, pois as lojas podem funcionar livremente até às 18h, contanto, que os donos de loja paguem R$ 42 e mais uma folga aos funcionários. As agências bancárias somente reabrirão na terça-feira.

Shopping Centers

Manaíra – O Shopping Manaíra segue o esquema de funcionamento do mês de dezembro. As lojas e praça de alimentação abrem a partir das 10h e o expediente encerra às 23h. Shopping Sul – Localizado no bairro dos Bancários, o Shopping Sul também vai funcionar nos horários definidos para o mês de dezembro, de 10h até às 22h. Mag Shopping – Funcinamento normal das 10h até às 22h. Lojas e praças de alimentação só vão alterar horário a partir do dia 18 de dezembro, em um esquema para as Festas de Fim do Ano. Shopping Cidade – Funcionando no Centro de João Pessoa, na Praça 1817, o Shopping Cidade não fará mudanças no funcionamento. O local abre normalmente das 9h até as 18h30. Shopping Sebrae – A partir da próxima segunda-feira (8) o Shopping Sebrae vai abrir às 9h e vai fechar às 21h. Shopping Tambiá – As 150 lojas e a praça de alimentação abrirão às 9h. O fim do expediente será às 21h e a praça de alimentação uma hora mais tarde. O Shopping Tambiá fica na Avenida Deputado Odon Bezerra, em Tambiá.

G1