Arquivo da tag: abastecer

Tião Gomes reforça pedido para construção da barragem Chã da Pia que vai abastecer o Brejo da Paraíba

O deputado estadual Tião Gomes (Avante) encaminhou requerimento ao governador João Azevêdo (PSB) solicitando a construção da Barragem de Chã da Pia, situada na zona rural do município de Areia, na região do Brejo do estado.

No documento apresentado nesta terça-feira (04) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Tião Gomes disse que a barragem vai melhorar o abastecimento em seis cidades da região.

“Esse pedido se justifica, haja vista que esta barragem ficará situada entre os municípios de Areia, Arara e Remígio. Uma obra que beneficiará o abastecimento dos municípios de Solânea, Casserengue, Esperança, Bananeiras, além de Arara e Remígio”, explicou.

O deputado lembrou que essa é uma luta antiga do seu mandato, pontuando que a barragem resultará no desenvolvimento e ofertará melhor qualidade de vida à população do Brejo.

“Fizemos uma pesquisa e encontramos um projeto datado do ano de 1985, apresentado pelo secretário da época, Zé Silvino, para construção da barragem de Chã da Pia na gestão do ex-governador Wilson Braga. Desde então, venho lutando para que essa barragem saia do papel e se torne realidade no intuito de resolver de uma vez o problema de abastecimento de água na região”, disse o parlamentar.

Tião Gomes finalizou informando que já foi autorizado um estudo técnico na localidade.

“Conversei com o nosso governador João Azevêdo e ele autorizou o competente secretário de infraestrutura e recursos hídricos do estado, o engenheiro Deusdete Queiroga, a realizar um estudo completo para possibilitar a construção dessa importante obra. Tenho fé em Deus que estarei participando da inauguração da barragem de Chã da Pia muito em breve”, afirmou o deputado Tião Gomes.

 

portaldolitoralpb

 

 

Sistema orçado em R$ 4 mi vai abastecer comunidades em Bananeiras, Cacimba de Dentro e mais 40 cidades da PB

agua-torneiraComunidades da Zona Rural de 42 municípios paraibanos vão ser contempladas, até o fim de abril, com um sistema simplificado de abastecimento de água. Segundo o diretor do Departamento Nacional de Obras contra Seca na Paraíba (DNOCS-PB), Alberto Gomes, o objetivo é auxiliar moradores de áreas mais afastadas de reservatórios a enfrentar o período de estiagem prolongada.

Alberto Gomes explica que cerca de R$ 4 milhões estão sendo investidos nas obras, que incluem construção de um poço, um cata-vento, uma pequena adutora, uma caixa d’água e um chafariz com três saídas. O montante foi liberado pelo destaque orçamentário do Ministério da Integração, após reivindicação do senador José Maranhão (PMDB).

As cidades a serem atendidas são: Cacimba de Dentro, Damião, Picuí, Baraúna, Pedra Lavrada, Soledade, Juazeirinho, Santa Luzia, Taperoá, São José dos Ramos, Mogeiro, Salgado de São Félix, Teixeira, Prata, Serra Branca, Sumé, Nativa, Barra de São Miguel, Monte Horebe, Gurinhém, Fagundes, São Bento, São José do Brejo do Cruz, Belém, Caiçara, São José do Bonfim, Areia, Coremas, Tacima, São João do Cariri, Emas, Monteiro, Nova Olinda, Jacaraú, Guarabira, Belém, Piancó, Livramento, São José de Piranhas, Parari, Bananeiras e Cubati.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

RC inaugura adutora emergencial que vai abastecer 14 cidades da PB a partir desta terça

adutora-sumeUma adutora emergencial será inaugurada nesta terça-feira (28) para atender 14 municípios do Cariri da Paraíba. A obra está avaliada em R$ 1,4 milhão e deve amenizar os efeitos da estiagem e racionamento para 62,4 mil paraibanos.

A adutora emergencial pertence ao açude de Sumé, que vai reforçar o sistema de abastecimento do Congo.

Serão atendidas as populações dos municípios de Serra Branca, Monteiro, Sumé, Santa Luzia do Cariri, São João do Cariri, Prata, Ouro Velho, Amparo, São José dos Cordeiros, Gurjão, Santo André, Parari, Sucuru (distrito de Serra Branca), Coxixola, Pio X (distrito de Sumé) e Livramento.

 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A adutora foi construída com recursos do Estado e conta com 3 km de extensão e diâmetro de 300 milímetros. Segundo a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), também foram feitas melhorias na estação de tratamento de água do sistema adutor do Congo.

 

A inauguração está marcada para as 11h, com a presença do governador Ricardo Coutinho, em Sumé.

Secom PB

 

Nova barragem tem 50% da capacidade e vai abastecer 30 mil pessoas na PB

barragemA cidade de Alagoa Grande está prestes a ter concluída a Barragem de Pitombeiras, que está com 85% das obras prontas e já acumula 1,5 milhão de metros cúbicos de água, metade de toda a capacidade. Mais de 30 mil moradores da cidade, que fica a 103 km de João Pessoa, deverão ser atendidos pela nova barragem.

De acordo com o engenheiro Haroldo Sobreira, da Secretária da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia (SEIRHMACT), o barramento do manancial foi concluído recentemente e, no momento, está sendo finalizada a laje do sangradouro, faltando apenas o muro lateral e o poço de alívio para o término da obra.

Segundo ele, a previsão é que o Estado entregue a barragem totalmente concluída até dezembro deste ano.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Com as obras iniciadas em 2013, a barragem com 120 metros de comprimento, teve investimentos de aproximadamente R$ 7 milhões provenientes do PAC Estiagem. Denominada João Bosco Carneiro, a barragem vai reter as águas do Riacho Pitombeiras, afluente esquerdo do Rio Mamanguape, e deve atrair novos investimentos e ajudar a aquecer a economia local.

 

 

portalcorreio

Lei estadual obriga postos a informar se é mais vantajoso abastecer com gasolina ou álcool

glauberto-bezerraO promotor de Justiça e de Direito do Consumidor de João Pessoa, Glauberto Bezerra, comentou que em reunião com o Sindipetro e representantes dos PROCONs municipais ficou determinado que seja afixado em postos informações sobre o que é mais vantajoso, abastecer com Gasolina ou álcool.

Bezerra lembrou que a maioria da frota nos dias atuais é flex e destacou que a decisão é do consumidor sobre se vai abastecer com gasolina ou álcool. “Só vai agir em seu benefício se tiver as informações corretas e a legislação determina isso. É lei estadual”, diz.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A lei põe à disposição do consumidor e obriga revendedores de combustível a dar a informação da diferença percentual e em conjunto com os PROCONs municipais e MP Procon fizeram uma recomendação  primeiro aos donos de postos cumpram o que determina o código do consumidor: Não praticar preço abusivo e proporcionar o direito à informação.

De acordo com o promotor, quem for encontrado praticando preço abusivo, distribuidoras ou revendedores, os culpados serão punidos administrativamente com multa, civil por dano moral coletivo e penalmente.

Marília Domingues / Marcos Weric

 

Governo vai providenciar carros-pipas para abastecer cidades de Belém, Caiçara e Logradouro


Diretores da  Cagepa,  Defesa Civil estadual e Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais (CDRM) estiveram reunidos nessa quinta-feira (27), na Gerência Regional da companhia, em Guarabira. A reunião serviu para adotar medidas que visam minimizar o desabastecimento de água das populações  das cidades de Belém, Caiçara e Logradouro, além dos distritos de Rua Nova, Cachoeirinha e Braga. O manancial de Lagoa do Matias, que abastece esses municípios, entrou em colapso total.

Durante a reunião ficou acertado que a Defesa Civil utilizará água da estação de tratamento da Cagepa, localizada na cidade de Pirpirituba, para abastecer as áreas atingidas por meio de carros- pipa. “O governador determinou que todas as providências que estão ao alcance do governo sejam adotadas. Para isso, é fundamental o apoio das prefeituras para firmar parcerias. Estamos com técnicos da CDRM e Defesa Civil fazendo visitas às cidades para nos  reunirmos  com os prefeitos e, de imediato, começar a agir”, disse o diretor de Operação e Manutenção da Cagepa, engenheiro Marco Túlio Zírpolo.

De acordo com o presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, por determinação do governador, técnicos da companhia estão elaborando um projeto que possa viabilizar a construção de uma adutora de água bruta no açude de Canafístula I visando reforçar o volume de água da barragem de Lagoa do Matias.  “O governador determinou que a companhia  apresente  uma solução para resolver esse problema a médio prazo. Além do projeto de construir uma adutora no açude de Canafístula I, estaremos realizando um estudo técnico para diagnosticar a possibilidade de ampliação da própria barragem de Lagoa do Matias”, disse o presidente.

Perfuração de poços – O diretor da CDRM, Marcelo Falcão, assegurou que a prioridade do Governo do Estado será a perfuração de poços artesianos para atender emergencialmente os moradores que sofrem com o desabastecimento. “Queremos apenas o compromisso dos prefeitos para disponibilizar um local público para a perfuração do poço. Depois testaremos a qualidade água e a consequente instalação de equipamentos para colocar a água à disposição das pessoas”, explicou Falcão.

Os chefes das agências locais da Cagepa de Belém, Caiçara e Logradouro ficaram encarregados de fazer um levantamento dos poços já existentes, mas que estão desativados, para que a Defesa Civil desloque seus técnicos para reativá-los.

Assessor de Imprensa Jota Alves para o Focando a Notícia

Pernambucanas são presas quando tentavam abastecer o tráfico de drogas no Sertão

Imagens: Folha do Sertão

Dois quilos de maconha prensada e um de cocaína foram apreendidos nesta quarta-feira (10), na divisa das cidades de Aparecida e Pombal, no Sertão paraibano. A droga, que vinha de Pernambuco, seria para abastecer o tráfico no município de Sousa, na mesma região. Duas pernambucanas e um casal foram presos.

De acordo com a Polícia Militar, policiais estavam realizando uma blitz da Operação Nômade quando no Posto Maringá em Pombal parou um veículo de transporte alternativo do tipo Veraneio.

Os passageiros desceram do carro e durante a revista os policiais do BOPE perceberam o nervosismo das quatro pessoas. Ao revistá-la, os militares encontraram a droga dentro de uma bolsa. O entorpecente vinha da cidade de Caruaru, no Estado de Pernambuco.

Ana Paula da Conceição, 27, e Rosileide Maria da Conceição, 24 anos, foram presas e confessaram que a droga seria entregue na cidade de Sousa. Elas receberiam R$ 2.500 pelo transporte dos produtos.

Durante o flagrante, as acusadas receberam uma ligação comunicando que o entorpecente seria entregue na cidade de Uiraúna.

Os policiais acompanharam as acusadas e quando chegaram no local combinado prenderam o casal identificado como Jéssica Aline da Silva, 20, e Francisco de Assis Sousa da Silva, 19 anos. Uma lista de clientes foi encontrada com o grupo.

A prisão foi feita por policiais do BOPE, Choque e do serviço de inteligência do 14º Batalhão de Polícia Militar em Sousa.

portalcorreio

Produtos da agricultura familiar irão abastecer presídios e restaurantes universitários

As compras institucionais serão permitidas para quem fornece refeições regularmente à presídios, restaurantes universitários, hospitais e quartéis, entre outras instituições federais

Entrou em vigor na quinta-feira (27), com a publicação da Resolução 50/2012 no Diário Oficial da União, a orientação de que cada família de agricultor familiar possa vender até R$ 8 mil em produtos para estados, municípios e outros órgãos do governo federal, além do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Isso será possível com a modalidade Compras Institucionais do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), prevista no Decreto nº 7.775/2012.

Governo do Ceará Um agricultor comercializa hoje R$ 4 mil anuais na modalidade PAA Leite, ele poderá vender mais R$ 8 mil para a prefeitura, por exemplo

  • Um agricultor comercializa hoje R$ 4 mil anuais na modalidade PAA Leite, ele poderá vender mais R$ 8 mil para a prefeitura, por exemplo

As compras institucionais serão permitidas para quem fornece refeições regularmente, como presídios, restaurantes universitários, hospitais e quartéis, entre outras instituições federais, estaduais e municipais.

A aquisição dos produtos poderá ser feita por meio de chamadas específicas para tal modalidade, com dispensa de licitação, nos moldes do PAA, sem necessidade de qualquer formalidade de adesão ou convênio com o governo federal. A resolução é do Grupo Gestor do PAA, coordenado pelo MDS em parceria com o MDA.

Mais renda

A renda dos produtores poderá aumentar em até R$ 8 mil por ano, mesmo que eles já comercializem em outras modalidades do PAA. Assim, se um agricultor comercializa hoje R$ 4 mil anuais na modalidade PAA Leite (valor máximo para essa modalidade), ele poderá vender mais R$ 8 mil para a prefeitura, por exemplo. Além desses, os limites anuais no PAA são: R$ 4,5 mil/ano na modalidade Compra com Doação Simultânea; R$ 8 mil/ano na modalidade Compra Direta; e R$ 8 mil/ano na modalidade Apoio à Formação de Estoques.

Mercado

Para a diretora do Departamento de Apoio à Aquisição e à Comercialização da Produção Familiar do MDS, Denise Reif Kroeff, o crescimento do mercado vai se refletir também na economia local. Além de valorizar hábitos regionais de alimentação, os produtos serão mais saudáveis e diversificados, por virem da agricultura familiar, de povos e comunidades tradicionais, quilombolas ou indígenas, destaca a diretora.

O diretor de Geração de Renda do MDA, Arnoldo de Campos, lembra que municípios e estados, com recursos próprios para aquisição de alimentos, poderão comprar da agricultura familiar até mesmo o cafezinho do dia a dia.

Quem vende

Os fornecedores dos produtos serão agricultores familiares, assentados da reforma agrária, silvicultores, aquicultores, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades indígenas, remanescentes de quilombos rurais e demais povos e comunidades tradicionais. Também poderão participar da modalidade as organizações fornecedoras como cooperativas e outras organizações formalmente constituídas.

Para as compras institucionais, os entes federados precisarão atender algumas exigências: os preços deverão ser compatíveis com o mercado local ou regional (conforme estabelece a resolução); respeitar o valor máximo anual para aquisição dos alimentos, que é de R$ 8 mil por unidade familiar; e os alimentos adquiridos deverão ser de produção própria dos fornecedores e cumprir os requisitos de controle de qualidade dispostos nas normas vigentes.

Portal Brasil

Quadrilha assalta carro forte que iria abastecer BB do Shopping Sebrae e foge com dinheiro e reféns

Um carro forte da empresa Preserv, que iria abastecer a agencia do Banco do Brasil, localizada no Shopping Sebrae, no bairro dos Estados foi interceptado e assaltado por bandidos na manhã desta segunda-feira (18).

O assalto aconteceu logo quando os seguranças da empresa estacionaram o veículo por trás do Shopping. Foi nesse momento que quatro bandidos armados surpreenderam e renderam os três funcionários da empresa.

A quadrilha estava vestida com coletes da Polícia Federal e teria feito pelo menos duas pessoas reféns.

Informações extra oficiais ainda dão conta que o valor da quantia roubada foi de aproximadamente R$ 180 mil. No local o clima era de apreensão.

Várias viaturas policiais foram acionadas e realizam diligências no sentido de preservar a vida da vítima, prender os acusados e resgatar o dinheiro.

PB Agora