Arquivo da tag: 3

PB terá mais de 3 milhões de vacinas para febre amarela

A vacina contra febre amarela fará parte da rotina da Paraíba a partir de março de 2019. A decisão foi anunciada, na terça-feira (20), pelo Ministério da Saúde, que passa a recomendar a vacina para todo o Brasil. A resolução foi tomada para que a vacina chegue a alguns estados do Nordeste, Sul e Sudeste que não faziam parte das áreas de recomendação. A ampliação irá ocorrer de forma gradual em todo o país. Apenas São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia manterão a campanha com base nas doses fracionadas.

Na Paraíba, a meta é vacinar 3.085.988 pessoas dos 223 municípios. De acordo com o Ministério da Saúde, a estratégia de ampliação é uma medida preventiva e tem como objetivo antecipar a proteção contra a doença para toda a população em caso de um aumento na área de circulação do vírus. A Secretaria de Estado da Saúde lembra que a Paraíba segue sendo território livre de febre amarela, sem circulação viral. Porém, é necessário que os serviços de saúde públicos e privados estejam atentos a possíveis casos suspeitos.

De acordo com a portaria nº 204/2016 e definição do Ministério da Saúde, indivíduo que apresente quadro febril agudo (até sete dias), de início súbito, acompanhado de icterícia e/ou manifestações hemorrágicas, residente ou precedente de área de risco para febre amarela ou de locais com ocorrência de epizootias em primatas não humanos ou isolamento de vírus vetores nos últimos 15 dias, não vacinado contra febre amarela ou com estado vacinal ignorado, deve ser notificado à Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria de Estado da Saúde em até 24 horas.

A vacina contra febre amarela não é recomendada para todos, pois pode causar eventos adversos. São contraindicados à vacina pacientes em tratamento de câncer, pessoas com imunossupressão, além de pessoas que apresentam reação alérgica grave à proteína do ovo. Além disso, a vacinação contra febre amarela impede a doação de sangue por um período de quatro semanas.

O Ministério da Saúde recomenda que as pessoas realizem a doação de sangue antes da vacinação, para a manutenção dos estoques de hemocomponentes.

Portal Correioeio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Conta de água terá reajuste de quase 3% na Paraíba a partir de Abril

Foi publicada nessa quarta-feira (21), no Diário Oficial do Estado, uma resolução da Agência de Regulação da Paraíba (ARPB) autorizando um reajuste de 2,9% na conta de água dos paraibanos já a partir de abril (30 dias a contar da publicação). O percentual também vale para os valores de multas aplicadas, porém não se aplica na tarifa social.

O reajuste é anual. O último havia ocorrido em fevereiro de 2017, elevando a taxa para 12,39%. Já em 2016 o aumento foi de 21,7%. Segundo a Cagepa, os novos valores levam em consideração fatores como custo da energia elétrica e os produtos químicos usados no tratamento de água.

Ainda em dezembro a empresa havia anunciado o percentual e em janeiro apresentado a proposta de aumento em uma audiência pública, porém a ARPB não havia ainda autorizado.

De acordo com o engenheiro Ricardo Benevides, assessor para Assuntos Regulatórios da Cagepa, o consumo médio atual de uma residência na Paraíba é de 10m³ (10 mil litros) por mês. Segundo ele, 72% dos consumidores residenciais estão nessa faixa de consumo.

Benevides aponta que reajuste é anual. Dos 196 municípios atendidos pela Cagepa em dezembro de 2016, apenas 65 estavam com abastecimento normal, por isso os reajustes eram maiores.

“Agora, este ano a situação melhorou muito. Em dezembro do ano passado esse número já cresceu para 94, devido chegada das águas da Transposição do São Francisco, além das obras internas no Estado, logo a necessidade de reajuste da tarifa diminuiu, pois a curva de volume faturado que vinha descendente, inverteu e ficou ascendente. Com isso, a previsão de faturamento melhorou muito, além do controle rigoroso de gastos que a empresa vem desenvolvendo. Hoje gastamos menos e melhor.”

Érico Fabres do Correio da Paraíba

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Governo federal deve mais de R$ 1,3 bilhão a municípios paraibanos

Obras paradas e abandonadas são realidade em todas as regiões brasileiras, e um problema para os governantes e para a população. Um estudo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) mostra que, só em 2017, o governo federal deixou de repassar mais de R$ 37 bilhões para investimento nessas construções em todo o país. Na Paraíba, o montante devido alcança R$ 1.385.746.396,44.

Ao analisar os dados da CNM, conclui-se que os chamados Restos a Pagar (RAPs) – recursos prometidos para desenvolvimento de projetos nos Municípios e não repassadas – são responsáveis por grande parte do atual de cenário de obras sem conclusão. Soma-se a isso, a burocracia e a ineficiência dos órgãos que atuam diretamente no processo. O estudo traz, na primeira página, a seguinte explicação: “os RAPS são despesas empenhadas, mas não pagas até 31 de dezembro de cada ano”.

Por meio do um fluxograma, o levantamento apresenta o processo que envolve os estágios da despesa pública, representados pelo empenho, liquidação e pagamento. Só nos primeiros meses deste ano, um relatório da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) indica um total de R$ 155 bilhões de Restos a Pagar inscritos no Orçamento Geral da União (OGU). O que soma mais de mais de R$ 6,8 bilhões e indica aumento de 4,6%, em relação a 2017.

“Um crescimento decorrente do volume de despesas empenhadas em 2017 e não pagas no próprio ano, em comparação ao observado em 2016, explica a entidade. Além da redução de pagamento, o estudo sinaliza que o valor de 2018 foi influenciado pela diminuição dos cancelamentos, causada por dois fenômenos: melhora na gestão e menos cancelamento de empenho e/ou postergação dos cancelamentos sem avaliação do governo federal.

Pagamentos 
Ao aprofundar a análise, o estudo mostra que do total de Restos a Pagar inscritos – processados e não processados – R$ 22 bilhões são de outros exercícios. Apesar da disposição do governo em promover os pagamentos de 2016, durante o ano passado, o montante ultrapassa o valor de dois anos atrás. “Fenômeno causado, principalmente, pela inscrição de novos empenhos. Apesar de o pagamento ter sido expressivo em 2017, não foi suficiente para diminuir estoque do valor que o governo deve aos Municípios”, explica o estudo.

Por região, São Paulo, Bahia e Minas Gerais lideram como os maiores valores pendentes de pagamento, correspondendo a 26,08% do total. Por outro lado, Mato Grosso do Sul, Acre e Amapá são os que possuem menos Restos a Pagar, apenas 3,32% do total. No entanto, mais de 90% dos RAPs dos Municípios estão concentram em cinco Ministérios. Os Ministérios das Cidades, da Educação e da Saúde somam mais de R$ 26,650 bilhões, o que corresponde a 71,8% do total.

Problema
Diante dos novos números apresentados, a CNM aponta para um problema estrutural e preocupante, que apesar de ser visto pela população em seus devidos Municípios, envolve outras estâncias do poder público federal. “Há casos em que a despesa já foi liquidada e o governo posterga o pagamento, o que aumenta o RAP processado. Há também casos em que um ordenador de despesa não reconhece um serviço já prestado ou investimento já executado, o que também aumenta o RAP não processado”, mostra o estudo.

O estudo mostra ainda que esses problemas enfrentados nos Municípios são causados, inclusive, pelo não cumprimento do cronograma de execução política, ou seja, os projetos dos governos locais apresentam datas que acabam não sendo cumpridas dentro do mandato dos prefeitos. Isso favorece a União, conforme apontam a entidade, que faz moeda política dos RAPs para suas negociações. E o problema tem tomado proporção maiores, nos últimos anos, que coloca em risco de descrédito generalizado a principal sistemática de investimento público do país.

Veja o estudo completo aqui

CNM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Para o senado Maranhão tem 31,3%, Santiago 16,5% e Lucélio 7% diz pesquisa Correio

eleiçoes-destaque_interno.A primeira rodada de pesquisa para o Senado da República, após o registro das candidaturas no Tribunal Regional da Eleitoral (TRE- PB), realizada pelo Instituto Souza Lopes, traz o candidato da coligação ‘Renovação de Verdade’, o ex-governador José Maranhão (PMDB) à frente da disputa com 31,3%, na consulta estimulada. Em seguida, aparece o ex-senador Wilson Santiago (PTB), que integra a coligação ‘A Vontade do Povo’, com 16,5%. O petista Lucélio Cartaxo, que integra a coligação ‘A Força do Trabalho’, está em terceiro com 7% das intenções de voto.

A pesquisa, realizada em parceria com o Sistema Correio de Comunicação, mostra ainda que o ex-deputado Walter Brito Filho, que concorre pelo PTC, aparece em quarto lugar com 2,7%. Leila Fonseca, do Pros, tem 0,5%; Nelson Júnior, concorrendo pelo Psol, está com 0,3%. Já o candidato do PCO, Gilson Ferreira, último a registrar candidatura, e Rama Dantas, do PSTU, aparecem com 0,1%. Votos brancos e nulos para o Senado, segundo o Instituto Souza Lopes, seriam 16,7%. Outros 24,7% não souberam ou não quiseram responder à consulta estimulada para o Senado.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Espontânea José Maranhão, que já ocupou uma cadeira no Senado, também lidera na consulta espontânea com 12,4% das intenções de voto, seguido de Wilson Santiago (6,8%), Lucélio Cartaxo (3,8%), Walter Brito Filho (0,3%), Vitalzinho (0,1%), Nelson Júnior (0,1%). Com também 0,1% aparecem ainda os nomes de Adriano, Arthur Cunha Lima Filho, Cássio Cunha Lima, Cícero Lucena, José Paulo, Luiz Couto, Pedro Cunha Lima e Rômulo Gouveia. Os votos brancos e nulos somaram 11,9% e 64% não sabem em quem votar ou não quiseram responder.

 

Clickpb

Homem teria matado esposa, morre em acidente e filho de 3 anos do casal relata a PM

acidente--Um homem morreu em um acidente de moto na tarde desta terça-feira (22) depois de supostamente ter matado a esposa na cidade de Soledade, a 165 km de João Pessoa. A polícia chegou até o corpo da mulher depois que o filho do casal, uma criança de três anos, deu as informações.

Os detalhes da ocorrência foram repassados pelo major Sérgio Fonseca, comandante do 10º Batalhão da PM. Segundo ele, o homem teria assassinado a mulher e depois fugido em uma moto pela PB-177, estrada que liga Soledade à cidade de São Vicente, onde teria se jogado na frente de um carro. Ele morreu no acidente. O carro que se chocou com a motocicleta capotou e a moto foi destruída por um incêndio, logo após a colisão. Duas pessoas estariam no automóvel, mas a situação delas após o acidente não foi informada.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

“Essas são as informações iniciais; ainda estamos averiguando e tudo foi baseado no que a criança de três anos informou durante a apuração”, disse o major.acidente--2

De acordo com informações da Delegacia de Polícia Civil em Soledade, a mulher foi encontrada em um matagal da cidade e o Instituto de Polícia Científica já foi acionado para fazer a perícia e dar início às investigações.

Até as 15h30 desta terça-feira (22), o caso ainda estava em andamento e a identificação das vítimas, bem como os detalhes de toda a ocorrência passavam por apurações policiais.

 

Por Alisson Correia

Bilhete do Paraná leva sozinho R$ 3,4 milhões na Mega-Sena

mega senaUm apostador da cidade  de Floresta, no Estado do Paraná, levou o prêmio de R$ 3,4 milhões sorteado neste sábado (19) pela Mega-Sena. Os números sorteados no concurso 1.618 da Mega-Sena foram: 09 – 20 – 24 – 43 – 51 – 52.

Outros 32 acertaram a quina e ganharam R$ 57.692,04. Os 3.161 que acertaram a quadra levaram R$ 834,34 cada um.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Uol

Vitalzinho deve votar relatório preliminar ao projeto da LDO 2015 na terça; Brasil pode crescer 3%

VitalzinhoRelator do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2015, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), deve colocar em votação nesta terça-feira (08) a partir das 14h30 o relatório preliminar da LDO de 2015 na Comissão Mista de Orçamento (CMO).

Em seu texto, Vital do Rêgo reconhece que as projeções para o crescimento da economia brasileira na proposta da LDO (PLN 3/2014) “mostram-se mais otimistas que as expectativas do mercado”. Entretanto, ele entende que os cálculos oficiais “estão amparados em parâmetros fiscais sólidos e refletem uma política governamental direcionada para reverter os efeitos da crise internacional e assegurar estabilidade nos preços e estímulos ao setor produtivo nacional e à geração de empregos”. O relator diz acreditar que o país tem condições de aumentar o PIB em 3% em 2015.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O relatório estipula que cada congressista poderá apresentar até três emendas individuais para integrar o Anexo de Metas e Prioridades, cujo conteúdo, a exemplo de outros anos, não compõe a proposta orçamentária encaminhada pelo governo ao Congresso. Também estabelece que as 15 ações de interesse nacional mais indicadas pelo conjunto dos parlamentares serão acolhidas na versão final a ser votada pela comissão.

Vital propõe que o anexo seja elaborado apenas com emendas coletivas, até porque as emendas individuais estão prestes a ganhar natureza impositiva, dada a aprovação em primeiro turno, no Plenário da Câmara, da PEC 358/2013, que torna obrigatória a execução das programações decorrentes de emendas individuais. A proposta já foi aprovada no Senado.

A Câmara e o Senado possuem em conjunto 34 comissões permanentes e 27 bancadas estaduais aptas a apresentar emendas ao projeto orçamentário. Vital sugere que se restrinjam a apresentação e o acolhimento a apenas três emendas por autor coletivo. Nesse caso, o anexo teria no máximo 183 ações governamentais, o que, na visão do relator, se mostraria mais razoável e compatível com a priorização das despesas.

Ações públicas

Por meio do Anexo de Metas e Prioridades, os congressistas, individual ou coletivamente, têm a oportunidade de priorizar ações públicas, tanto no âmbito da União quanto no dos estados que representam. Na proposta orçamentária em discussão no Congresso, o governo estabelece como prioridade para 2015 as ações do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Programa Brasil sem Miséria e do Minha Casa, Minha Vida, mas sem discriminar o conteúdo e as metas de cada um desses programas.

Vital lembra que os anexos criados nas LDOs dos últimos anos foram vetados. Ele defende a revisão do modelo anterior, em que o documento continha vasta gama de programações, o que acabava dificultando a priorização das ações.

O relator lembra que não há inconstitucionalidade ou ilegalidade quando o Executivo deixa de enviar ao Congresso as metas e prioridades em anexo. A Constituição, observa, não exige a elaboração de um “anexo” de metas e prioridades, mas estabelece a fixação das metas e prioridades.

Mesmo a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/2000), que fixa diversas atribuições da LDO, não especifica um “anexo” de metas e prioridades, mas ressalta que a norma deve atender aos ditames da Constituição.

Vital ressalta que se tornou habitual, desde o início dos anos 1990, a inclusão das prioridades da administração pública federal em forma de anexo nas propostas orçamentárias, ressalvadas as LDOs de 1991, 1996, 2000, 2004 e 2012, cujos projetos, amparados na inexistência de um plano plurianual como parâmetro, não continham o anexo e nem o Congresso decidiu elaborá-lo.

A LDO deve ser votada até 17 de julho pelo Plenário do Congresso. Caso contrário, a sessão legislativa não poderá ser interrompida para o recesso parlamentar nas duas últimas semanas de julho.

A LDO é uma lei anual que disciplina a elaboração da proposta orçamentária. A norma traz ainda as metas fiscais que o governo pretende alcançar no ano seguinte. No texto, o Executivo propõe salário mínimo de R$ 779,79 para 2015.

Reajuste da Polícia Federal

Além do relatório preliminar da LDO de 2015, elaborado pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), o presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO), deputado Devanir Ribeiro (PT-SP), defendeu a votação do PLN 5/2014, que altera a atual LDO (2014), como forma de viabilizar reajuste na remuneração dos cargos de escrivão, agente e papiloscopista da Polícia Federal. O reajuste, que consta da Medida Provisória 650/2014, é fruto de negociação para evitar uma greve da PF.

Paraiba.com.br com Assessoria

 

Prefeito recebe pessoense vencedor do The Ultimate Fighter Brasil 3

cara-de-sapatoO lutador pessoense Antônio Carlos Júnior, o ‘Cara de Sapato’, será recebido nesta terça-feira, às 11h30, pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT). O atleta foi o grande vencedor do The Ultimate Fighter Brasil 3, na divisão dos pesados. A disputa aconteceu no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, no último sábado (31), quando ele superou o veterano Vitor Miranda, de 35 anos.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O encontro entre Cartaxo e Cara de Sapato vai acontecer no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria. O atleta pessoense tem 24 anos e é dono de uma ascensão meteórica. Ele começou a disputar torneios profissionalmente apenas no ano passado. Com a vitória de sábado, o lutador do MMA passa a integrar o rol de atletas do Ultimate Fighing Championship.

 

Cara de Sapato tem 1,85 metros de altura e pesa 96 quilos. A juventude, de acordo com especialistas em MMA, contou a favor do atleta pessoense para a vitória. Durante o confronto, ele impôs um ritmo mais forte e, com isso, não deu chances para Miranda. Com a vitória, Cara de Sapato empatou as conquistas de Chael Sonnen (EUA) e Wanderlei Silva (Brasil).

 

No TUF 3, Cara de Sapato integrou a equipe de Wanderlei Silva, outro atleta consagrado do MMA.

Assessoria

Vereador de Cacimba de Dentro, Neto do (PSD), condenado, pela Justiça a cumprir uma pena de 3 meses de detenção

vereadoEm sentença lavrada pelo respeitado Juiz Rúsio Lima de Melo,
o Sr Antonio Francisco da Silva Neto foi condenado, com base no
que define o artigo 129 do Código Penal Brasileiro, a cumprir uma
pena de 3 meses de detenção, em regime aberto, nos termos do
artigo 33 do citado diploma legal, na cadeia Pública de Araruna, sob
a acusação de ter cometido o crime de lesão corporal leve.
Numa das partes da respeitada sentença, fica decidido que a
mesma não terá substituição da pena por medida alternativa e,
também, sem suspensão da punição, pelo fato de se tratar,
conforme entendimento do julgador, de crime cometido com
violência à pessoa.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Na mesma decisão, determina o Juiz que cópia do termo seja
remetido à autoridade policial, para abertura de TCO, contra as três
testemunhas arroladas pelo acusado, por falso testemunho, o que,
em resumo, configura crime contra o correto andamento da justiça.
Já na parte final, a citada decisão mostra que “Aguarde-se o prazo
recursal” e, que após o trânsito em julgado , arquivem-se os autos,
com a baixa na distribuição, como geralmente ocorre, em casos
semelhantes.

Publicado no domingo,1 de junho de 2014
Da redação
diariodobrejo.com

MÍDIA PARAÍBA

Celulares antigos podem valer até R$ 3 MIL

Guarde o seu nokia azulzinho! Guarde o seu V3 rosa! (esse era só das meninas chics da escola hue)
Quem sabe você vende e compra um iPhone de última geração e ainda saí com um troquinho?! Pois é, tem hipster endinheirado por aí disposto a pagar muita grana pra comprar um celular old sk00l.

O site vintagemobile.fr é especializado na venda de celulares recondicionados, tem gente disposta a pagar até 999 euros (uns R$ 3 mil) por um aparelho. Entre eles, o Nokia 8800 Arte Gold. Os mais baratos, tipo o querido indestrutível da Nokia (aquele azul que dava pra trocar de capa), saem por 34,99 euros (cerca de R$ 105).

nokia antigo

De acordo com o site Daily Mail, o vintagemobile foi criado em 2009 por Djassem Haddad, que imaginava ter poucos consumidores. Porém, segundo ele, desde o início de 2013 as vendas dispararam.Nos últimos três anos, ele vendeu cerca de 10 mil celulares. “Os preços altos são em razão da dificuldade de achar certos modelos, que foram edições limitadas na época”, explicou ao Daily Mail. “A população mais velha está em busca de celulares mais simples”, comenta.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

motorola startac

Você acha que esse site não tem concorrência? Tem sim! O site Lëkki, também francês e também no mercado de aparelhos “vintage”. Além de vender aparelhos antigos “reformados” eles também CUSTOMIZAM aparelhos antigos de acordo com as cores que você quiser. Então  ainda dá pra realizar o sonho de ter um motorola Startac laranja só pra você! O Lëkki também vende  videogames: Game Boy, Nintendo 64 e o Super Nintendo, originais e customizados e em várias cores.

startac-orange

“Muitas redes sociais e um excesso de emails e aplicativos nos fizeram escravos da tecnologia em nosso dia a dia. Mas o Lëkki oferece uma solução, permitindo um retorno ao básico”, declara o site. Ééééé… Talvez não seja tão ~hipster~ assim! Tem momentos que dá saudade aquela época que os celulares só realizavam ligações e mandavam SMS, mas aí não sei ao certo dizer se a saudade é do celular mais simples ou se era de uma época que a vida era mais simples .

Vi na Época Negócios.