STF nega mais uma vez liminar para Cássio; “vamos esperar agosto”, diz tucano

Publicado em sábado, julho 9, 2011 ·

cassio_cunha_limaO Supremo Tribunal Federal negou mais uma liminar ao ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) para que ele assuma o mandato de senador, já que foi o candidato mais votado e não assumiu o mandato por ter tido o registro negado pelo Tribunal Regional Eleitoral e pelo Tribunal Superior Eleitoral com base na Lei Complementar 135/2010.

Com a decisão do próprio Supremo, de não validar decisões que indeferiram registros de candidatos em 2010 baseadas na Lei Ficha Limpa, Cássio requereu liminar para assumir de imediato o mandato, mas teve o pedido negado.

Como os advogados do senador Wilson Santiago (PMDB), que perde o mandato, caso Cássio assuma, entraram com agravos contra posse do tucano, e o ministro Joaquim Barbosa decidiu levar os agravos ao plenário, a defesa de Cássio solicitou uma nova liminar.

Como o STF está em recesso, o presidente Cesar Peluso, assumiu a relatoria da nova liminar e também regou seguimento ao pedido.

Assim, o ex-governador terá que esperar o retorno dos trabalhos no judiciário, para que os agravos sejam apreciados em plenário.

Cássio se pronunciou através do twitter, como de costume e destacou que o presidente do STF não conheceu o pedido Cautelar sob o argumento que o processo está na pauta e certamente será julgado em agosto.

“O que chama a atenção neste caso é a desvalorização do eleitor. Não é um mandato em jogo. Trata-se da soberania popular. Estou firme, sereno, tranquilo e confiante. Vamos esperar agosto. Não deixarei de lutar pelo respeito ao seu voto”, desabafou.

Da redação
WSCOM Online

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627