Sons e Sabores é sucesso em Areia com simplicidade e sofisticação

Publicado em segunda-feira, novembro 11, 2013 ·

Secretarias de Cultura e Turismo e Eventos comemoraram sucesso do Festival Sons e Sabores e ratificaram a parceria êxitosa com Sebrae

culináriaA prefeitura municipal de Areia, no brejo paraibano mais uma vez pôde mostrar o potencial cultural e turístico da cidade, após sediar, em parceria com o Sebrae/PB, o 1º Festival Sons e Sabores do Brejo.

O evento, que está passando por oito cidades da região, está mobilizando restaurantes e a rede hoteleira, mas também a cultura e as comunidades, que recebem oficinas de gastronomia. Em Areia, o festival foi realizado de 08 a 10 de novembro e pôde contemplar e divulgar a gastronomia nos diversos estabelecimentos do município, como também a boa música da região.

Tombada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico Nacional), Areia, além de ter belezas naturais e imortalizadas pelo tempo, também comprovou que é destaque pelo potencial gastronômico e turístico, oferecendo não só ao turista, mas também aos moradores da cidade, um paladar diferenciado e genuinamente paraibano com simplicidade e sofisticação.

As secretarias de Cultura e de Turismo e Eventos do município ficaram responsáveis por tornar a etapa do Festival Sons e Sabores do Brejo em Areia, uma realidade. Segundo a secretária de Cultura, Edilene Félix, a administração foi contactada através do Fórum de Turismo do Brejo para participar do projeto idealizado pelo Sebrae/PB e cuidou logo de aceitar o desafio, já que o evento impulsiona os atrativos do município nacional e até internacionalmente.

“A cidade de Areia tem um potencial turístico enorme e através desse evento, idealizado pelo Sebrae, pudemos mostrar que a cidade também está preparada para receber os visitantes, com opções de lazer, com som, sabor e cultura, hotelaria e opções variadas oferecidas pelo comercio local e a nossa secretaria sempre estará aberta para alavancar ainda mais o nome de Areia”, comemorou.

Já o secretário adjunto de Turismo, Cláudio Gomes, que fez questão de participar de todas as etapas do Festival comemorou o sucesso do evento e destacou que a secretaria está cumprindo uma determinação do prefeito Paulo Gomes, que é incentivar o turismo na cidade, proporcionando parcerias, a exemplo da que foi firmada com o Sebrae, e opções de lazer tanto para os visitantes, quanto para os moradores.

“O Sebrae é um parceiro de luxo no incentivo ao turismo e nós só temos a agradecer o sucesso e ratificar a disposição para a realização dos próximos festivais. A prefeitura abrirá sempre as portas para investir no turismo, que gera emprego, renda e movimenta o comércio local em todos os seguimentos”, disse.

 INGREDIENTES POPULARES GANHAM SOFISTICAÇÃO


O chef Adilson Santana ficou responsável por coordenar a programação gastronômica do festival e disse que se surpreendeu com a riqueza da culinária que já vem sendo desenvolvida no Brejo. “Há uma influência muito grande da cultura quilombola e a forte utilização dos ingredientes locais, como a banana e os produtos da cana de açúcar, especialmente a cachaça e a rapadura”, destaca.

Ele garante que a criatividade dos empresários do ramo está fazendo com que estes ingredientes tão populares ganhem sofisticação em receitas que agradam até os paladares mais exigentes. “Isso ajuda muito a trazer visitantes, que se surpreendem com o que encontram aqui”, comemora.

Uma das propostas do festival é que os restaurantes e bares participantes criem receitas especiais para receber os visitantes. “Os pratos foram incluídos nos cardápios dos estabelecimentos, que continuam recebendo turistas mesmo fora do período em que a programação está mais concentrada em outra cidade”, garante Regina Amorim, Gestora de Turismo do Sebrae, um dos parceiros do festival.


Na cidade de Areia, as degustações começaram na sexta-feira, com o delicioso Calzone de Banana oferecido pela Binnos Pizzaria e lanchonete, além do Croc Sertanejo da Cafeteria Perazzo e o Rubacão saboroso do Bistrõ do Brejo.

No restaurante Bambu Brasil, localizado dentro da Pousada Vila Real, o peixe tilápia é um dos ingredientes que se juntam ao cardápio no prato Tilápia Indígena, que foi um dos destaques do festival. A receita inclui o filé de Tilápia em musseline de banana da terra, com arroz de castanha e coentro.

O roteiro também incluiu o Sítio Casa do Doce, onde se fabrica mais de 70 tipos de doces típicos do Brejo. Ao todo, a cidade de Areia ofereceu 14 pratos no Festival Gastronômico.

 

OFICINAS -Garagem da Arte

No Centro de Areia, o projeto Garagem da Arte oferece oficinas de pintura de bonecas de barro produzidas pelas ceramistas do distrito Chã da Pia.

A ideia foi da artesã Josineide Silva, proprietária da loja de artesanato A Talha. “As ceramistas de Chã da Pia estavam esquecidas e praticamente não produziam mais. Foi então que pensei em criar o projeto para incentivá-las a continuar criando as bonecas e, ao mesmo tempo, oferecer um serviço diferente aos turistas.

Eles adoram participar do processo de produção”, conta Josineide. As oficinas são agendadas com antecedência. No final da aula, o turista pode levar para casa a peça pintada por ele próprio, além de provar um delicioso café com tapioca, queijo, canjica e bolos caseiros.

MÚSICA & ARTE


Além de muito sabor, quem visitou Areia neste final de semana também pôde apreciar uma boa música e atrações teatrais, a exemplo do Turismo de Assombração com a companhia de teatro Art’culados em Cena, que apresentou a peça “Lendas do Cabedelo” em pleno Casarão José Rufino.

Em seguida o grupo Os Boêmios cantou MPB no Coreto da Praça Central e depois os barezinhos ficaram responsáveis por continuar com as apresentações musicais, oferecendo desde o autentico pé de serra até MPB com voz e violão.

Ainda na parte musical, o turista conferiu no Solar José Rufino a apresentação da Filarmônica Abdon Felinto Milanez e a exposição permanente “Arte e Memória”. Já no Coreto da Praça Central, aconteceu ainda o show do grupo Samba no Estilo.

O Festival Sons e Sabores de Areia encerrou as atividades no domingo (10) com a Contação de histórias com elementos sonoros da Companhia FascinArt, de Solânea (PB).

VEJA MAIS PRATOS

Uma mistura dos sabores da cachaça, banana e rapadura com a música regional se transformou em um dos principais atrativos turísticos do Brejo da Paraíba fora do circuito de inverno.

TEXTO: Márcia Dias

Fotos: Clemilson/ Setur

Assessoria PMA

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627