Solânea comemora Dia Nacional da Consciência Negra com apoio do Unicef

Publicado em sexta-feira, novembro 22, 2013 ·

 

02Na última quarta-feira, 20, a Prefeitura Municipal de Solânea promoveu um evento alusivo ao Dia Nacional da Consciência Negra. Uma realização da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV, com o apoio do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), o foco foi refletir sobre a inserção do negro na sociedade brasileira, combatendo o preconceito, a inferioridade da classe cultivada historicamente e o respeito enquanto pessoas humanas.

O evento iniciou nas primeiras horas da manha tomando como ponto de partida a Sede do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (antigo PETI), com uma caminhada na Avenida Governador João Fernandes de Lima em direção à Praça 26 de novembro, ponto culminante do evento. Durante toda a manhã a população solanense pode contemplar apresentações culturais diversas, tais como danças afro, dramatizações, roda de capoeira, contos e leituras inerentes a tradição afrodescendente. Inúmeros alunos contemplaram as apresentações acompanhados por professores (as), diretores(as) e demais funcionários da educação e da assistência social. Na década de 1970, um grupo de quilombolas no Rio Grande do Sul cunhou o dia 20 de novembro como o Dia da Consciência Negra: uma data para lembrar e homenagear o líder do Quilombo dos Palmares, Zumbi, assassinado nesse dia pelas tropas coloniais brasileiras, em 1695. A representação do dia ganhou força a partir de 1978, quando surgiu o Movimento Negro Unificado no País, que transformou a data em nacional.

O Dia Nacional da Consciência Negra foi incluído no calendário escolar a partir da Lei 10.639 de 09 de Janeiro de 2003, a mesma lei torna obrigatório o ensino sobre diversas áreas da História e Cultura Afro-Brasileira. “O nosso objetivo é valorizar e promover a participação social e cidadania para nossas crianças e adolescentes e neste momento estamos juntos dizendo não ao racismo, à discriminação e a todo tipo de preconceito, bem como, valorizando a riqueza da diversidade racial” relatou Jivago Fialho – Psicólogo e Articulador do Selo UNICEF do município de Solânea. O Prefeito Beto do Brasil acredita que valorizar as manifestações culturais ajuda a construir a CIDADE DO BEM que queremos.

Fonte: Prof. Gederlandio A. Santos

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627