Servidores municipais de Solânea podem deflagrar greve para reivindicar Plano de Carreira

Publicado em sexta-feira, outubro 4, 2013 ·

ElmarOs servidores municipais de Solânea podem deflagrar uma greve geral para reivindicar o cumprimento do Plano de Carreira por parte da prefeitura. O sindicato da categoria divulgou, nesta sexta-feira (04), uma nota convocando todos os trabalhadores e trabalhadoras para participarem de uma assembleia geral que será realizada no dia 1º de novembro para debater a proposta de paralisação.
Confira a nota na íntegra:
Caros trabalhadores municipais, historicamente, temos amargado prejuízos e perdas do poder aquisitivo e achatamento de nossos salários. É bem verdade, que desde a fundação do SINDSOL em 12/06/2019, este Sindicato luta pala valorização dos servidores municipais de Solânea, melhores condições de trabalho e tratamento digno nos setores de trabalho. Também é bem verdade, que já conseguimos avançar em algumas áreas como educação e saúde, quanto a direitos dos trabalhadores; o que não nos damos por satisfeitos, pois, ainda temos muito a conquistar através da luta e união classista.
Contudo, existem muitos trabalhadores vivendo em situação difícil em virtude dos baixos salários pagos atualmente pela Prefeitura Municipal de Solânea. Hoje boa parte dos trabalhadores municipais trabalha diariamente muitas vezes tendo que trabalhar o dobro para tapar o buraco deixado pelos apadrinhados de gestão que ficam em pontas de esquinas sem dar expediente e muita vezes recebendo salários superiores aos que trabalham diariamente para manter os serviços de atendimento aos cidadãos solanenses em todas as áreas da administração pública.
Contudo, os esforços dos trabalhadores têm sido pouco ou nada valorizados, historicamente, o Município maltrata seus trabalhadores, não temos aumento salarial dado por parte do Município de Solânea a décadas, e não se confunde aumento salarial visando reparar a perda do poder aquisitivo em virtude de aumento de preço ao longo do tempo com atualização do mínimo nacional, o que ocorre aqui em Solânea; e claro, talvez ocorra por ser ilegal pagar menos do mínimo nacional.
Estamos lutando para mudar esta realidade através da elaboração do plano de carreira, previsto em Lei, garantido pela Lei Orgânica Municipal e descumprido até então pelo poder público Municipal por puro desrespeito ao funcionalismo público. Chegou a hora! Nós, estamos cobrando o que nos deve por direito; não vamos aceitar protelações, falácias com o propósito de fazer o tempo correr sem que aconteça nada de fato.
O Município de Solânea tem utilizado o discurso de crise e falta de recursos sempre que se trata de valorizar os pais de famílias e mães de famílias trabalhadores; mas, ao passo disso, cria nova Secretaria para cumprir acordos políticos, contrata exageradamente e cria cargos comissionados ao bel prazer sem que muitas diretorias, coordenadorias e até mesmo, Secretarias, que não prestem serviços relevantes a sociedade em alguns casos. Isto tem custado caro aos cofres públicos, fruto de um projeto apenas político e nada administrativo.
Também é fato, que o Município tem gasto muito dinheiro com locações de carros e em festas; só no São João, o Município destinou em seu orçamento de 2013, 1 milhão de reais para gastar com o evento; mas, não destinou um centavo para uma política de valorização dos trabalhadores.
Diante os fatos expostos, após esgotadas as vias de negociações a qual estamos buscando e não sendo apresentado o plano de carreira até 30 de outubro, já ficam todos os servidores convocados para assembleia geral para deliberação de greve geral por tempo indeterminado a ser realizada em 1º de novembro. Onde decidiremos pela greve geral caso o Município continue só no discurso e nada de ação as atividades serão paradas e só voltaremos ao trabalho após aprovado nosso plano de carreira.
Solânea 04/10/2013
Elmar dos Santos Lima Neto
Presidente Sindical

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627