Sem apoio e com o Treze em crise financeira, Bebeto do Gesso renuncia a presidência do Galo

Publicado em terça-feira, setembro 22, 2015 ·

bebetoA crise financeira que sacudiu o Treze é bem maior do que a torcida pode imaginar. Eliminado precocemente da Série D do Campeonato Brasileiro, o Galo agora está sem presidente.

O empresário Carlos Alberto da Silva, conhecido em Campina Grande como Bebeto do Gesso, não suportou a crise que o clube atravessa, e o abandono de membros da diretoria, e renunciou ao cargo de presidente do alvinegro. A decisão foi oficializada na noite desta segunda-feira (21) durante reunião do Conselho Deliberativo alvinegro no estádio Presidente Vargas.

O encontro foi iniciado por volta das 20h e se estendeu até as 23h10.

Bebeto, que tinha definido esta segunda como prazo final para tomar uma posição sobre seu destino na agremiação, formalizou sua decisão em uma carta entregue ao presidente do CD do Galo, Robson Régis, conhecido como Boba.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A partir de agora Boba assume interinamente os destinos do Treze, e tem 60 dias para convocar uma Assembleia Geral. A partir de então uma nova eleição deverá ser realizada para definir o próximo presidente do clube.

Bebeto ainda anunciou uma entrevista coletiva para a tarde desta terça-feira (22) no PV. Ultimamente, o dirigente reclamou reiteradas vezes da falta de apoio dos ditos abnegados do Treze.

Os resultados ruins dentro de campo; associada a relação complicada com o presidente do Conselho Deliberativo; a crise financeira, tornaram e insustentável a permanência de Bebeto do Gesso, a frente do Galo. Desde a semana passada ele ameaçava renunciar ao cargo.

Em bombástica entrevista recente, Bebeto relatou a atual situação do alvinegro. Ele disse que nenhum dos atuais dirigentes e abnegados galistas permanece no clube. O presidente disse inclusive que chegou a entregar o cargo, mas que ninguém quis assumir em seu lugar.

– Eu até entendo a situação dos abnegados, eles cansaram. Tem hora que você não pode colocar dinheiro em um local e não ter perspectiva de ter retorno. E só não saí também para que o Treze não fechasse as portas – declarou em um tom amargo e visivelmente emocionado.

Na semana passada, com a possibilidade cada vez mais forte de renúncia do presidente Bebeto Silva, do Treze, o Conselho Deliberativo do clube já se preparava para os próximos passos no cenário administrativo interno. O presidente do Conselho, Robson Régis, disse  que caso Bebeto tomesse mesmo a decisão de deixar o cargo, o comando do clube ficaria a cargo de uma junta administrativa comandada pelo Conselho.

Ainda de acordo com Robson, em caso de vacância do cargo será nomeada uma junta administrativa composta por três nomes, a quem caberá convocar novas eleições em até 90 dias.

Com a eliminação da Série D o Galo ficou sem calendário certo para 2016. O alvinegro disputará apenas o Estadual,e precisará de uma boa colocação para conquistar uma das vagas destinadas à Paraíba para a competição nacional.

PBAgora

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627