Seedorf se assusta com comparação de Ganso a Zidane, diz que são-paulino não jogaria na Europa e frustra Galvão

Publicado em terça-feira, novembro 26, 2013 ·

seedorfEm momento “super sincero” no programa “Bem, Amigos”, o craque holandês Clarence Seedorf frustrou Galvão Bueno e toda a sua empolgação com jogada de são-paulino Ganso, contra o Botafogo, pelo Brasileirão.

“Se eu tivesse narrando e essa bola tivesse entrado, eu diria, sem dúvida alguma, ‘olha o que ele fez, olha o que ele fez, olha o que ele fez’ [bordão do narrador], porque ele fez uma jogada espetacular”, disse Galvão sobre este lance aqui. “Seria o gol do ano”, acrescentou um igualmente animado Reginaldo Leme.

E então Arnaldo Cezar Coelho, no embalo dos colegas, quis saber a opinião de Seedorf: “esse jogador faria sucesso na Europa? Esse estilo dele, esse jeito de jogar?”

A resposta, de tão sincera, não poderia ser mais frustrante para os empolgadíssimos Galvão, Reginaldo e Arnaldo. Eis o que disse Seedorf: “na Itália, ele não passaria assim, não”. Seco. Arnaldo insistiu: “por quê?”

“Porque não deixam. A marcação é diferente. Acho que ele tem muito talento, mas esses momentos não podem ser a descrição desse jogador. Ele pra mim anda um pouco devagar dentro do campo e com esse ritmo não vai dar na Europa”, acrescentou, deixando todos no estúdio num silêncio típico de quem está chocado com o que ouve, talvez com o choque de realidade. Tremenda ducha de água fria.

“Com o talento que ele tem, se coloca também um pouco mais de intensidade no seu jogo, com o talento que ele tem no pé, aí vai ser um jogador diferenciado”, sugeriu o holandês.

E Galvão, não satisfeito, insistiu: “o Pirlo, que jogou com você no Milan, também não corria muito. Ele fazia a bola correr”.

“O Pirlo parece que não corre, mas corre. Depende da posição. O Pirlo joga mais atrás. Se vai jogar armando à frente da defesa [como o italiano Pirlo], tudo legal, mas ele tá jogando mais à frente, e na Europa a marcação é mais forte na zona onde ele joga, então ou você fica mais dinâmico ou vai ficar mais difícil”, rebateu ele, corrigindo Galvão.

E não parou. O próximo a argumentar com Seedorf foi Alberto Helena Júnior. E o fez falando mais uma bobagem: “mas o Zidane era um jogador nesse estilo [do Ganso]”.

E tome aula de Seedorf: “não, não, não. Parece, mas Zidane era muito dinâmico, o tempo todo, no controle de bola e sempre na aceleração. O Ganso para a bola, joga, para a bola. De vez em quando, ele faz jogadas de primeira e aí que vem todo o seu talento. A pergunta foi específica: ‘vai poder jogar assim na Europa?’. Assim, na Europa, vai ser complicado”, esclareceu.

A quem interessar, o SporTV divulgou em seu site o vídeo deste momento do “Bem, Amigos” desta segunda.

 

yahoo

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627