Secretaria faz reunião para discutir normas de prevenção à KPC; desde 2010 foram 19 casos na PB

Publicado em quinta-feira, junho 30, 2011 ·

bacteria1A Secretaria de Estado da Saúde (SES) reúne amanhã (1º) os coordenadores das comissões de infecção hospitalar dos hospitais públicos para discutir as normas e procedimentos de combate e prevenção a bactéria KPC. A reunião está marcada para as 9 horas no auditório do Hemocentro, em João Pessoa. Durante a reunião será elaborado um plano de prevenção, controle e combate a bactéria em atendimento a uma recomendação do Ministério Público. Este ano a SES confirmou um caso da doença e ano passado foram 18.

A gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Júlia Vaz explicou que várias medidas já foram tomadas pelo Governo do Estado em parceria com os hospitais, Vigilância Sanitária e Laboratório Central de Saúde Pública, diretores de hospitais e responsáveis pela Comissão de Infecção Hospitalar das unidades de saúde.

Entre as medidas a SES já enviou uma nota técnica direcionada à rede hospitalar do Estado fazendo recomendações para os cuidados essenciais que devem ser adotados para evitar a contaminação pela bactéria KPC.  Também estão sendo realizadas visitas a todos os hospitais, públicos e privados, que tenham Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para evitar uma reincidência da bactéria. “ Estamos encaminhando uma nova ficha de notificação de microorganismo multirresistente que desenvolvemos, e que deverá ser preenchida pelos hospitais”, disse Júlia Vaz.

Recadastramento – Outra medida adotada pela Secretaria é o recadastramento das comissões de controle de infecção hospitalar dos estabelecimentos de saúde e a cobrança de informações mensais sobre infecção. “Estamos reforçando a necessidade da informação mensal de culturas de microorganismos multirresistentes em todos os pacientes que vão precisar ficar na UTI, principalmente, aqueles que chegam de outros hospitais”, acrescentou.

Higiene – Segundo Júlia Vaz, a higiene, uma medida simples como lavar as mãos quando sair de um paciente para outro, ainda é uma das maiores armas contra a KPC e todo tipo de infecção. Ela informou ainda que o uso do álcool gel deverá ser prioritário nos hospitais.

KPC – A Klebsiella pneumoniae produtora de carbapenemase (KPC) é uma mutação genética responsável por tornar a bactéria resistente aos principais grupos de antibióticos utilizados no tratamento de pacientes debilitados, que geralmente ficam em UTI, por isso, ela é conhecida como multirresistente.

Paulo Cosme

Paraíba.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627