Santos vence na Vila e tira invencibilidade de 15 jogos do Palmeiras

Publicado em sábado, outubro 29, 2016 ·

santosO Palmeiras segue próximo do título de campeão brasileiro. No entanto, agora sem disfrutar de uma longa invencibilidade. Na noite deste sábado, em duelo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos venceu o clássico paulista por 1 a 0, na Vila Belmiro, e deu um passo importante para figurar já na fase de grupos da próxima Copa Libertadores.

O placar na Baixada Santista, resultado do gol de Copete, faz o Palmeiras reencontrar a derrota depois de 15 partidas de invencibilidade na Série A. A equipe comandada por Cuca ainda viu a vantagem na liderança cair depois do empate por 2 a 2 entre Flamengo e Atlético-MG, mais cedo no Mineirão.

O time alviverde, que busca o primeiro título de Série A desde 1994, permanece com 67 pontos, cinco a mais do que o Flamengo. O Santos, em contrapartida, agora aparece como o terceiro colocado, com 61 pontos. O Atlético-MG, com 60, fecha o grupo dos quatro melhores.

Derrotado pela primeira vez desde julho, o líder Palmeiras retorna a campo no próximo domingo, quando, a partir das 17h (de Brasília), encarará o Internacional, no Allianz Parque. O Santos joga no sábado, às 21h, contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli.

Quem foi bem: Luiz Felipe

Os aplausos da torcida para o zagueiro Luiz Felipe, quanto este ameaçou deixar a partida por sentir uma lesão, não foram à toa. O defensor santista se agigantou no clássico deste sábado. Além de demonstrar qualidade na saída de bola, o camisa 2 anulou Gabriel Jesus, principal referência de ataque do Palmeiras. Posteriormente, o jogador não suportou as dores e acabou substituído por Fabián Nogueira.

Quem foi mal: Allione

Apesar de criar uma ótima oportunidade na primeira etapa, quando cruzou bola na medida e quase encontrou Gabriel Jesus, Allione sofreu com o intenso ritmo apresentado pelo Santos na Vila Belmiro. O argentino, opção pela ponta direita, pouco apareceu para o jogo e atrapalhou o desenvolvimento ofensivo do time de Cuca, que jogou nos contra-ataques.

Jesus encerra passagem com jejum em clássicos

A vitoriosa passagem de Gabriel Jesus pelo Palmeiras terminará com uma dose de frustração. A cinco jogos de encerrar a trajetória pelo clube alviverde e se transferir para o Manchester City, o atacante se despede sem anotar um gol sequer nos clássicos estaduais. Em 19 jogos diante de Santos (rival deste sábado), Corinthians e São Paulo, o camisa 33 passou em branco.

Santos tira longa invencibilidade do Palmeiras

A vitória do Santos no clássico deste sábado, além de recolocar o clube da Vila Belmiro na briga pelas primeiras colocações, tirou uma longa invencibilidade do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. A última derrota da equipe de Cuca ocorrera na 17ª rodada: 3 a 1 para o Botafogo, em 31 de julho.

‘Pontas’ não funcionam e limitam ataque do Santos

Copete e Jean Mota viveram uma noite infeliz no clássico deste sábado. Escalados como opções de ataque pelos lados, os dois jogadores apresentaram-se abaixo do nível esperado e prejudicaram o andamento do ataque santista. Precisou Lucas Lima cair mais para o lado esquerdo, nos espaços cedidos por Fabiano, para o time da casa ameaçar a dupla de zaga Yerry Mina e Vitor Hugo.

Palmeiras se dispõe a sofrer na Vila

Em um ambiente hostil como a Vila Belmiro, o Palmeiras agiu desde o princípio para cortar o clima no estádio santista. O líder do Campeonato Brasileiro adotou uma postura mais cautelosa, com avanços em velocidade nos contra-ataques para surpreender os donos da casa. No entanto, erros de passe no último terço de campo prejudicaram ofensivamente o clube alviverde.

Dorival Júnior sofre com desfalque de artilheiro

O desfalque de Vitor Bueno, goleador do Santos no Brasileiro com dez gols, complicou o trabalho de Dorival Júnior. O técnico precisou recorrer a Jean Mota, que não soube explorar o lado de Zé Roberto na defesa do Palmeiras. Nem a movimentação constante de Lucas Lima fez evoluir o ataque dos donos da casa, para frustração do treinador.

Opção de Cuca melhora saída de bola

A escalação de Jean no setor de meio-campo ao invés de Thiago Santos, teoricamente, afrouxaria o sistema de marcação em frente à última linha do Palmeiras. No entanto, a presença do camisa 17 serviu como um alicerce para o clube visitante escapar do sufoco; a qualidade na saída de bola melhorou, e o líder do Brasileiro conseguiu aos poucos diminuir o ímpeto do Santos.

Estreia no gol palmeirense

Aos 22 anos, Vinicius Silvestre venceu a concorrência de Vagner para substituir Jailson, suspenso, e estrear pelo clube de Palestra Itália. O jogador revelado na Academia de Futebol debutou logo em um clássico importante para a reta decisiva do Campeonato Brasileiro. Logo em uma de suas primeiras participações no confronto, o arqueiro alviverde escorregou em campo.

Reverência ao Capita

A emoção apareceu na Vila Belmiro antes mesmo de a bola rolar. O público se silenciou e revêrenciou Carlos Alberto Torres, histórico ídolo santista e da seleção brasileira. Os jogadores dos dois clubes se posicionaram no círculo central e realizaram cada um a sua prece, enquanto os torcedores aplaudiram o eterno Capita, falecido no início da semana.

De olho na tabela

Mais cedo, às 16h30 (de Brasília), Atlético-MG e Flamengo empataram em 2 a 2 em um jogo eletrizante e, consequentemente, deram uma mãozinha para o Palmeiras. Os cariocas ficaram com 62 pontos e os mineiros com 60.

FICHA TÉCNICA
SANTOS x PALMEIRAS

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 29 de outubro de 2016 (sábado)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias e Helcio Araujo Neves (ambos do PA)
Cartões amarelos: Mina, Moisés, Gabriel Jesus (Palmeiras); Lucas Lima, Zeca, Ricardo Oliveira, Fabián Nogueira (Santos)
Público e renda: 13.574 pagantes e R$ 413.390,00
Gols: Santos – Copete, aos 22 minutos do segundo tempo

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe (Fabián Nogueira), David Braz e Zeca; Renato e Thiago Maia; Lucas Lima, Copete (Caju) e Jean Mota (Yuri); Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior.

PALMEIRAS: Vinicius Silvestre; Fabiano (Leandro Pereira), Yerry Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Jean e Tchê Tchê; Allione (Cleiton Xavier), Moisés e Dudu (Rafael Marques); Gabriel Jesus.
Técnico: Cuca.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Comentários

Tags : , , ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627