Estabilidade financeira

Saiba qual é o melhor investimento para você!

Publicado em sábado, Março 23, 2019 ·

Estabilidade financeira, realização de um sonho, aposentadoria tranquila… Não importa o objetivo, o melhor caminho para alcançá-lo é investindo. Esse é o pensamento que pode te diferenciar da maioria das pessoas, principalmente pelo fato de que mais da metade dos brasileiros está endividada.

Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), concebida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 60,1% dos brasileiros começaram 2019 com algum tipo de dívida. Isso mostra como os juros compostos podem ser cruéis!

Funciona como uma bola de neve, implacável, que vai aumentando à medida do tempo. Por esse motivo, são necessários dois pontos: antecipação e planejamento. O primeiro, é sobre entender a economia e trabalhar com todos os cenários, por piores que possam ser; já o segundo, é sobre manter-se estável durante as instabilidades.

Assim, os juros compostos passam a trabalhar a seu favor! Parece simples, não é? Para isso, claro, é preciso paciência e disciplina, mas seguindo o passo a passo, é possível conquistar a independência financeira e, por consequência, realizar seus objetivos.

Antes de tudo, no entanto, é preciso lembrar que quitar dívidas é prioridade. Não é possível começar a investir, sem estar com os débitos zerados, pois a rentabilidade das aplicações seria uma ilusão. Portanto, organize as dívidas e faça um plano de ação para quitá-las o mais cedo possível.

Feito isso, é o momento de colocar os juros compostos para trabalhar: escolha uma — ou mais de uma — aplicação financeira que seja mais adequada a você. Nesse momento, autoconhecimento é a chave para conseguir os melhores resultados.

Como escolher a melhor aplicação financeira?

Existem alguns fatores muito importantes que devem ser levados em consideração na hora de escolher o investimento ideal. Tudo gira em torno do objetivo que se pretende conquistar e, claro, da maneira que se lida com o dinheiro — principalmente com o prejuízo. Assim, é preciso compreender os seguintes pontos: perfil, prazo, orçamento e liquidez.

O primeiro deles é sobre, como dito anteriormente, autoconhecimento. O perfil do investidor é a base para optar por uma ou outra aplicação; afinal, é por meio dele que se analisa a forma de lidar com perdas e prejuízos. Perfis mais conservadores são avessos a riscos, preferem segurança a todo custo; já perfis mais agressivos, arriscam mais por não terem medo de perder dinheiro.

Os outros pontos são relacionados ao objetivo que se pretende conquistar. Qual o prazo para que ele aconteça? Posso aplicar mais dinheiro durante a aplicação? Qual o valor possível? Consigo deixar o investimento render até o vencimento ou corro o risco de precisar desse dinheiro antes do prazo? Essas são perguntas válidas e importantes para se fazer antes de escolher o investimento ideal.

Lembre-se de que, quanto maior for o prazo, mais tempo o investimento tem disponível para render. Do mesmo modo, quanto mais o investidor aplicar mensalmente, melhores os retornos. Por fim, é fundamental que se tenha uma reserva de emergência, para evitar tirar o dinheiro da aplicação antes do prazo, pois quanto maior a liquidez, menor a rentabilidade.

Quais são os melhores investimentos?

Dito isso, é preciso entender que não existe uma aplicação financeira perfeita. Determinado investimento pode ser adequado para um grupo de pessoas e, ao mesmo tempo, não ser ideal para outras. Tudo vai depender dos pontos mencionados acima.

Por isso, vale a pena conhecer-se bem e pesquisar sobre o cenário político-econômico nacional e internacional, para só então, escolher onde investir. Não se esqueça de que paciência é uma característica imprescindível a todo bom investidor!

Melhores opções para perfis conservadores

Para os conservadores, os títulos de renda fixa são os mais indicados. O Tesouro Direto Selic, por exemplo, é ideal para investidores iniciantes, que ainda precisam de uma reserva de emergência, por possuir alta liquidez. Já o Tesouro Direto IPCA é bastante indicado para unir rentabilidade e segurança, mas a investidores que não pretendem fazer resgate antes do prazo.

Além do Tesouro Direto, os títulos privados também funcionam bem para perfis conservadores. As Letras de Crédito são isentas de impostos e possuem rentabilidade bastante interessante — bem próxima à Selic. Os CDBs também possuem rendimento parecido, mas são isentos de taxa de administração, o que também é excelente.

Melhores opções para perfis moderados

Os moderados estão entre conservadores e arrojados, então procuram um equilíbrio entre rentabilidade e risco, abrindo mão um pouco da segurança em nome de retornos mais vantajosos. Por isso, as Letras de Câmbio são muito adequadas, por pagar acima do CDI, um índice de referência da renda fixa.

Outras boas opções são as debêntures, que podem ter mais risco dependendo da instituição financeira, mas são isentas de IR, e os Certificados de Recebíveis Imobiliários, que não possuem cobertura do FGC e por isso têm mais risco de crédito e maior rendimento.

Melhores opções para perfis arrojados

Para os mais agressivos, ainda que estejam mais abertos a correrem riscos, é preciso ponderar quais investimentos podem trazer melhores rentabilidades. Logo de início, ações com bons dividendos para investidores que pensam a curto prazo (Day Trade) são as mais indicadas.

Para esses casos, no entanto, o mais indicado é que se tenha um nível de experiência considerável, pois exigem mais tempo de estudo e paciência. Uma boa dica de melhores ações para investir, normalmente, são de companhias consolidadas no mercado de ações e sempre diversificar os investimentos, para trazer equilíbrio à carteira.

De todo modo, o mais importante é dar um passo de cada vez e encontrar a aplicação financeira que seja mais adequada a seu perfil e objetivo. Para isso, vale inclusive optar por consultorias e profissionais voltados ao mercado, que podem ajudar a encontrar a tão sonhada independência financeira.

 

Conteúdo Gear SEO

 

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627