Saiba o que fazer se não cuidou da pele adequadamente durante o Carnaval

Publicado em sábado, Fevereiro 25, 2012 ·

O Carnaval é uma das festas mais aguardadas pelos brasileiros. Porém, junto com a folia, a alegria e a agitação contagiantes desta data, os dias de comemoração trazem também riscos à saúde. E a pele é uma das mais afetadas. Quem sai nos blocos, cordões ou escolas de samba, ou até mesmo quem aproveita o feriado para descansar na praia ou à beira da piscina, facilmente deixa de lado um dos itens mais importante da festa: o protetor solar. E as consequências são imediatas.

80875_W220Q60I2SASRFHFVRLRRCLCTCRCBSe este é o seu caso, provavelmente agora você deve estar desfilando uma bela “cor de camarão”. Mas, calma, pois nem tudo está perdido. Para quem não se cuidou nos dias de Carnaval e ganhou uma dolorosa queimadura, é possível “dar um jeito” no problema. “O uso de loções pós-sol vendidas em qualquer farmácia, além de hidratantes corporais, junto ao uso do protetor solar, são um santo remédio para aliviar a ardência na pele”, orienta a dermatologia Juliana Maciel, médica cooperada da Unimed João Pessoa.

Mesmo quem se cuidou pode ter sofrido queimaduras. “Como as pessoas transpiram muito mais porque estão dançando, o filtro pode ir se perdendo, por isso é tão comum ficar queimado mesmo aplicando o protetor”, explica a médica, antes de complementar: “Agora, o segredo é não se descuidar do protetor solar e expor-se ao sol somente nos horários permitidos – até as 10h e depois das 17h”.

Segundo Juliana Nunes, a alimentação também é importante para ajudar a pele a recuperar o aspecto natural. Alimentos ricos em betacaroteno (cenoura, acerola, mamão etc), por exemplo, não aliviam as dores, mas ajudam a melhorar o aspecto do bronze. “Não há quantidade estabelecida oficialmente, mas acredita-se que o equivalente a cinco porções por dia dos alimentos citados sejam suficientes para as necessidades diárias”, destaca a médica.

DESCAMAÇÃO

Logo após a queimadura, mesmo com todo o cuidado, é muito comum a pele “descascar”. Para isso, a dermatologista Juliana Maciel indica que o melhor é evitar banhos quentes, pois deixam a pela ainda mais ressecada. “Quem estiver com queimaduras deve também usar produtos com substâncias calmantes com camomila e hidratar bastante a pele mais de uma vez por dia”, orienta.

Além de hidratar, deve ser feita diariamente limpeza de pele com sabonete ou loções para remover impurezas e excesso de oleosidade. Se usar sabonete, procure um com PH próximo ao fisiológico, ligeiramente ácido. Os sabonetes comuns tendem a deixar a pele ressecada. “É importante fazer uma esfoliação uma ou duas vezes por semana, para remoção das células mortas das camadas mais superficiais da pele, evitando, assim, a obstrução dos poros”, indica Juliana Maciel.

Agora, não adianta nada usar um hidratante e esquecer que a hidratação vem de dentro para fora. Portanto, é importante beber muito líquido, no mínimo dois litros de água por dia. Uma dica boa para não esquecer isso é ter sempre à vista uma garrafa de água.

ALERTA AOS HOMENS

Para os homens vaidosos, a médica Juliana Maciel faz um alerta: nada de pegar emprestados os produtos da irmã, namorada ou amiga. As linhas de produtos de higiene e beleza levam em conta as principais diferenças entre a pele do homem e da mulher.

A pele do homem tem mais colágeno, responsável pela firmeza da pele, rugas e linhas de expressão. Ela é mais espessa, por isso, tende a ter menos rugas. Por outro lado, a oleosidade também é mais comum no público masculino, porque possui maior secreção das glândulas sebáceas estimulada pela testosterona, o hormônio masculino.

Para os homens mais vaidosos, existem produtos para clareamento da pele, que ajudam na diminuição de manchas causadas pela exposição solar. “Esta época é indicada para começar este tipo de tratamento em casa. A grande questão para os homens é que se precisa de disciplina para que os resultados destes cremes apareçam”, finaliza a dermatologista.

OUTRAS DICAS

Confira outras sugestões para ajudar a manter a pele saudável:

– Os protetores em gel mostraram-se mais eficazes em estudo controlado, realizado aqui no Brasil. A seguir vêm as loções (os sprays estão nesta categoria) e, por último, os cremes;

– Combinação de sol e frutas cítricas – como limão e laranja – pode ter resultados desagradáveis, que vão de manchas na pele a queimaduras de segundo grau;

– Fique atento a alterações na pele. Detectar uma lesão maligna a tempo pode evitar problemas maiores;

– Beba dois litros de água por dia e evite praticar exercícios intensos nos dias quentes.

Núcleo de Assessoria de Imprensa para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627