Ronaldinho é vaiado, Fla empata com Figueirense e entra no G-5

Publicado em sexta-feira, novembro 18, 2011 ·

ronaldunhoA noite desta quinta-feira não foi boa para Ronaldinho. Em confronto válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o camisa 10 acabou vaiado pela torcida, mas viu a equipe rubro-negra voltar à zona de classificação para a Copa Libertadores da América. Diante do surpreendente Figueirense, concorrente direto por uma vaga no torneio continental, o clube comandado por Vanderlei Luxemburgo não passou de um empate sem gols, para frustração do público presente no Estádio do Engenhão.

O resultado de igualdade fez o Flamengo chegar aos 56 pontos e ultrapassar o arquirrival Botafogo na quinta colocação, a última dentro da região que distribui as vagas à competição sul-americana. Em contrapartida, o Figueirense chegou aos 57 e se manteve na quarta colocação, perdendo a oportunidade de entrar na briga pelo título – os catarinenses estão sete pontos atrás do líder Corinthians, que venceu na última quarta-feira o Ceará por 1 a 0.

Um início fulminante do Flamengo, que não se manteve durante 45 minutos. Este foi o retrato do primeiro tempo no Engenhão. Depois de criar uma ótima oportunidade logo aos 3min de jogo, quando o goleiro Wilson foi exigido. Lento, o time carioca pouco ameaçou a meta defendida pelos catarinenses, e irritou a torcida. Por outro lado, os visitantes, apontados como a principal surpresa do Brasileiro, também pouco exigiu Paulo Victor.

As vaias no intervalo não modificaram o Flamengo para a segunda etapa. Pelo contrário, o clube comandado por Vanderlei Luxemburgo se perdeu e por pouco não viu o Figueirense piorar a situação. Aos 15min, Wellington Nem acabou derrubado pelo goleiro flamenguista dentro da área. Pênalti, que Aloísio bateu mal e permitiu a Paulo Victor se redimir no lance seguinte à falta.

Embora mandante, o Flamengo viu o Figueirense dominar o restante da segunda etapa. Com uma marcação forte um contra-ataque eficiente, puxado pelo rápido Wellington Nem, o time de Santa Catarina controlou o ritmo de partida e eliminou qualquer pressão por parte dos mandantes. No entanto, a melhor atuação dos catarinenses não acabou se concretizando em um resultado melhor.

Afastados da briga pelo título, Flamengo e Figueirense voltam a campo neste final de semana. A equipe catarinense, que não perde há 14 jogos, receberá, no domingo, às 19h (de Brasília), no Orlando Scarpelli o Fluminense, outro concorrente direto por uma vaga à Libertadores – o duelo colocará frente à frente os dois melhores times do returno. Já o Flamengo, na mesma data, às 17, pega o Atlético-GO.

O jogo

O Flamengo começou com todo vapor e quase abriu o placar logo com 3min. Ronaldinho lançou Léo Moura na área, que tocou para Deivid finalizar, mas em cima de Wilson. O goleiro esticou o braço e salvou o Figueirense de sofrer o revés. No entanto, após o lance, os visitantes acertaram a marcação e passaram a impedir os avanços dos mandantes.

Somente aos 14min os donos da casa assustaram novamente. Thiago Neves arriscou de longe e obrigou Wilson a fazer grande defesa. Só que mais uma vez foi um lance isolado do Flamengo. Com isso, o Figueirense passou a buscar mais o ataque e teve sua primeira boa chance aos 29, quando Bruno fez boa jogada individual pela direita ao tentar cruzar, a bola bateu em um defensor carioca e quase entrou. Elias não deixou a bola sair e tocou para Túlio, na entrada da área, chutar em cima da zaga flamenguista desperdiçando outra oportunidade de marcar.

A torcida presente do Engenhão começou a ficar nervosa com a equipe, principalmente pelos seguidos erros de passe no meio. O panorama da partida não mudou, com o Figueirense conseguindo ter mais posse de bola, mas também sem levar perigo ao gol de Paulo Victor. Assim, a partida foi para o intervalo com o empate sem gols no placar.

No segundo tempo, o Flamengo ainda buscou uma pressão inicial, mas viu o Figueirense ter a primeira boa chance aos 5min. Em contra-ataque rápido, Elias arriscou de fora da área e a bola passou a esquerda do gol de Paulo Victor.

Mesmo após as entradas dos jovens Muralha e Thomás, os donos da casa seguiram errando muito e acabaram cedendo um contra-ataque rápido aos 15 min. Jônatas lançou Aloísio. O atacante tocou para Wellington Nem, que entrou na área e foi derrubado pelo goleiro Paulo Victor. Só que na cobrança, o arqueiro se redimiu e defendeu a cobrança feita por Aloísio.

Mesmo com o apoio da torcida, que voltou a empurrar a equipe depois do pênalti defendido, o Flamengo seguiu mal e deixando o Figueirense avançar nos contra-ataques. No entanto, os catarinenses também pecavam no último passe. Somente aos 28min os visitantes criaram nova chance. Elias arriscou do bico da área e quase acertou no ângulo de Paulo Victor.

Um fato curioso aconteceu logo depois. O técnico Vanderlei Luxemburgo chamou o chileno Fierro para entrar, mas a torcida vaiou muito e passou a xingar o comandante de burro. Ao ouvir, ele desistiu da alteração e pediu para que Jael fosse chamado para a alegria da torcida.

Só que as alterações não surtiram efeito e o jogo seguiu no mesmo ritmo até os minutos finais, quando o Figueirense recuou e viu o Flamengo tentar uma pressão final, mas sem sucesso.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 x 0 FIGUEIRENSE

FLAMENGO: Paulo Victor; Leonardo Moura, Alex Silva, David Braz e Junior Cesar; Aírton (Muralha), Maldonado, Renato Abreu (Thomás) e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Jael).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FIGUEIRENSE: Wilson; Bruno, Edson Silva, Roger Carvalho, Juninho; Ygor, Túlio (Jônatas), Coutinho, Elias (Fernandes); Julio Cesar (Aloísio) e Wellington Nem.
Técnico: Jorginho

Cartões Amarelos
FLAMENGO: Paulo Victor

Árbitro
Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)

Local
Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Com informações da Gazeta Esportiva

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627