Rômulo vê como negativa vitória de Nonato no PPS; ‘Charliton e Lucélio não muda relação com RC’, entende

Publicado em segunda-feira, novembro 11, 2013 ·

romulo-gouveiaO vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) avaliou nesta segunda-feira (11) a vitória do grupo de Luciano Cartaxo no PT, e do vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, no PPS. Para Gouveia, o cenário dentro do PT praticamente não muda. Ao contrário do que acontece no PPS.

“Em relação ao PPS é negativa a vitória de Nonato, porque o PPS esteve conosco nas eleições de2010 e era presidido pela deputada GIlma Germana”, lamentou, referindo-se a derrota da aliada. “O ideal era que o PPS continuasse no nosso campo. Não foi bom o resultado do PPS”, avalia.

O grupo da deputada Gilma Germano acabou sofrendo derrota dupla dentro do partido, perdendo a possibilidade do comando do PPS em João Pessoa e o diretório estadual. A derrota vem sendo creditada ao governador Ricardo Coutinho (PSB), um dos principais interessados em manter o partido na sua base aliada.

Já em relação ao PT, o vice-governador explicou que a base do governador já não contava com o apoio do partido. “Contamos apenas com o deputado Luiz Couto. Até porque o PT disputou o governo com o vice (do ex-governador José Maranhão)”, lembrou.

O vice-governador deu a entender que a tendência é que o cenário fique o mesmo. No momento, o deputado federal Luiz Couto tem sido instado pelo partido a se afastar do governador sobre risco de perder a legenda para se candidatar em 2014. Entretanto, o deputado afirmou que só seguirá a definição do Congresso do partido.

O novo presidente do diretório de João Pessoa, Lucélio Cartaxo, e o presidente do diretório estadual do PT, Charliton Machado, já deixaram claro que o partido segue unido para um palanque único no próximo ano.

Paulo Dantas

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627