Romualdo lança livro no Café do Sebo Cultural

Publicado em quarta-feira, Janeiro 25, 2012 ·


A história do menino pobre que veio do Rio Grande do Norte para viver sua infância e adolescência em Itabaiana. Editado e premeditado pelo ator e professor Romualdo Palhano, o livro “Eu e a Rainha do Vale – de menino a rapazinho”, terá seu lançamento no dia 27 de janeiro no Café de O Sebo Cultural, em João Pessoa, a partir das 19h. Romualdo Palhano autografará seu livro ao som da seresta de Chico Bezerra, artista genuinamente itabaianense que reside na capital paraibana.
No dia 28, sábado, Chico Bezerra e Romualdo Palhano estarão em Itabaiana, na área externa do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, para lançamento do livro. Fábio Mozart aproveita a oportunidade para lançar a 2ª edição do “Biu Pacatuba, um herói do povo paraibano”. O livro de Romualdo custa R$ 15,00. Quem comprar, leva como brinde o livro de Fábio.
Sobre o Livro:
A obra  “Eu e a Rainha do Vale – De Menino a Rapazinho” que enfoca suas aventuras de adolescente onde vivenciou na cidade de Itabaiana, durante a década de 1970, sob o regime militar. São doze anos resumidos em 168 páginas, diz o autor. Este livro complementará “O Teatro na Terra de Zé da Luz – Da União Dramática ao GETI” que foi lançado em 2011.
Em “Eu e a Rainha do Vale” o autor revela aspectos de sua juventude, suas vivências na escola, como frequentador da famosa feira de Itabaiana, o lazer e outros aspectos cotidianos de uma cidade do interior nordestino. São fatos de um adolescente que viva num mundo sem drogas e entre dois grupos sociais: Grupo de Jovens da Igreja Católica e o Grupo Experimental de Teatro de Itabaiana, onde revela que sua concepção de mundo e suas decisões para o futuro se deram nesse período.
No Grupo Experimental de Teatro de Itabaiana montou vários espetáculos entre eles: A Paixão de Cristo; A Peleja de Lampião com o Capeta; O ABC de Zé da Luz, o Poeta do Povão; Três Momentos do Teatro Paraibano; O Batalhão das Sombras; 10 Anos do GETI; Cantiga de Ninar na Rua; O Banquete Final entre outros. Sânzia Fernandes que prefaciou o livro faz um breve resumo:
“O que você guarda de sua infância? O que você revela de sua adolescência? Um misto de reminiscências narrativas de peripécia do pensamento juvenil recheado de cultura do cotidiano. Um misto de causos e de reminiscências cuja classificação permeia uma literatura produzida com a áurea da inocência, com o estilo firme de registrar lembranças, um estilo simples como a vida nordestina, popular, aberta, livre, cuja linguagem coloca o homem nesta imensa cadeia de leituras profundas entre as relações humanas das pessoas mais simples. Caso do Zezinho do Cachorro Quente, ou na narrativa sobre as Festas Religiosas, a Política, o Prefeito Josué Dias. Todas refletem o ar tranquilo da vida cotidiana interiorana e feliz.
Esta observação é sustentada pela afirmação em uma das narrativas de causos. “A Família Bendito”: – Meu pai, por ter sido uma pessoa comunicativa e religiosa, não tinha inimigos. Como? Nos dias de hoje, com toda a agitação da vida urbana, quem teria a coragem de dizer uma coisa destas!!! Quem se sente assim sem inimigos? Como é se sentir sem inimigos? Como se pode viver assim nos dias de hoje, assim tão livre… Assim tão seguro… Assim tão sem medo da violência ou dos espertalhões que passam todo o tempo tramando  como levar vantagem sobre o outro? Vida urbana, cotidiana, popular, feliz e tranquila a vida que nos narra Romualdo. Espontaneamente livre dos traumas e estresse da modernidade dos grandes centros. Isso foi uma reflexão da nossa leitura.
O lançamento da obra “Eu e a Rainha do Vale – De Menino a Rapazinho” acontecerá na próxima sexta feira, dia 27 de janeiro no Sebo Cultural – João Pessoa,  e no dia 28 no Ponto de Cultura Cantiga de Ninar em Itabaiana. Na ocasião também haverá o lançamento da obra “Biu Pacatuba” de Fábio Mozart.
Sobre o autor
Romualdo Rodrigues Palhano é graduado em Licenciatura Plena em Educação Artística com habilitação em Artes Cênicas, pela Universidade Federal da Paraíba. Instituição onde também concluiu Mestrado em Serviço Social, sendo seu objeto de investigação o Teatro Comunitário. Residiu por dois anos em Havana – Cuba, onde iniciou seu doutorado. É Doutor em Teatro pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO. É Pós-Doutor em Teatro pela Universidade Federal da Paraíba. Reside atualmente em Macapá onde é Professor Associado da UNIFAP – Universidade Federal do Amapá.
Entre 1974 e 1994 atuou diretamente no teatro paraibano onde participou de várias montagens entre as quais: “A Peleja de Lampião com o Capeta”, pelo GETI – Grupo Experimental de Teatro de Itabaiana e “O Palhaço e o Rei” pelo Grupo de Teatro Suspensório Produções Artísticas em João Pessoa.
Em Itabaiana-PB, durante a década de 1970 concluiu o ensino fundamental e médio em escola pública. Foi na terra do músico Sivuca e do poeta Zé da Luz, onde Romualdo Palhano aos 16 anos de idade escreveu suas primeiras poesias com forte influência da poesia matuta e da literatura de cordel.
O autor já publicou as seguintes obras: “Grito Incontido” poesias, 1988; “A Estrela e a Rã” (infantil) 1998; “Brincando com Linhas” (infantl), 2001; “Teatro de Bonecos: uma alternativa para o ensino fundamental na Amazônia, 2001; “Entre Terra e Mar: sociogênese e caminhos do teatro na Paraíba – 1822 – 1905”, 2009; “A Saga de Altimar Pimentel e o Teatro Experimental da Cabedelo”, 2009; “Fronteiras Entre o Palco e a Tela – Teatro na Paraíba – 1900 – 1916”, 2010;  “Entre Parénthesis – poesias” também em 2010. Em 2011 o autor publicou as seguintes obras: “O Teatro na Terra de Zé da Luz – Da União Dramática ao GETI”, “A Ovellha malhada (infantil) e Artes Cênicas no Amapá.

Edglês Silva para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627