Romero defende vigília permanente para cobrar a transposição do São Francisco

Publicado em quarta-feira, Fevereiro 1, 2012 ·

_RomeroO deputado Romero Rodrigues quer a mobilização permanente de todos os municípios nordestinos, dos Governos Estaduais, das Câmaras Municipais, das Prefeituras, das igrejas, das universidades e demais escolas, dos clubes de serviços, das associações comerciais, das federações das indústrias, da imprensa, dos partidos políticos, e de outros segmentos, a fim de que o projeto de transposição do Rio São Francisco tenha continuidade, garantindo o prosseguimento e conclusão dos trabalhos.

Para ele, somente com a participação de todo o povo será possível que os serviços sejam desenvolvidos e os trabalhos tenham seqüência com maior agilidade, destacando a importância e a seriedade do projeto que poderá finalmente sair do papel, se concretizar e resolver o papel da falta de água para milhares de nordestinos.

Romero conclama a população a fazer vigília. Romero Rodrigues acentua que “é indispensável que todos se mobilizem, descruzem os braços e exijam do Governo Federal o cumprimento do compromisso firmado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nada de comodismo. Vamos continuar alertas, a fim de que o nosso povo tenha as condições ideais para viver condignamente. Vamos abraçar esta causa e lutar por nossos direitos. Somos cidadãos e precisamos cobrar aquilo que é de direito de todos os nordestinos”.

O senador Cássio Cunha Lima está particularmente interessado na participação de todos os segmentos da sociedade nesse processo, disse.

Romero solicitou ao ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, agilidade no processo.

Segundo ele, a meta do governo anterior era deixar “irreversível”, a conclusão dos demais 440 quilômetros de canais previstos no projeto e que atenderão parte dos Estados do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Para cumprir o cronograma, a orientação do Ministério da Integração Nacional é acelerar os trabalhos.

Para evitar atrasos, o Ministério da Integração Nacional investia, naquela altura, para conter disputa entre as 26 empresas ou consórcios que disputam contratos da maior obra do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) financiada com dinheiro de impostos. Em seminário promovido pela Abdib (Associação Brasileira de Infra-estrutura e Indústrias de Base), Geddel pediu aos empresários que evitassem disputa na Justiça pelos 14 lotes de obras entregues à iniciativa privada.

As obras do projeto de transposição das águas do Rio São Francisco estão sendo realizados em ritmo lento Desde junho de 2007, os militares estão executando trabalhos de topografia e construção de uma barragem e dois canais de aproximação do rio com as estações de bombeamento, na região de Cabrobó (PE).

Assessoria para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627