Ricardo sanciona lei que proíbe exigência de caução para internações, sob pena de multa de 3 mil UFIRs

Publicado em quarta-feira, dezembro 21, 2011 ·

ricardo arquivo fnO governador Ricardo Coutinho (PSB) sancionou a lei nº 9.597, de autoria do deputado Caio Roberto (PR), que dispõe sobre a proibição da exigência de caução ou depósito prévio nas internações de pacientes em hospitais e clínicas.

Essa prática já é proibida pela Resolução Normativa n. 44/2003, da Agência Nacional de Saúde Suplementar, pelo Código de Defesa do Consumidor e pelo Código Civil, os quais vedam a cobrança de qualquer valor antecipado ou a exigência manifestamente excessiva ao consumidor.

A partir de agora, o hospital ou clínica que descumprir a lei terá que pagar multa de 3 mil Unidades de Referência Fiscal – UFIR’s, a ser cobrada pela Procuradoria Geral do Estado e revertida em favor da secretaria de Saúde. Em caso de reincidência, o valor da multa deverá ser duplicado.

De acordo com o artigo 1º da lei, fica proibida a exigência de depósito prévio de caução de qualquer natureza, nos casos de atendimentos e internações emergenciais, em clínicas médicas, odontológicas e hospitais privados, localizados no Estado da Paraíba.

O texto estabelece ainda que comprovada a exigência de depósito prévio, a clínica ou hospital serão obrigados a devolver em dobro o valor depositado ao responsável pela internação. devolver ao paciente o valor em dobro e pagar multa de R$ 17.450 a R$ 174.500, dependendo da gravidade da infração.

Jornal da Paraíba

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627