Ricardo prega respeito ao Congresso, condena partidarização e sugere que comitiva vá à China

Publicado em sexta-feira, junho 19, 2015 ·

O governador Ricardo Coutinho (PSB) comentou hoje o episódio registrado ontem na cidade de Caracas, na Venezuela, quando uma comitiva de senadores brasileiros, incluindo o paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB), foi cercada por apoiadores do governo venezuelano e teve que retornar ao Brasil. Para Ricardo, o Congresso brasileiro precisa ser respeitado, mas condenou a partidarização de uma comitiva do Senado.

“Eu só conheço um lado da história. Eu só conheço um lado das fotos, um lado das gravações que foram feitas, mas acho que qualquer missão que vise construir e defender democracia é importante, mas é preciso ter cuidado e respeito pela autonomia dos países, dos povos. Ninguém pode achar que vai fazer uma festa em outro país e não vai ter uma reação. Imagine se alguém chegasse aqui com isso”, comentou.

O governador condenou ainda a partidarização do episódio. “Quando você partidariza uma comissão dessa, quando você tenta claramente ligar um discurso encardido no país para tentar expulsar médicos cubanos, para dizer que o Brasil é uma República bolivariana e isso é uma bobagem muito grande, e tentaram fazer isso e provavelmente queria aprofundar isso”, declarou.

Ricardo fez questão de cobrar respeito ao Congresso brasileiro, disse que o governo venezuelano deve garantir a segurança de parlamentares brasileiros, mas destacou que os parlamentares também precisam respeitar a soberania dos outros países.

“Eu gostaria muito de vê uma comitiva dessa entrar na China. Gostaria muito, que é o segundo maior parceiro econômico do país. E se fosse levar para uma discussão se era bolivariana ou não, a China talvez ultrapasse e muito o conceito de bolivarianismo”, concluiu.

Marcos Wéric

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627