Remígio (PB): vereadores temem por integridade física e pedem reforço policial

Publicado em terça-feira, outubro 30, 2012 ·

O líder do governo na Câmara Municipal de Remígio, vereador João Rafael de Souto Delfino (PR), publicou em sua página do facebook uma nota de esclarecimento em relação ao projeto de lei N°012/2012, que regulariza a situação de diversas áreas pertencentes ao município utilizadas pelos moradores. Na sessão da última sexta feira (19), o referido projeto entrou em discussão, mas a votação não ocorreu, já que os vereadores Doda e Júnior Meira mais 48 horas para que o mesmo fosse reavaliado. Temendo por sua segurança e dos demais vereadores o presidente da casa, vereador Nelson Alves dos Santos, requisitou a presença de reforço policial, já que corre na cidade informações não confirmadas de que partidários do prefeito eleito Melchior Batista estariam prontos para realizar uma grande baderna caso o projeto seja aprovado. Sugue a nota:

Nota de Esclarecimento

O Projeto de Lei Nº 012/2012, que versa sobre a concessão remunerada de bens imóveis do município de Remígio (NÃO É DOAÇÃO, É A CONCESSÃO MEDIANTE PAGAMENTO DE TAXA DE UTILIZAÇÃO NAS ÁREAS DESCRITAS NO MESMO). O qual tem causado desproporcional e descabida polêmica em toda cidade, devido os comentários maldosos feitos pelos diversos correligionários do Prefeito eleito deste

Município (Bem como pelo próprio em entrevista concedida no último sábado), inclusive dos atuais vereadores da oposição, e também pelos vereadores eleitos neste pleito. Chegando ao ponto de incitarem a violência e a intolerância dos seus correligionários, conforme os mais diversos comentários feitos sem reserva nos logradouros públicos, em escolas, e até nos ônibus dos estudantes, etc.
Já foram tomadas todas as medidas cabíveis a proteção da integridade física e ao exercício da vereança. E se por ventura algum dos atos cogitados acontecerem contra a “Casa Manoel de Mizael de Lima”, ou algum dos seus componentes da situação dos quais represento, não restará outra medida a não ser responsabilizar os vereadores da oposição; os correligionários mais exaltados e os que forem identificados por incitar a violência e promoverem a intolerância política em nosso Município.
A Câmara é a casa do Povo e de seus representantes e deve ser tratada com respeito, educação e acima de tudo com civilidade.
Que povo é esse que não respeita as instituições, seus membros e suas decisões?
É essa a mudança que tanto pregavam?
Desse modo, fica aqui registrado o nosso repudio a tais atos que afrontam a liberdade e o exercício da democracia, pois nós vereadores da situação temos nossa convicção, princípios e o direito pátrio que assegura ao legislador votar a favor ou contra qualquer matéria, ainda mais uma que não causa dano ou lesão ao erário público.
Acreditando que Remígio é uma terra de gente pacata e de bem, desde já agradeço aos cidadãos e cidadãs Remigenses que esperam uma atitude civilizada e democrática dos seus filhos.

 

Atenciosamente!

 

 

João Rafael de Souto Delfino

Secomev / Vereador João Rafael para o Focando a Notícia

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627