crescimento

Registros de armas de fogo têm aumento de 112% na Paraíba, segundo anuário

Publicado em terça-feira, outubro 20, 2020 ·

A Paraíba registrou o segundo maior crescimento percentual do país em registros de armas de fogo. De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta segunda-feira (19), o estado foi de 6.815 armas registradas em 2017 para 14.511 em 2019, o que resulta no aumento de 112,9%.

O documento mostra que do total de registros ativos, 4.368 fazem parte da categoria “cidadão”. Isto é, armas compradas por qualquer cidadão que tenha direito a posse ou porte. O número faz da categoria a com mais registros, seguida da categoria “órgão público com taxa”, com 3.843 registros.

Conforme os dados divulgados, a Paraíba só ficou atrás do Distrito Federal, que liderou a lista com o aumento percentual de 538,6%.

Dois sistemas diferentes reúnem os registros de armas de fogo no Brasil, um administrado pelo Exército Brasileiro e outro pela Polícia Federal.

O Exército é responsável pelo Sistema de Gerenciamento Militar de Armas de Fogo (Sigma), que reúne dados das armas registradas para as Forças Armadas, policiais militares dos estados, Agência Brasileira de Inteligência (Abin), além daquelas usadas por Colecionadores, Atiradores desportivos e Caçadores, que são chamados CACs.

Um outro banco de dados, chamado Sistema Nacional de Armas (Sinarm) e controlado pela Polícia Federal (PF), reúne as armas da própria corporação e também as usadas pelas polícias civis dos estados, Polícia Rodoviária Federal, guardas municipais, de órgãos como Ministério Público e Poder Judiciário, além daquelas compradas por qualquer cidadão.

G1

 

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627