Rede social de troca de serviços reúne pessoas de 51 países

Publicado em domingo, Março 2, 2014 ·

rede-socialCriada no Brasil, uma nova rede social permite que seus usuários troquem serviços entre si. Batizada de Bliive (pronuncia-se como “believe”, acreditar em inglês), a novidade funciona como um grande banco de horas online e já reúne mais de 12 mil usuários.

“Nossa ideia é mostrar que existe valor sem dinheiro”, afirma Lorrana Scarpioni, co-fundadora da iniciativa. Além dela, os designers Marcelo Mafra e José Fernandes e o advogado Roberto Pompeu são sócios e criadores da startup Bliive.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na rede, o usuário pode encontrar diversos serviços – que vão de aulas de ukelele à companhia para baladas, manifestações políticas ou para jogar War.

Há quem se disponha a ensinar outros usuários a andar de bicicleta e mesmo quem ofereça massagens tântricas e lições de mecânica quântica – entre outros serviços inusitados.

Como funciona

Ao se cadastrar na rede social, o usuário ganha 5 TimeMoneys, a moeda virtual do Bliive. Cada unidade corresponde a 1 hora de qualquer serviço oferecido no site.

A ideia é que quem participa da rede social tanto ofereça quanto consuma serviços nela disponibilizados. Depois, as experiências são avaliadas por cliente e prestador e as impressões ficam disponíveis para os próximos interessados no serviço.

 

 

Exame.com

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627