RC volta a defender contrato do Trauma com Cruz Vermelha e diz: ‘se há irregularidade que se prove!’

Publicado em sábado, dezembro 31, 2011 ·

O governador Ricardo Coutinho (PSB) voltou a defender o contrato do Governo do Estado com a Cruz Vermelha para administração do Trauma. Segundo o chefe do executivo estadual, seria impensável dizer que a Cruz Vermelha conseguiu enganar o Estado dizendo-se ser um Organização Social, sem ser realmente, como defende o MPT.

charge_democratização“Seria muito primário, alguém enganar o Estado se fazendo passar por OS, sem ser. Para mim é simples é só provar que a Cruz Vermelha é uma empresa. É só provar. Sinceramente, eu não tenho nada a ver com Cruz Vermelha, a Cruz verde ou branca. O que eu não permito é que o Estado… que o povo seja refém de ninguém. Eu tenho coragem para isso. Ninguém vai mais morrer na porta do hospital. Eu não vou ficar omisso, se isso acontecer, eu tomo providência”, garantiu.

Para o governador, os contantes ataques a Cruz Vermelha parecem uma obsessão. “Eu li o documento do TCU e nele está claro que o assunto não está concluso”, desabafou o governador.

Coutinho se refere ao documento que foi adiantado pelo procurador chefe do Ministério Público do Trabalho, Eduardo Varandas, garantindo que o relatório do Tribunal apontava irregularidades no contrato e onde se afirmaria que a Cruz Vermelha não tem experiência para administrar um Hospital de porte. O governador reclamou: “se o MPT diz uma coisa e o TCU diz que não, você vai acreditar em quem?”

paraiba.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627