Ramalho Leite – Um povo de muita fé

Publicado em segunda-feira, novembro 26, 2012 ·

Quando a barragem de Sobradinho foi construida, pela sua gigantesca dimensão, houve quem acreditasse que estava se concretizando a profecia do Padre Cícero Romão Batista: “o sertão vai virar mar”. “ Aquele povo tem muita fé…” disse a ministra de Dilma, desdenhando da ingenuidade de um povo que, mais recentemente, também acreditou em outro profeta, o retirante Lula: ” vai  acaba a miséria no nordeste”. Se a primeira predição pretendia se perder na eternidade, a segunda tinha prazo fixo, 2012, quando as águas do Velho Chico chegariam a estas plagas para saciar a sede dos moradores do semiárido.

Quem não acreditaria? O novo profeta era um fugitivo da seca e trilhou o mesmo caminho de milhões de famintos que foram buscar a sua sobrevivência no sul maravilha. Aboletado num pau-de-arara, conheceu como ninguém o sofrimento dos seus patrícios desta parte do País.E pôs mãos à obra. Botou força na transposição das águas do São Francisco. Agora o Brasil toma ciência de que as obras estão paradas, o que foi feito precisa ser restaurado, o custo do investimento duplicou, o prazo foi esquecido, e estamos novamente na fila do carro-pipa.

E ninguém pense que foi fácil para  Lula começar aquelas obras. Na Bahia, e principalmente, em Sergipe, levantaram-se vozes egoístas que se diziam donos daquelas águas.Tal qual o Rio de Janeiro e o Espírito Santo que não querem abrir mão dos royalites do petróleo, nossos vizinhos abençoados  pelo “rio da integração nacional”, preferiam nos ver desintegrados e sem água nem para beber.E nem é preciso lembrar que o volume de água que se quer redirecionar para leitos de  rios secos, não passa de dois por cento do que se perde no mar…

Os cariocas  foram à ruas dizer que a Copa do Mundo e as Olimpíadas estão ameaçadas se dividirem com o restante desse imenso Brasil o dinheiro do petróleo. O dinheiro é somente deles desde que furaram o primeiro poço no oceano. Não sei quem é mais egocêntríco: quem pensa ser dono do rio e não quer dividir suas águas com quem tem sede; ou quem pensa ser dono do mar, e não quer repartir suas riquezas com quem tem fome…

E gritam a uma só voz: Veta Dilma! Nós deveríamos estar também nas ruas a proclamar: Sanciona Dilma! Nós precisamos dessa lei que divide com todos a maior riqueza nacional. Desde os anos cinquenta “o petróleo é nosso”, de todos os brasileiros e não apenas de cariosas e capixabas. Sanciona Dilma! Para cobrir as perdas dos municípios brasileiros, contribuintes permanentes da manutenção dos empregos no sul e sudeste, graças às isenções de impostos conferidas a produtos industrializados. Sanciona Dilma! Para compensar o não cumprimento da promessa de que beberíamos ainda esse ano, a água do São Francisco.Sanciona Dilma! Para que, aquele povo que tem muita fé, como diz a ministra, volte a acreditar no futuro e esqueça essa ideia equivocada de que, no Brasil de hoje, a prioridade é o FULECO, o mascote da Copa, e não o homem com um caneco, à procura de um pote com água…

PS. Soube depois do escrito acima que a Presidenta Dilma vetou a distribuição dos royalites de petróleo com os não produtores na forma preconizada pela Câmara e Senado. Tenho certeza de que se ela tivesse lido meus argumentos, o resultado seria outro…eu sou daquele povo que tem fé!

 

RAMALHO LEITE  (Ex-deputado e jornalista )

 O texto é de inteira responsabilidade do assinante

Comentários

Tags : , , ,

REDES SOCIAIS
















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627