Quintal produtivo: alternativa que gera vida e renda

Publicado em segunda-feira, fevereiro 4, 2013 ·

QuintalEm pleno semiárido cearense agricultores/as da localidade de Mamoeiro em Cariús-CE, Diocese de Iguatú, distante 377 km da capital estão conseguindo superar a seca com alternativas produtivas, geração de renda e alegria, motivos que fazem a diferença nesse momento de incertezas.

Nesse tempo de estiagem os agricultores/as usaram da criatividade e para não ficarem estáticos começaram a desenvolver atividades como a quebra de pedras para produzir cal e fazer carvão, alternativas que ajudaram a driblar a escassez de recursos e consequentemente à fome. Além dessas atividades, com o apoio do projeto financiado pela Cáritas Espanhola, os agricultores/as iniciaram a experiência dos quintais produtivos que vem garantindo a segurança alimentar e nutricional na vida da família e da comunidade. Com essas iniciativas eles afirmam que a vida melhorou 100%. “Antes agente não tinha ganho de nada”, diz  o agricultor Vilmar um dos contemplados pelo projeto.

No quintal tem de tudo um pouco como banana, maracujá, ata, acerola, pimentão, quiabo, macaxeira, tomate, coentro, cebola, alface,  cenoura e beterraba onde são comercializados na própria comunidade. Animados eles pretendem ampliar a produção de verduras e legumes, criando galinhas e peixes para aproveitar todo o potencial que o quintal oferece. Já estão se preparando para entrar no programa de vendas para merenda escolar.

Esse processo nem sempre foi assim. Antes a prática com cuidado do solo era outra, devastadora, termo utilizado por eles próprios.  Se utilizavam de agrotóxicos e queimadas, trazendo consequências drásticas para o solo e qualidade de vida. Hoje com ajuda de entidades e visão bem mais consciente e ampliada dos cuidados, eles buscam uma sintonia no trabalho sem agredir o meio ambiente em que vivem, uma prova disso é a experiência dos quintais. A implantação do mesmo, a mais de dez meses ajudou a entender o processo de manejo do solo, cuidado com as plantas, e o resultado se comprova na mesa com alimentos saudáveis e sem riscos para consumo humano.

Na avaliação dos agricultores todas essas práticas ajudaram na melhoria na alimentação com o consumo permanente de verduras e legumes; qualidade dos alimentos cultivados sem uso de agrotóxico; aumento da renda familiar em 50% com a comercialização diária na residência e periódica nas comunidades vizinhas e sede do município; acesso mínimo ao saneamento básico com a construção de banheiro domiciliar; maior unidade comunitária e familiar com o exercício da partilha do saber e da produção.

Essas e outras iniciativa eles/as aprenderam nos vários encontros com entidades e intervenções da sociedade civil como a instalação das cisterna de placa, cursos das cisterna calçadão, entre outras ações e intervenções.

A partir desses relatos e do efeito multiplicador dos quintais produtivos na Comunidade de Mamoeiro, percebe-se o impacto que os pequenos projetos provocam no estilo de vida e produção no sertão, contribuindo para respeitar a natureza, garantindo a dignidade humana e sustentabilidade da vida no planeta.

Por Jeane Freitas, comunicadora da Cáritas Regional Ceará

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627