“Queria uma oportunidade para mostrar meu trabalho”, diz paraibana no The Voice

Publicado em sexta-feira, outubro 2, 2015 ·

Filha de um pai musicista, Reginaldo Freitas, Sarah cresceu cercada por música e instrumentos musicais
Filha de um pai musicista, Reginaldo Freitas, Sarah cresceu cercada por música e instrumentos musicais

A Paraíba volta ao palco do The Voice Brasil, na nova edição do programa da Globo que estreou na noite de quinta-feira (1º). Nascida e criada em São João do Rio do Peixe, município próximo a Cajazeiras, no Sertão paraibano, Sarah Lorena, 18 anos, carimbou o passaporte para a próxima fase com a ‘virada’ de Lulu Santos, um dos quatro jurados do programa.

“Ninguém virou pra ela, mas eu virei”, comentou Lulu Santos a respeito da paraibana. “E eu totalmente acreditei no que ela estava fazendo. Me pareceu uma performance forte, segura, dona de si própria. E isso me interessa”, completou o capitão do time, do qual Sarah Lorena agora faz parte.

Sarah levou ao palco uma música de Maria Gadú, ‘Laranja’. A artista paulista, afirma Sarah ao JORNAL DA PARAÍBA, é uma grande influência na sua carreira. “Sou muito fã dela. Tudo o que ela faz, eu acho incrível. As composições, o jeito que ela se apresenta. Pra mim, foi muito bom representar a Gadú no programa”, comenta a paraibana, por telefone.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Sarah, que tenta o The Voice pela segunda vez, diz que o que queria mesmo era uma oportunidade para divulgar o trabalho dela no programa. “Nem almejo ganhar, mas eu queria ter o espaço para mostrar o que eu sei fazer e continuar (no programa) mostrando…”, afirma a cantora paraibana, que pode alcançar o destaque que a conterrânea Lucy Alves teve no programa, em 2013. “Pra mim será um prazer enorme representar a Paraíba como ela representou”, acrescenta.

Música de berço

Filha de um pai musicista, Reginaldo Freitas, Sarah cresceu cercada por música e instrumentos musicais. “Lá em casa, aonde você chegar tem um instrumento”, revela a cantora, que também é multiinstrumentista. Sozinha, Sarah aprendeu a tocar violão, ukulele, guitarra, piano e desenvolveu habilidade para cantar, a ponto de seguir o pai e o irmão no grupo musical da igreja.

“A igreja foi o meu primeiro contato com a música para valer. Eu tinha uns 8 anos”, recorda a cantora. Pouco tempo depois, Sarah já era a vocalista da banda que animava os casamentos e eventos da cidade.

Em paralelo, ela foi desenvolvendo gosto pela música pop, sobretudo americana. Gosta de Jessie J, Kelly e Ed Sheeran e Bruno Mars. “Eu tento fazer uma mistura de estilo americano com brasileiro”, afirma.

Na música brasileira, diz que gosta, além de Gadú, de Ana Carolina e Paula Fernandes, “porque eu também tenho um lado sertanejo e minha voz grave se dá muito bem com Paula Fernandes”.

Com essa base, começou a compor suas próprias canções. Há dois meses, lançou seu primeiro single autoral, ‘Me diz’, nas redes sociais, onde investe sua carreira através de perfis no Facebook, Youtube e Instagram – neste, a cantora já alcançava 24 mil seguidores antes mesmo de surgir no The Voice.

ANDRÉ CANANÉA

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627