PT vence PMDB na disputa pelo controle da Funasa

Publicado em quinta-feira, Abril 28, 2011 ·


pt-x-pmdbDepois de quase quatro meses de indefinição, o governo finalmente anunciou o novo presidente da Funasa (Fundação Nacional de Saúde), um dos mais cobiçados órgãos do segundo escalão do governo federal, com um orçamento previsto de R$ 5 bilhões para este ano.

A presidente Dilma Rousseff voltou a “peitar” o PMDB e desautorizou acordo que o ministro Alexandre Padilha, da Saúde, tinha fechado com o partido para nomear Ruy Gomide presidente da Funasa.

O engenheiro e empresário mineiro Gilson de Carvalho Queiroz Filho, presidente do Crea-MG (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura), teve sua nomeação publicada hoje no “Diário Oficial da União”, em portaria assinada pelo ministro Antonio Palocci (Casa Civil).

Gilson é uma indicação do PT mineiro, mais especificamente da ala liderada por Luiz Dulci e Patrus Ananias. A definição da presidência da Funasa foi um dos principais fatores da crise entre PT e PMDB no início do governo Dilma. Devido ao impasse, a definição de todo o segundo escalão do governo acabou sendo postergada pela presidente.

Ao longo do governo Lula, a Funasa foi comandada pelo PMDB e foi vista como foco de irregularidades. Com Dilma no poder, o Ministério da Saúde passou para o controle do PT, com a nomeação de Alexandre Padilha para o posto. Uma das primeiras medidas de Padilha foi tirar do PMDB o controle sobre a Secretaria de Atenção à Saúde, setor poderoso na estrutura da pasta. À época, a mudança gerou reação de peemedebistas, principalmente do líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN).

Mônica Belgamo da Folha
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627