PT diz que maioria apóia reeleição de Agra e que Luciano Cartaxo terá que ‘vencer disputa interna’

Publicado em segunda-feira, julho 25, 2011 ·

antonio-barbosaO programa Rede Verdade da TV Arapuan, entrevistou nesta segunda (25), o presidente estadual do PT na Paraíba, professor Antônio Barbosa. Ele explicou que o partido está dividido em relação à candidatura própria à prefeitura ou apoio ao atual prefeito Luciano Agra (PSB) em João Pessoa.

De acordo com Barbosa, o diretório municipal sinaliza aliança com o prefeito Agra, contudo o deputado Luciano Cartaxo conseguiu apoio da juventude do partido para lançar candidatura própria. O professor afirmou que as duas teses do PT são legitimas e que estão se alternando na escolha da maioria. Em votações apertadas, explica.

“Nós contribuímos com a vitória de Agra, estamos no governo e somos governo”, diz. Ele alegou que a direção nacional ainda não estabeleceu um calendário, mas frisou a necessidade de haver essa discussão. Contudo afirmou que debater não é decidir e que o PT ainda precisa discutir, pois as votações têm sido apertadas.

Barbosa afirmou que haverá o debate sobre a alteração estatutária do partido na primeira quinzena de setembro e que só então será estabelecido um calendário.

Segundo o petista, a orientação geral do partido é que tenha candidatura em locais onde haja essa possibilidade, onde for favorável. “Hora a tese da aliança com o PSB é vitoriosa por dois ou três votos, hora a candidatura própria vence também apertado”, diz.

A respeito das eleições de 2010, o presidente afirmou que o processo gerou uma grande crise interna. “Duas teses eram discutidas a aliança com o PMDB ou com Ricardo Coutinho. Ficou comprovado que a tese mais acertada era mesmo sem ter o apoio formal do partido, Ricardo tornou-se governador… percebemos muito cedo que a sociedade queria aquela mudança”, comenta.

Questionado a respeito se a parte do PT que defende Luciano Agra vai apoiar a candidatura de Eduardo Campos (PSB) a presidência da República em 2014, o professor afirmou que o PT vai apoiar a reeleição de Dilma Roussef (PT).

Sobre retirar a possível candidatura de Luciano Cartaxo à prefeitura da capital, para que o partido possa apoiar a reeleição de Agra, o presidente explicou que já houve intervenções dessa forma no Rio de Janeiro e recentemente no Maranhão onde o candidato próprio foi retirado.

De acordo com Barbosa, o partido tem regras. “Hoje a regra diz que a vontade da maioria é não apoiar a candidatura própria… A candidatura tem que ter um papel de aglutinar o partido, não pode vir no vazio, não pode ser uma aventura”, afirma. Ele afirmou que quem defende a candidatura própria tem que ganhar esse jogo internamente, o partido deve estar unido.

A respeito do PSDB e DEM fazerem oposição ao PT em Brasília, esses partidos são aliados do PSB na Paraíba, o presidente afirmou que ‘subir no mesmo palanque que os adversários’ é uma possibilidade que pode ocorrer no momento certo essa questão de vai ser avaliada e o partido vai decidir com responsabilidade política.

Marília Domingues

paraiba.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627