Programa Farmácia Popular deve atingir mais de 3 milhões de atendimentos em 2011, revela coordenador

Publicado em sábado, Maio 7, 2011 ·

medicamentosO Programa Farmácia Popular do Brasil deve atingir, em 2001, mais de 3,5 milhões de atendimentos. Em 2010, foram realizados cerca de 2 milhões de atendimentos. A informação foi repassada pelo coordenador do programa, Marco Aurélio Pereira, que fez palestra, na sede do Ministério Público da Paraíba, durante o I Fórum de Palestras, promovido pela Promotoria do Consumidor e Caop da Saúde.

Segundo Marco Aurélio, o crescimento do número de atendimentos deve-se à disponibilização gratuita de medicamentos para hipertensão e diabetes iniciada em fevereiro deste ano, por meio do programa “Saúde não tem preço”, do Governo Federal, bastando levar receita médica, CPFe documento com foto”, informou.

O coordenador explicou o programa é composto de duas modalidades. Na primeira, são firmadas parcerias com Estados e Municípios para a instalação de farmácias modelos que disponibilizam 108 itens adquiridos pelo Fiocruz com preço reduzido, além da distribuição gratuita de remédios para hipertensão e diabetes. “Até o final do ano, estaremos chegando a 600 farmácias desse tipo em todo o país”, observou.

Na segunda modalidade, denominada “Aqui tem farmácia popular”, são firmadas parcerias com farmácias e drogarias que se credenciam ao programa e passam a comercializar 25 itens. “O Ministério da Saúde subsidia em até 90% o valor do medicamento e, atualmente, mais de 15 mil estabelecimentos estão credenciados”, declarou Marco Aurélio.

“Nossa meta, para 2011, é atingir 20 mil estabelecimentos credenciados. A procura tem sido grande, aumentou muito o volume de drogarias que se credenciam porque viram que o programa é de confiança  do ponto de vista do ressarcimento, viram a segurança do sistema. Por isso, temos a aprovação da população e dos empresários do setor”, ressaltou o coordenador.

Sobre o I Fórum de Palestras, promovido pelo Ministério Público da Paraíba, o coordenador destacou que é um momento de todos os atores do setor farmacêutico conhecer o programa. “Falamos do ponto de vista mais geral e também o passo a passo para credenciar, processo esse que é facilitado, porque o estabelecimentos pode fazer através das agencias da Caixa Econômica Federal, de forma muito mais simplificada”, disse Marco Aurélio.

Assessoria de Imprensa MPPB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627