Professores do município de Mari/PB não aceitam proposta de reajuste e prometem acionar MP contra perseguições

Publicado em segunda-feira, Fevereiro 24, 2014 ·

reuniãoOs professores da rede municipal de ensino da cidade de Mari, mata paraibana, rejeitaram na tarde da última sexta-feira (21) a proposta de reajuste feita pela prefeitura que seria de 10% durante assembléia realizada pelo sindicato dos servidores, o SINDSMAR.

A assembléia foi acompanhada pelos vereadores Magdiel Olinto, Zélia dos Transportes, Nado do ônibus, Gugu Xavier e Adriano Cândido, o popular Bonito, que reforçaram as reivindicações dos professores.

O argumento dos professores para não aceitar a proposta da prefeitura é de que o percentual que a prefeitura oferece é muito pouco se levado em consideração as percas salariais que os professores vem sofrendo ao longo dos anos. Os professores também reivindicam a mudança da data base do município que atualmente é em abril e não em janeiro como em outros municípios.

Perseguições

Durante a assembléia os professores pediram o apoio do SINDSMAR no sentido de fazer cessar as perseguições que muitos vem sofrendo por parte da Secretária de Educação do município. Os professores pretendem procurar o Ministério Público para apresentar a situação de desrespeito e a prática de assédio moral que se pratica dentro das escolas com os educadores.

Os professores ainda fizeram críticas a direção do SINDSMAR por se manter apático com relação a essas questões de perseguição e assédio moral dentro das repartições públicas do município.

Expresso PB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627