Professores de Guarabira realizam assembleia e não descartam greve

Publicado em sexta-feira, junho 10, 2011 ·

O Sindicado dos professores em educação do município de Guarabira realizou na manhã de quarta-feira (8), na câmara Municipal, uma assembléia no sentido de se tomar uma posição para tentar fazer com que a gestora do município, Fátima Paulino, se sensibilize e pague o piso nacional da categoria. A reunião foi muito participativa e a casa Osório de Aquino ficou completamente lotada.

Assembléia na Câmara Municipal
Assembléia na Câmara Municipal

Ficou decidido que o Sindicato vai tentar, mais uma vez, ouvir o poder público municipal para saber como é que está sendo implantado o piso em Guarabira. Caso nenhuma resposta seja dada, os professores voltaram a paralisar as atividades na próxima quarta (15). Segundo o professor André, há uma possibilidade de acontecer uma paralisação nacional no dia 16. Se for confirmada esta mobilização e o sindicato do município não for atendido, a categoria também não dará aulas na quinta-feira (16).

O professor André disse que é bom que fique bem claro que o sindicato poderia muito bem ter proposto uma greve para este momento, tendo em vista que os professores estão eufóricos, mas é preciso agir com muita responsabilidade já que o bimestre e o semestre estão acabando e eles não querem prejudicar a educação. “Agente não que prejudicar alunos, porque os alunos são os mais prejudicados em movimentos de greve. Agente não está puxando greve, mas infelizmente se continuar essa intransigência e essa falta de diálogo com o poder executivo, infelizmente a greve é o caminho. O último caminho”. Ressaltou ele.
Em entrevista ao Portalmidia, a professora Maria José, disse que ouviu um comentário que a prefeita de Guarabira, Fátima Paulino, teria dito que não estava se importando se a greve seria deflagrada ou não, pois ela e a secretária de educação, Michele Paulino, que são professoras, iriam para as escolas dar aulas.

Sobre esse assunto o presidente do sindicato da categoria disse que não sabe se isso é verídico, mas em sendo verídico isto é lastimável. “Não se preocupar com uma greve, mesmo que eu gestor ou como secretário fosse dar aula, isso é lastimável. A função do gestor e da secretaria é justamente organizar todo o processo educativo e outros que sejam atribuições destas pessoas.” Finalizou ele.

A professora também criticou os vereadores guarabirenses por não terem comparecido à reunião da categoria. Salvo Lula das Molas e Beto Meireles, que compareceram.

André disse que seria até interessante para que elas pudessem vivenciar um pouco o dia a dia de lecionar, que é uma atividade muito pesada, no sentido da exigência e da responsabilidade que devem ter com os alunos.


Assembléia na Câmara Municipal
Assembléia na Câmara Municipal
DSC_0374
DSC_0376


DSC_0380
DSC_0382
DSC_0386


DSC_0390
DSC_0391
DSC_0394


DSC_0397
DSC_0406

DSC_0408

Juka Martins
Do Portal Mídia
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627