Procuradoria recomenda retirar vídeos do YouTube que atacam igrejas

Publicado em quinta-feira, Fevereiro 27, 2014 ·

pastorO Ministério Público Federal no Rio expediu recomendação para que o Google do Brasil retire do YouTube 15 vídeos com mensagens que, segundo a procuradoria federal, promovem a discriminação e a intolerância a religiões de matrizes africanas.

 

 

Segundo nota divulgada pelo MPF no Rio, o Google tem dez dias para enviar relatório com as providências adotadas para o cumprimento da recomendação. O pedido partiu de denúncia da Associação Nacional de Mídia Afro à Procuradoria-Regional de Direitos Humanos do MPF. Foi instaurado procedimento administrativo para apurar o assunto.

 

De acordo com decisão do MPF que embasou a recomendação, “a liberdade de manifestação do pensamento não é um escudo para acobertar violações de direitos humanos”. O MPF entende que cabe ao Estado organizar o espaço onde ocorrer essas manifestações, “de modo que sejam ponderados e harmonizados os direitos de quem se manifesta com aqueles de quem eventualmente seja agredido pelo abuso das liberdades públicas”.

 

A maior parte dos vídeos constantes da lista em que o MPF entendeu haver irregularidades é pastores e fiéis de igrejas evangélicas atacando religiões como candomblé e umbanda. Entre os títulos estão: “bispo Macedo entrevista o ex-pai de santo que o desafiou”; “entrevista com encosto – demônio na criança sexta-feira forte”; “ex-macumbeiro, hoje liberto pelo poder de Deus parte 1”; “Ex-mãe de santo Sara Capeta – Testemunho”.

 

“Para dar vazão a pregações, seus autores e divulgadores descambam para a demonização de símbolos, ritos e liturgias de outras religiões, vinculando-as, distorcidamente, a problemas de saúde, vícios, crimes praticados, atacando frontalmente a consciência religiosa de milhões de pessoas”, disse por meio de nota o procurador-regional dos Direitos do Cidadão, Jaime Mitropoulos.

 

 

Folha Online

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627