PRF apreende tatu que seria servido como tira-gosto na Paraíba

Publicado em domingo, agosto 28, 2011 ·

80962_W220Q60I2SASRFHFVRLRRCLCTCRCBA Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) na Paraíba flagraram um comerciante transportando sem autorização um tatu peba na manhã deste sábado (27) em Bayeux, na região metropolitana de João Pessoa. O animal, que consta na lista de espécies em extinção, já estava abatido e temperado, pronto para consumo. O motorista é proprietário de um bar e informou que levaria a carne para servir como tira-gosto.

A apreensão da carga aconteceu no posto da PRF na BR-230, no município de Bayeux. O chefe de fiscalização do Ibama na Paraíba, Jaime Pereira, informou que o carro do bar foi parado porque tem faróis de xenon, que estão proibidos no país. Os agentes da PRF sentiram o cheiro da carga e encontraram o animal abatido, convocando o representante do Ibama para averiguar o que estava acontecendo.

O motorista de 26 anos informou que teria comprado o animal silvestre na BR-230 e estava voltando ao bar localizado no bairro Cristo Redentor, na capital paraibana, para preparar a carne e servir o petisco para os clientes. “Apesar do que ele disse, presenciamos naquele momento que o animal estava congelado. Acreditamos que ele não caçou, mas suspeitamos que ele já possuía o tatu abatido em casa há alguns dias”, comentou Jaime Pereira.

O suspeito foi conduzido para uma delegacia de Polícia Civil e vai responder em liberdade pelo crime de transporte ilegal de animal silvestre. O Ibama também aplicou uma multa de R$ 5 mil e vai investigar a origem do produto. A carga apreendida será incinerada.

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627