Previsão da Aesa é de mais chuva em toda Paraíba nesta segunda

Publicado em segunda-feira, Maio 16, 2011 ·

Após um fim de semana chuvoso, a previsão da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba para a segunda-feira (16) é de mais chuva em todo o estado. Do início do ano até a última sexta-feira (13), a Aesa registrou o acumulado de 1.124,4 mm em João Pessoa. Sendo a média anual de 1.800mm. E de 730,6 mm em Campina Grande, sendo a média anual de 764mm.

Na manhã deste domingo (15) os moradores do bairro Alto do Mateus, em João Pessoa, se depararam com um grande buraco no meio da rua que, segundo eles, foi provocado pelas chuvas dos últimos dias.

De acordo com a Aesa, sobre a costa leste do Nordeste do Brasil persistem condições da presença de áreas de instabilidade que se deslocam do oceano Atlântico em direção ao continente. Na Paraíba, a evolução deste deslocamento deverá continuar induzido o aumento da nebulosidade, principalmente sobre o setor leste do estado e provocando a ocorrência de chuva.

Na segunda-feira a previsão para o Litoral é de templo nublado com ocorrência de chuvas. No Brejo, o céu deverá ficar nublado com ocorrência de chuvas esparsas. O predomínio de céu nublado com ocorrência de chuvas esparsas é que a Aesa também prevê para o Agreste.

No Cariri/Curimataú, Sertão e Alto Sertão, o tempo estará parcialmente nublado devendo ocorrer chuvas em áreas isoladas.

De acordo com a meteorologista Carmen Becker, da Aesa, entre os meses de abril até julho é considerado o período chuvoso nas regiões do Agreste, Borborema e Litoral.

Prejuízos

Durante o mês de maio, várias cidades sofreram por conta da chuva. No total o governador Ricardo Coutinho assinou 13 decretos de situação de emergência referentes aos municípios de Arara, Areia, Barra de Santana, Bayeux, Campina Grande, Ingá, Mogeiro, Itabaiana, Natuba, Pilar, Salgado de São Félix, Santa Rita e João Pessoa.

Confira imagem em 360 graus dos alagamentos em Santa Rita

Em Santa Rita, na Grande João Pessoa, por exemplo, os moradores ficaram ilhadas. No total, 55 famílias ficaram desabrigadas.

Açudes

Dos 121 açudes monitorados pela Aesa 46 estão sangrando. Entre os açudes que já ultrapassaram sua capacidade estão o de Acauã/Argemiro de Figueiredo (localizado em Itatuba), Mãe D’Água/Coremas (localizado em Coremas) e o Epitácio Pessoa (localizado em Boqueirão).

Inaê Teles
Com fotos de Walter Paparazzo

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627