Presos encerram greve de fome, mas prometem novos protestos; mulheres voltam à praça

Publicado em terça-feira, agosto 30, 2011 ·

pb-1Os apenados do presídio de segurança máxima PB-I, em Jacarapé encerraram a greve de fome que já durava cerca de quatro dias. Na manhã desta terça-feira (30), eles voltaram a se alimentar normalmente, mas prometeram que irão continuar protestando até que o Governo do Estado retire o capitão Sérgio Fonseca da direção da unidade prisional.

Na tarde de ontem, as mulheres dos apenados foram para frente do Palácio da Redenção com o objetivo de falar sobre o assunto com o governador do Estado, mas não foram recebidas porque no momento Ricardo Coutinho estava numa solenidade de assinatura de um convênio para beneficiar apenados com cursos profissionalizantes.

Um novo protesto está marcado para acontecer a partir das 15 horas desta terça-feira (30) e dessa vez a mulheres garantem que só deixarão o local depois que forem recebidas pelo Governo do Estado.

De acordo com um dos líderes do movimento, o que eles estão querendo é que o diretor do presídio seja exonerado. Segundo eles, o capitão Sérgio Fonseca comete uma série de arbitrariedades, como por exemplo, determinar o espancamento dos presos.

Desde a manhã de ontem que o clima era tenso dentro e fora do presídio PB-I. Na porta de entrada da unidade prisional as mulheres dos apenados pediam a saída do capitão Sérgio Fonseca enquanto dentro do presídios autoridades da área de segurança e dos Direitos Humanos faziam um levantamento do que estava acontecendo.

Pelo fato de não estarem se alimentando, alguns presos passaram mal e tiveram que receber cuidados médicos. Como medida preventiva, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) montou e equipou um ambulatório para atender aos presos.

Paraíba.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627