Presidente do PSB diz que denúncia é requentada e feijão não foi distribuído em 2008 porque estava estragado, conforme atestou a Conab

Publicado em segunda-feira, agosto 15, 2011 ·

edvaldo rosasO presidente do PSB da Paraíba, Edvaldo Rosas, disse que as denúncias sobre a distribuição de feijão, requentadas agora pela reportagem da revista Veja, foram exploradas na campanha de 2008, mas tanto o Ministério Público quanto a Polícia Federal concluíram pela falta de provas e o destino do processo foi o arquivamento.

Na época, a Prefeitura de João Pessoa havia recebido 100 toneladas de feijão da Conab e foram distribuídas 92. “Técnicos da própria Conab atestaram que as oito toneladas restantes estavam impróprias para o consumo humano. A medida tomada de se desfazer desse feijão estragado foi necessária para preservar a saúde das pessoas assistidas pelo Banco de Alimentos da Prefeitura de João Pessoa”, finalizou.

Segundo Edvaldo Rosas, essa denuncia voltou agora para atingir o ministro Wagner Rossi, dentro de uma estratégia da grande imprensa nacional, capitaneada pela revista Veja, que adotou o denuncismo para tentar desgastar a imagem da presidenta Dilma e do seu Governo. “Nós fomos atingidos por tabela e o pior é que a reportagem da revista sequer ligou para alguém da Prefeitura, do governo ou do partido para apresentarmos nossa posição. Que jornalismo é esse?”, questionou Rosas.

Assessoria de Imprensa para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627