Presidente da Câmara de Cabedelo solicita ao Presidente do TJ/PB agilidade na recuperação do Fórum da cidade

Publicado em domingo, julho 10, 2011 ·


tj1O Presidente da Câmara Municipal de Cabedelo, Ricardo Félix (PT), solicitou ao Presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Desembargador Abraham Lincoln da Cunha Ramos, através de ofício, que seja dada prioridade na recuperação do Fórum da Comarca de Cabedelo, a fim de que as obras sejam concluídas com a maior brevidade possível. As atividades do Fórum de Cabedelo foram recentemente suspensas e transferidas para o Fórum de Mangabeira, em João Pessoa, o que vem causando transtornos aos cabedelenses que precisam utilizar os serviços judiciários.

“Mesmo que seja temporária, essa transferência de atividades para Mangabeira tem prejudicado bastante os cidadãos cabedelenses, devido à distancia e à dificuldade de deslocamento que precisam enfrentar para ter acesso aos serviços judiciários”, lamenta o presidente da Câmara.
Ricardo Félix solicitou ainda que, na impossibilidade da recuperação imediata do Fórum de Cabedelo, que seja alugado um imóvel na cidade para prestação judiciária. “É importante que a demanda da população cabedelense seja atendida adequadamente e as atividades do referido Fórum retornem imediatamente para a circunscrição do município”, complementou.
Sessão Especial – Na noite da última sexta-feira (08), Ricardo Félix presidiu uma Sessão Especial na Câmara Municipal de Cabedelo, com o objetivo de discutir a recente transferência das Unidades Judiciárias de Cabedelo para o Fórum Regional de Mangabeira.
A Sessão Especial, realizada mesmo durante o recesso parlamentar, foi proposta pelo vereador Leto Viana (PDT), que se comprometeu a interceder, junto à Prefeitura Municipal, requerendo a disponibilização de um ônibus para transporte dos cabedelenses que precisam utilizar os serviços judiciários, enquanto o Fórum estiver funcionando em Mangabeira.

Leto Viana também afirmou que solicitará ao Executivo Municipal a cessão de um espaço para instalar provisoriamente a Câmara Conciliatória e a Defensoria Pública na cidade. Esses dois órgãos funcionavam no prédio do Fórum e encontram-se desalojados, uma vez que não puderam ser transferidos para Mangabeira, pois precisam estar localizados na jurisdição da cidade que atendem, ou seja, Cabedelo.

Assessoria de imprensa para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627