Prefeitura nega incentivo fiscal e empresa carioca pode deixar de instalar filial em João Pessoa

Publicado em quinta-feira, novembro 22, 2012 ·

A cidade de João Pessoa pode deixar de ganhar a segunda empresa de call center. A carioca Contax, uma das maiores do país, tem interesse em instalar uma unidade na capital, mas poderá mudar de ideia por falta de benefício fiscal. Segundo o secretário de Planejamento do município, Aldo Prestes, a prefeitura não concederá mais este ano incentivos fiscais às empresas.

Segundo explicou o secretário, a Contax pediu isenção total de alguns tributos e parcial de outros – com benefícios semelhantes àqueles praticados à empresa AeC –, no entanto, em tempos de queda de receita como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a negociação ficaria impraticável. “Eles pedem isenção total de IPTU e cobrança de ISS apenas sobre o Imposto de Renda, esses são alguns exemplos. Mas o município não poderá conceder da forma como está sendo pedida, tendo em vista que o momento não permite. Foi verificado um excesso com relação à AeC e, visto isto, não podemos fazê-lo novamente”, afirmou.

Em abril deste ano, outra empresa do mesmo setor, a AeC, que instalou um call center em Campina Grande, anunciou a instalação da segunda unidade na capital paraibana, mas ainda não tem data para abertura.

A solução poderia ser, conforme avaliou Aldo Prestes, aguardar para o próximo ano. “Para 2013 poderia ser diferente, porque se trata de outro exercício fiscal, outro panorama”, comentou.

Sobre os rumores de que a AeC estaria pensando em migrar a instalação da unidade pessoense para cidades vizinhas como Bayeux ou Cabedelo – em virtude de problemas na liberação das licenças de construção e do projeto de engenharia -, o secretário alegou desconhecimento. “O que eu sei é que a AeC foi aprovada e o Estado estaria procurando um terreno. Esta negociação é com o Estado”, reiterou.

A AeC, em nota, declarou que a informação, de fato, não procede. “O projeto para abertura de uma unidade em João Pessoa permanece em desenvolvimento, para inauguração no primeiro trimestre de 2013. A AeC está avaliando o local onde será instalada a unidade de João Pessoa”, informou, por meio de assessoria. Em março deste ano, a empresa já anunciava em seu site o recrutamento de profissionais para o call center na capital. A assessoria de imprensa da Contax foi procurada por esta reportagem para comentar o assunto, no entanto, até o fechamento desta edição, nenhuma informação foi concedida.

Benefício Fiscal
A unidade do call center da AeC em João Pessoa, no próximo ano, prevê abertura de 3 mil postos de trabalho. Com a ampliação realizada na unidade de Campina Grande, a empresa terá gerado oito mil empregos na Paraíba. O investimento total previsto será de R$ 40 milhões para as duas unidades.

A empresa tem cerca de 20 mil funcionários e presença em todo o Brasil, contabilizando um faturamento de R$ 342 milhões em 2011. Sua área de Contact Center está entre as três maiores do setor no país, com cerca de onze mil Posições de Atendimento (PAs) em operação.

Por outro lado, a Contax conta com mais de 115 mil funcionários distribuídos em nove estados e no Distrito Federal. Em 2010, contabilizava 38,6 mil PAs. Desde então, já ampliou sua área de atuação. Hoje, a empresa atende também na Argentina, Colômbia, Espanha e Peru.

JPB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627