Prefeito de cidade paraibana diz não à banda Calcinha Preta e pede para Dilma não liberar recursos para festa

Publicado em sexta-feira, novembro 25, 2011 ·

prefeito de Junco do Seridó - Cosme SimõesO prefeito de Junco do Seridó – a 232 km de João Pessoa -, Cosme Simões, afirmou na quinta-feira (24) que não será candidato à reeleição. O anúncio aconteceu durante um desabafo no I Encontro de Secretários de Turismo, realizado na capital paraibana, e que discutiu o processo de regionalização do turismo, seguindo as diretrizes do Plano Nacional, do Ministério do Turismo.

Cosme Simões se diz vítima do antecessor, ao herdar uma dívida de R$ 300 mil, liberada pelo Ministério do Turismo, para a realização de um show da banda Calcinha Preta. “Desde o primeiro dia do meu mandato sou obrigado a pagar uma conta que não fiz”, criticou o prefeito, falando diretamente para o coordenador da Regionalização do Ministério do Turismo (MTur), Philippe Figueiredo.

O prefeito afirmou que não irá disputar a reeleição porque “tenho caráter e vergonha na cara e não quero roubar o meu município”. Ele pediu ao coordenador que não deixe mais o Ministério do Turismo liberar dinheiro para festas em municípios pobres – como o de Junco do Seridó -, que têm outras necessidades mais urgentes.

“Aqui, não queremos show de Calcinha Preta, Calcinha Branca ou de qualquer outra cor. Aqui, nossa festa é animada com o tradicional forró pé de serra, onde até o prefeito pode cantar”, desabafou Cosme Simões, que foi aplaudido por todos que estavam no auditório da PBTur (Empresa Paraibana de Turismo), onde aconteceu o Encontro.

Fonte: ParaíbaJá
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627