Prefeito da cidade de Arara deixa servidores sem pagamento

Publicado em quarta-feira, outubro 19, 2011 ·


O prefeito José Ernesto (PMDB) deixou servidores sem pagamento de seus vencimentos referente ao mês de setembro.

arara paraibaNão é a primeira vez que este prefeito deixa seus servidores sem salários. Na sua primeira gestão passou seis meses sem pagar deixando todos os funcionários em situação difícil especialmente os garis que na maioria chegaram a pedir comida no comércio para não passar fome juntamente com seus familiares. Alguns funcionários procuraram a justiça e foram perseguidos por este prefeito ditador, arrogante, prepotente, injusto, cruel que sempre se preocupou em f aproveitar-se da passividade e da ignorância daqueles que não conhecem seus direitos. Usa e abusa da administração publica.

É do seu costume usar funcionários fáceis de serem mandados por ela para ameaçar, intimidar servidores que não aceitam suas atitudes, que tenham idéias diferentes das suas.

É necessário que todos que estão sendo perseguidos unam-se para reivindicar seus direitos juntos as autoridades competentes para dar um basta a este gestor que por anos vem prejudicando o município de Arara. Ele não paga insalubridade, adicionais noturnos, terços de férias, além das repartições públicas encontrarem “pintadas” mas sem dar maiores condições de uma boa assistência a população como é o caso dos saúde. É sobremaneira importante que as autoridades fiscalizem e comprovem a veracidade dos fatos. Em sua maioria os conselhos não funcionam com a devida transparência por que as pessoas são todas apadrinhadas pelo prefeito, recebendo dele favores outros. Os servidores esperam que sejam pagos seus salários dentro do mês trabalhado e não atrasado faltando 13 dias para completar dois meses em atraso. Como seria o prefeito se dependesse apenas desse salário para manter suas despesas? Perguntamos: senhor prefeito, o senhor atrasa seu salário?

Direção arara Sintab

Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627