Polícia prende dois acusados de participar de estupros e mortes em Queimadas

Publicado em segunda-feira, Fevereiro 13, 2012 ·

Crime chocou a pequena Queimadas e toda a Paraíba (Crédito: Web)
Crime chocou a pequena Queimadas e toda a Paraíba (Crédito: Web)

O crime que chocou a Paraíba na madrugada deste domingo, 12, parece ter tocado também as autoridades e os policiais do Estado. O crime aconteceu quando seis homens fortemente armados e encapuzados promoveram o maior terror registrado nos últimos anos na Paraíba. Eles renderam todos os participantes de uma festa de aniversário na cidade de Queimadas, estupraram todas as convidadas, fugiram com duas e as mataram no meio da fuga. No final da tarde de hoje, dois acusados foram presos.

O Major Jorge, coordenador do COPOM e assessor do Comando Regional da Polícia Militar, entrou em contato com a reportagem do Portal WSCOM e informou da prisão. Segundo ele, uma mega operação foi montada sob o comando do Coronel Wolgran e com a participação de mais de 30 homens das Polícia Civil e Militar, inclusive do Batalhão de Choque, para identificar e prender os acusados.

Os dois acusados foram apresentados na Central de Polícia de Campina Grande. Amanhã ao meio dia, será conedida uma entrevista coletiva para divulgar todas as informações da investigação e da prisão dos acusados.

O crime

Uma verdadeira barbárie foi promovida pelos seis bandidos, que por volta das 0h, invadiram uma residência na rua César Ribeiro, no município de Queimadas, Agreste paraibano, onde acontecia uma festa de aniversário. Eles renderam todos os presentes, separaram homens e mulheres, cada grupo em quartos separados, estupraram todas as convidadas e em seguida fugiram levando duas reféns, a recepcionista Michele Domingos da Silva, 29 anos e a professora Isabela Jussara Frazão Monteiro, de 27 anos. Além das duas, eles levaram ainda a quantia de R$ 5 mil e uma caminhonete Strada, do dono da casa.

Michele conseguiu pular do carro em movimento, mas não escapou da fúria insana dos bandidos, que pararam o carro e a executaram sem piedade com quatro tiros.

Mais a frente, numa estrada que liga Campina Grande a Fagundes, a professora Isabela foi encontrada morta e amarrada dentro do veículo abandonado.


WSCOM Online

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627