Polícia pede ajuda para encontrar homem que matou mãe e filha a facadas

Publicado em sexta-feira, outubro 2, 2015 ·

juvanildoO suspeito de ter assassinado a facadas sua companheira e a filha dela ainda não foi encontrado, de acordo com a Polícia Militar. Juvanildo Marcolino dos Santos, de 49 anos, premeditou toda a ação criminosa, e executou na madrugada dessa quinta-feira (1), dentro da casa das vítimas, no bairro do Grotão, em João Pessoa. Após o crime, ele fugiu e ainda não foi localizado. A polícia pede a população para que ajudem as investigações denunciando pelo 197.

Cláudia Bernardino dos Santos, de 44 anos, e a filha mais nova, Vitória Querem Oliveira Sousa, 15, foram mortas a facadas dentro de casa. A suspeita de que foi Juvanildo que teria cometido o crime, foi confirmada pela própria filha dele, que disse a polícia que seu pai tinha ligado minutos depois do crime e informado que tinha matado a mulher e sua enteada.

O crime, que segundo a Delegacia de Homicídios, foi premeditado, chocou a vizinhança da casa das vítimas. Algumas pessoas disseram que o casal mantinha uma relação aparentemente tranquila e que esse ato criminiso de Juvanildo pegou todos de surpresa. “Pelo que eu via, a convivência deles era perfeita, ele era um bom pai de família, um ótimo dono de casa, não tinha nada a desabonar, mas ele tinha ciúmes da filha e ela não gostava que ele se metesse na vida da filha adolescente”, disse uma vizinha, conhecida como Josilene.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A afirmação da vizinha bate com a informação do delegado de homicídios Reinaldo Nóbrega, que explicou que Juvanildo era realmente visto como uma pessoa tranquila, mas nutria uma paixão não correspondida pela enteada e que isso teria motivado o crime. “Ela já tinha saído de casa e estava morando com uma tia, mas no dia, infelizmente, ela veio ver a mãe e dormiu na casa. Ele, como não tinha ela ao seu lado, decidiu matá-la”. Segundo ele, a mãe ouviu os gritos da filha e correu até o quarto da menina para ver o que estava acontecendo e foi morta também.

A vizinha disse ainda que escutou gritos durante a madrugada, mas suspeitou que viessem da rua. Segundo ela, Juvanildo saiu, abriu a porta e o portão e ela não viu mais nada. Até a manhã desta sexta-feira (2), ele continua foragido. E a polícia, em buscas, clama pela ajuda da população para que quem reconhecer o suspeito denuncie imediatamente através do número 197. A identidade do denunciante fica anônima.

Enterro das vítimas

Está programado para as 10h desta sexta-feira  (2) o enterro de mãe e filha que foram encontradas mortas na manhã de quinta-feira (1º). O enterro acontece no Cemitério do Cristo Redentor, em João Pessoa.

JP

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627