Polícia investiga fraudes em cartório de CG na transferência de bens de pessoas mortas

Publicado em quinta-feira, novembro 22, 2012 ·

Caixas de documentos, supostamente irregulares, foram apreendidas nessa quarta-feira (21), durante a Operação Falsário deflagrada pela Polícia Civil de Campina Grande, no Agreste paraibano. Ação policial foi em cumprimento a mandados de busca e apreensão em duas sedes dos cartórios distritais de Catolé de Boa Vista, que foram fechadas até o fim da investigação. Ninguém foi detido

De acordo com Francisco Iasley Almeida, delegado de defraudações de Campina, após dois meses de investigações, os policiais civis foram em busca de documentos que comprovassem irregularidades nas transferências de imóveis e veículos.

“Através das denúncias começamos a apurar os fatos e conseguimos apreender diversos documentos em duas sedes dos cartórios de Catolé de Boa Vista, uma localizada na zona rural da cidade e outra no bairro das Malvinas”, comentou o delegado.

Segundo o delegado, entre os documentos apreendidos estão inscrições públicas, cartões de assinaturas e procurações públicas.  “Quando começamos a inspecionar o local, encontramos autenticações rasgadas dentro do lixo. Recolhemos o material e o documento será periciado”.

O policial adiantou que as investigações apontaram que “o cartório teria falsificado documentos de mortos e transferidos veículos para outras pessoas de forma ilegal. Eles alteravam a assinatura e conseguiam transferir o veículo como se o morto tivesse feito em vida”.

Os documentos apreendidos serão periciados e analisados pela Polícia Civil e, em breve, será divulgado o resultado final das investigações policiais.

Hyldo Pereira

Portalcorreio

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627