PM abre sindicância contra sargento que foi preso após causar tumulto no Agreste

Publicado em domingo, novembro 10, 2013 ·

policiaO sargento Alexandre de Araújo Santino foi afastado do comando do destacamento da Polícia Militar de Lagoa Seca neste domingo (10). A informação foi dada pelo comandante do 2º BPM, tenente-coronel Souza Neto. A PM também abriu sindicância administrativa que investigará o tumulto promovido pelo sargento na cidade de Massaranduba, no Agreste paraibano.

O policial foi detido após promover desordem e disparar em via pública durante a realização de uma festa que acontecia no ginásio de esportes da localidade. O PM teria se irritado com o barulho provocado pela apresentação da banda musical e segundo testemunhas, queria que o evento fosse encerrado antes do previsto. Segundo o 2ºBPM, o caso aconteceu por volta das 3h, no Centro da cidade de Massaranduba.

No momento, acontecia a apresentação de uma banda de forró no ginásio ‘O Ribeirão’, quando o sargento chegou ao local. “A guarnição da PM que estava no local confirmou que o sargento aparentava está sob o efeito de bebida alcoólica e teria chegando ao evento com intuito de encerrar a festa porque o barulho provocado pela apresentação estaria incomodando a sua mãe, que mora bem próximo do local da festa. Como não conseguiu encerrar a atividade, o sargento sacou um revólver e efetuou alguns disparos para o céu. Imediatamente a guarnição deteve o PM que foi encaminhado para Central de Polícia Civil em Campina Grande” afirmou o tenente-coronel Souza Neto.

Ainda segundo o comandante, relatos de testemunhas confirmam que antes de ser detido, o sargento Santino ainda chegou a agredir e ameaçar algumas pessoas que estava no local. Uma das vítimas foi um jovem de 16 anos que foi ferido com um disparo de raspão.

“Não podemos admitir que situações como essas venham a sujar o nome de nossa polícia. O sargento errou sim e vai ter que se responsabilizar pelos seus atos. Além do procedimento judiciário na Polícia Civil, ele também irá responder uma sindicância que será instaurada em nível de batalhão que irá acompanhar e avaliar a postura do policial. Antecipadamente eu já confirmo que o sargento Santino já não é o comandante do destacamento da cidade de Lagoa Seca” confirmou, disse Souza Neto.

Alexandre de Araújo Santino foi autuado na Central de Polícia Civil de Campina Grande pela delegada Herta de França. Como o crime é passível de fiança, ele pagou o débito e em seguida foi liberado. O policial irá responder pelo delito em liberdade.

 

portalcorreio

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627