Piloto argentino morre após sofrer grave acidente de moto no Rally Dakar

Publicado em domingo, Janeiro 1, 2012 ·

O Rally Dakar 2012 começou de luto. Logo na primeira etapa da competição, entre as cidades de Mar Del Plata e Santa Rosa de la Pampa, o argentino Jorge Martínez Boero sofreu um grave acidente com sua moto e faleceu. O piloto chegou a ser socorrido e transferido de helicóptero para um hospital em Mar Del Plata, mas sofreu uma parada cardíaca e não pôde ser devidamente reanimado devido a um traumatismo toráxico.

– São os riscos desta competição. Infelizmente, esta má notícia abala o moral de todos neste início de prova – disse Ignacio Crotto, coordenador local da competição, em entrevista à rede de televisão “TN”.

Jorge Martinez Boero no Rally Dakar (Foto: AFP)Jorge Martinez Boero já nesta edição do Rally Dakar (Foto: AFP)

Jorge Martínez Boero nasceu em Buenos Aires e tinha 38 anos. O piloto foi batizado com o mesmo nome do pai, campeão nacional de Turismo Carretera (categoria semelhante à Stock Car) na década de 90. Segundo a revista argentina “Corsa”, Boero sofreu o acidente alguns quilômetros depois de cruzar passar por um posto de controle entre as cidades de Quenquén e Energia. Esta era a segunda participação do piloto no Rally. Em 2010, ele se perdeu no deserto de Atacama, foi resgatado pela organização e não completou a prova.

Print Twitter Jorge Martinez Boero - RallyDakar (Foto: Reprodução/Twitter)Última postagem de Boero no Twitter: ‘O que não
mata, fortalece’ (Foto: Reprodução/Twitter)

Horas antes de largar, Boero postou uma mensagem no Twitter relatando um incidente com sua equipe. O caminhão com equipamento de apoio do piloto havia sofrido uma batida, e parte do material havia sido danificado. Ao invés de se abater, ele escreveu no microblog que tinha renovado suas energias para completar o rali, em Lima, no Peru.

– Infelizmente meu caminhão de assistência colidiu e não poderá ser reparado. Mas não vou desistir, vou colocar tudo e chegar a Lima. Felicidades a todos e obrigada pelas mensagens. Vou dar tudo. O que não mata, fortalece – postou.

O argentino foi a segunda vítima fatal desde que o evento passou a ser disputado na América do Sul, em 2009. Na temporada de estreia, o francês Pascal Terry, de 49 anos, morreu devido a um edema pulmonar causado por um acidente. O motociclista desapareceu entre as cidades de Santa Rosa e Puerto Madryn, também na Argentina, e seu corpo foi encontrado dias depois pelos organizadores.

Chileno é o mais rápido da etapa

Alheios ao acidente, 177 pilotos completaram o trecho de 57 quilômetros neste domingo. O chileno Francisco López, conhecido como Chaleco, foi o mais rápido (32m27s), apenas 14 segundos à frente do espanhol Marc Coma, atual campeão. Felipe Zanol, na 26ª posição, foi o brasileiro mais bem colocado.

Francisco López, Rally Dakar (Foto: EFE)Chileno Francisco López, o Chaleco, é o mais veloz da primeira etapa do Rally Dakar (Foto: EFE)
Globoesporte.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627