Pesquisa mostra que nos últimos 12 meses 70 jornalistas foram exilados

Publicado em terça-feira, junho 21, 2011 ·


passaporte_exiladoO relatório anual do Comitê de Proteção aos Jornalistas (CPJ), divulgado na segunda-feira (20), em homenagem ao Dia Mundial do Refugiado, informa que 70 jornalistas foram exilados nos últimos 12 meses. O motivo está – em todos os casos – relacionado à profissão, informa o site jornalism.co.ok. Em 2011, foi registrado um declínio em relação ao ano anterior, quando registrou um número recorde de 85 jornalistas exilados.
A pesquisa considerou jornalistas que deixaram suas pátrias por motivos profissionais, e estão exilados há mais de três meses. Destes, 82% sairam dos países por causa de ameaças de prisão. Outros fatores causadores de exílio são: a violência, o assédio físico e moral, além de constantes ameaças. O relatório não leva em consideração o deslocamento de jornalistas motivados por melhores perspectivas financeiras, por violência generalizada ou, ainda, por mudança de ocupação profissional.
Irã e Cuba lideram a lista de países com maior número de jornalistas exilados. Segundo o CPJ, cada um exilou 18 profissionais nos últimos 12 meses. A ilha socialista libertou presos políticos e de consciência (quem, mesmo em pensamento, é contrário à causa revolucionária), sob a condição de que seriam deportados para a Espanha, após um acordo firmado com a Igreja Católica do país europeu. No caso do Irã houve, nos últimos dois anos, um colapso da imprensa livre do país, principalmente após as eleições consideradas fraudulentas de 2009. É o segundo ano consecutivo que o país islâmico encabeça o relatório de exilados do CPJ.
Outros quatro países constam no relatório como locais de fuga de jornalistas: Etiópia, Somália, Iraque e Zimbábue. Juntos, correspondem a quase metade do número de profissionais fugiram na última década.
Desde 2001, quando o CPJ começou a registrar o número de profissionais forçados a abandonar o país, e por vezes a profissão, 649 jornalistas buscaram exílio devido a ameaças, pressões e violências.

Fonte: Portal Imprensa
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627